Barnes & Noble: Nook continua estagnado, mas venda de conteúdo mantém desempenho

Eber Freitas Notícias Deixe um comentário

O Nook ainda não está ajudando na receita da Barnes & Noble. Os números divulgados nesta semana mostram que praticamente não houve alteração em relação aos resultados do trimestre fiscal anterior: as vendas do setor (dispositivos e aplicativos) subiram de US$ 191,4 milhões para US$ 192 milhões.

Com o resultado modesto, as ações da varejista caíram 3,9%, para US$ 11,87. No acumulado do ano, o valor das ações já caiu 18%. De acordo com Michael Souers, analista da Standard & Poor’s, o fato se deve à desaceleração na demanda por dispositivos, negócio que experimentou um crescimento de 34% em 2011.

Há alguns dias, a B&N anunciou a expansão do setor Nook para a Grã-Bretanha, primeira para fora dos EUA, além da abertura de uma loja virtual exclusiva para o conteúdo digital comercializado no país. Há rumores de expansão para outras localidades, mas nada ainda sobre o Brasil.

As perdas líquidas no trimestre somam US$ 41 milhões, ou US$ 0,78 por ação. Não foi tão ruim, dado que analistas esperavam uma redução de US$ 0,90 por ação. No trimestre anterior – o último do ano fiscal de 2011 -, o prejuízo líquido reportado foi de US$ 57,7 milhões, ou US$ 1,08 por ação.

A parceria da B&N com a Microsoft que, juntas, formariam a subsidiária NewCo, ainda deve ser concluída nos próximos meses. A expectativa é de que a companhia de Bill Gates invista US$ 300 milhões no Nook em troca de uma participação de 18% na nova empresa. Outros US$ 305 milhões serão investidos em um período de cinco anos.

Bons resultados em impresso e digital

Assim como no período anterior, a receita da B&N experimentou um crescimento puxado pela venda de conteúdo impresso e digital. O aumento na receita desta vez foi de 2,5%, sendo que o total em vendas foi de US$ 1,45 bilhão – um pouco abaixo das projeçẽos de analistas, de US$ 1,49 bilhão.

As vendas de livros físicos, quem diria, aumentaram 8,3%. Se somar com a receita dos produtos do Nook, o crescimento foi de 7,6%. O segmento do varejo em geral teve um aumento de 2% nas vendas, totalizando US$ 1,12 bilhão. Livros como Fifty Shades of Grey têm feito a alegria da B&N. “Isso indica que o negócio do livro não está morto”, afirmou John Tinker, analista do Maxim Group LLC.

Via PublishersWeekly e Bloomberg

Para publicar seu livro em ebook ou impresso, nas principais livrarias online, conheça o serviço de publicação da Simplíssimo. Desde 2010 a Simplíssimo já comercializou mais de 1 milhão de exemplares, para mais de 1.000 autores e editoras. Veja como funciona a publicação para seu livro, aqui.

 

SimplíssimoBarnes & Noble: Nook continua estagnado, mas venda de conteúdo mantém desempenho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Currently you have JavaScript disabled. In order to post comments, please make sure JavaScript and Cookies are enabled, and reload the page. Click here for instructions on how to enable JavaScript in your browser.