Amazon dificulta localização de eBooks de domínio público

eduardo Autores, Ebooks 3 Comments

Na última semana, a Amazon sorrateiramente mudou os links que davam acesso a milhares de eBooks de domínio público. Os links presentes em fóruns, listas de discussão e sites caem em páginas de erro, uma vez que a Amazon não redireciona os usuários para as novas páginas. Parece algo ruim à primeira vista, mas não é necessariamente esse o caso.
Os eBooks gratuitos de domínio público estavam constantemente nas listas de “mais vendidos” da Amazon. Por serem muito populares, tomavam espaço que poderia ser preenchido por outros autores, que de fato comercializam suas obras – e ainda estão vivos, na maioria dos casos.
A maioria dos clássicos afetados foram aqueles que a Amazon pegou do Project Gutenberg, antes de 2011. Se um cliente for à loja do Kindle e procurar por Jane Austen, não encontrará as obras gratuitas entre os primeiros resultados – para isso, terá que escolher visualizar a lista de resultados pelo menor preço.
Fonte: Fonerbooks

Para publicar seu livro em ebook ou impresso, nas principais livrarias online, conheça o serviço de publicação da Simplíssimo. Nossos números são difíceis de bater: desde 2010, a Simplíssimo comercializou mais de 1 milhão de exemplares e publicou mais de 1.000 ebooks e livros impressos. Veja como funciona a publicação para seu livro, aqui.

 

SimplíssimoAmazon dificulta localização de eBooks de domínio público

Comments 3

  1. Eles poderiam ter solucionado a questão de outra forma. Com certeza os ebooks são organizados por categorias e no gerenciamento de sites quase sempre existe a opção de não exibir determinadas categorias nos destaques. Um pouco de mais boa vontade e um bom programador resolveriam isto sem prejudicar os leitores que baixam ebooks gratuitos. A intenção não me parece, portanto, de apenas aumentar as vendas de livros de outros autores, mas aumentar a venda no geral dificultando o acesso ao conteúdo grátis.

  2. Esse texto me parece bobo, assim como muitos outros deste site. Vocês mudaram a linha editorial, que antigamente era muito mais aberta e justa?

    De uns tempo para cá, caiu bastante a qualidade… que pena.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *