Autores brasileiros podem vender ebooks diretamente na Amazon

Eduardo Melo (Simplíssimo) Ebooks, Mercado, Notícias 4 Comments

Autores do mundo todo podem publicar seus livros na Amazon, diretamente, através de um programa chamado KDP (Kindle Direct Publishing), e agora os brasileiros serão agraciados com esta possibilidade – recebendo os pagamentos por depósito bancário aqui no Brasil, uma vez que a Amazon já começou a enviar emails para os inscritos no programa KDP, pedindo estes dados. Antes, só era possível receber por cheque americano, algo quase impossível de descontar no Brasil sem pagar uma fortuna em tarifas bancárias.

Amazon oferece duas modalidades de direitos autorais – uma em que o autor recebe 35% das vendas, e outra que paga 70%. As duas modalidades apresentam diferenças, por exemplo, um livro vendido por menos que um certo valor só pode se enquadrar nos 35%; ou, quando o autor escolher receber 70% das vendas, a Amazon desconta uma parte do pagamento, conforme o tamanho em MB do arquivo do livro. Para o autor leigo, pode ser bastante complicado de entender, no começo.

Porém, a Amazon reservou uma pegadinha para os autores brasileiros. Para os brasileiros (e indianos), a Amazon definiu que, se o autor quiser receber 70% do valor das vendas, ele deverá vender seu ebook exclusivamente na loja do Kindle, ou seja, estará proibido de colocar o ebook à venda em qualquer outra loja – na Apple ou no Google, por exemplo. O autor ainda poderá colocar seu livro à venda nas outras lojas, mas terá, obrigatoriamente, de aceitar receber 35% das vendas. Comparativamente, a Apple paga 70% das vendas e não pede nenhum tipo de exclusividade – além de vender muito bem.

Por isso, na hora de colocar seu ebook à venda na Amazon, o autor deve estar atento a esta questão. É importante avaliar qual a melhor estratégia – concentrar as vendas apenas na Amazon e faturar um pouco mais ali, ou ganhar menos na Amazon, mas colocar seu ebook em mais canais de venda.

Para publicar seu livro em ebook ou impresso, nas principais livrarias online, conheça o serviço de publicação da Simplíssimo. Nossos números são difíceis de bater: desde 2010, a Simplíssimo comercializou mais de 1 milhão de exemplares e publicou mais de 1.000 ebooks e livros impressos. Veja como funciona a publicação para seu livro, aqui.

 

SimplíssimoAutores brasileiros podem vender ebooks diretamente na Amazon

Comments 4

  1. Acho muito legal essa iniciativa da Amazon no Brasil para aquecer o mercado emergente de eBooks. Principalmente pelo fato de eu trabalhar nesse meio.

    Porém, não gosto da política e muito menos do formato da Amazon. Esse negócio de querer limitar os próprios clientes um dia comprometerá ela mesma (claro, isso somente quando o serviço deles não for mais considerado por muitos o melhor/mais barato).

  2. Oi. Sou sócia da Editora Biancovilli, e nosso livro já estava na Amazon antes da chegada dela no Brasil. Nosso livro está inscrito no programa que repassa 70% para o autor, será que agora vão tentar passá-lo para o programa de 35%, mesmo este livro estando também à venda na Apple como aplicativo?!!! Vou procurar saber, mas seria ótimo um artigo de vocês sobre isso. Adoro o Revolução eBook! Abraços!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *