Amazon Fecha Acordo com 40 Editoras Japonesas

17/04/2012
 / 
por da Redação
 / 

No Japão, as coisas vivem empacadas quando o assunto é a Amazon. A empresa de Jeff Bezos até se estabeleceu por lá, mas não conseguiu levar o Kindle e a Kindle Store devido a uma séria de fatores.

Agora, parece que as coisas estão acontecendo. O site The Asahi Shimbum informa que a Amazon conseguiu fechar acordo de distribuição de livros digitais com mais de 40 editoras do Japão. Os principais acordados são a Gakken Holdings Co., uma grande editora, e as médias Shufunotomo Co. e PHP Inc. Outras 40 pequenas editoras fecharam contrato.

A Amazon vem negociando com editoras japonesas desde o ano passado. Mas as editoras japonesas levantaram objeções aos contratos apresentados pela Amazon, que afirmam que a empresa detém o direito de determinar os preços de varejo e pode continuar a distribuir os eBooks mesmo após a expiração dos contratos entre os autores, os editores e Amazon.

Em novembro, ambos os lados começaram a ceder um pouco. Enquanto que algumas editoras concordaram que a Amazon poderá determinar o preço dos eBooks, a gigante do eCommmerce concordou e não continuar a distribuição caso o acordo entre as partes termine.

Bezos afirmou que a data de lançamento da versão japonesa do Kindle será anunciado até o final deste ano.

Para publicar seu ebook ou livro impresso, nas principais livrarias online, conheça o serviço de publicação da Simplíssimo. Desde 2010 a Simplíssimo já comercializou mais de 1 milhão de exemplares, para mais de 1.500 autores e editoras. Veja como funciona.

 

17/04/2012
 / 
por da Redação
 / 

No Japão, as coisas vivem empacadas quando o assunto é a Amazon. A empresa de Jeff Bezos até se estabeleceu por lá, mas não conseguiu levar o Kindle e a Kindle Store devido a uma séria de fatores.

Agora, parece que as coisas estão acontecendo. O site The Asahi Shimbum informa que a Amazon conseguiu fechar acordo de distribuição de livros digitais com mais de 40 editoras do Japão. Os principais acordados são a Gakken Holdings Co., uma grande editora, e as médias Shufunotomo Co. e PHP Inc. Outras 40 pequenas editoras fecharam contrato.

A Amazon vem negociando com editoras japonesas desde o ano passado. Mas as editoras japonesas levantaram objeções aos contratos apresentados pela Amazon, que afirmam que a empresa detém o direito de determinar os preços de varejo e pode continuar a distribuir os eBooks mesmo após a expiração dos contratos entre os autores, os editores e Amazon.

Em novembro, ambos os lados começaram a ceder um pouco. Enquanto que algumas editoras concordaram que a Amazon poderá determinar o preço dos eBooks, a gigante do eCommmerce concordou e não continuar a distribuição caso o acordo entre as partes termine.

Bezos afirmou que a data de lançamento da versão japonesa do Kindle será anunciado até o final deste ano.

Para publicar seu ebook ou livro impresso, nas principais livrarias online, conheça o serviço de publicação da Simplíssimo. Desde 2010 a Simplíssimo já comercializou mais de 1 milhão de exemplares, para mais de 1.500 autores e editoras. Veja como funciona.

 

Esta página ainda não tem comentários. Quer comentar primeiro?

Deixe um comentário