Barnes & Noble Venderá Nook em 10 Países

29/06/2012
 / 
por da Redação
 / 

Finalmente alguma notícia da expansão internacional da B&N. Em um arquivo entregue à Comissão de Valores Imobiliários em que citam sua expansão a 10 países nos próximos 12 meses.

O documento fala da parceria com a Microsoft e a formação da spin off NewCo, e cita que a expansão deve atingir 10 milhões de usuários de Windows acessando o site do Nook. A expansão chegaria a usuários de Windows, iOS e Android, mas a B&N também deseja levar seus hardwares de leitura aos escolhidos.

Apesar de não deixar claro quais seriam esses países, Nate Hoffelder do The Digital Reader tem algumas apostas. O Canadá seria uma boa primeira opção, para tentar competir com a Kobo e sentir um pouco do mercado externo; documentos oficiais já falam dos Países Baixos e Alemanha.

Entre os 10 eu também chutaria a Austrália, a França, a Itália, Reino Unido (mesmo após o fracasso das negociações com a Waterstones) e, quem sabe, o Brasil. Quais outros fica sendo um mistério.

A expansão internacional, antes uma oportunidade, é agora uma obrigatoriedade para a B&N. Em segundo lugar nos Estados Unidos (bem, beeem longe da Amazon), ela terá seu terreno muito ameaçado e começará a ficar muito atrás dos outros. Apple e Amazon já correram, Google veio logo atrás e a Kobo já se prepara para alçar voo. Só falta a Barnes & Noble.

Para publicar seu ebook ou livro impresso, nas principais livrarias online, conheça o serviço de publicação da Simplíssimo. Desde 2010 a Simplíssimo já comercializou mais de 1 milhão de exemplares, para mais de 1.500 autores e editoras. Veja como funciona.

 

29/06/2012
 / 
por da Redação
 / 

Finalmente alguma notícia da expansão internacional da B&N. Em um arquivo entregue à Comissão de Valores Imobiliários em que citam sua expansão a 10 países nos próximos 12 meses.

O documento fala da parceria com a Microsoft e a formação da spin off NewCo, e cita que a expansão deve atingir 10 milhões de usuários de Windows acessando o site do Nook. A expansão chegaria a usuários de Windows, iOS e Android, mas a B&N também deseja levar seus hardwares de leitura aos escolhidos.

Apesar de não deixar claro quais seriam esses países, Nate Hoffelder do The Digital Reader tem algumas apostas. O Canadá seria uma boa primeira opção, para tentar competir com a Kobo e sentir um pouco do mercado externo; documentos oficiais já falam dos Países Baixos e Alemanha.

Entre os 10 eu também chutaria a Austrália, a França, a Itália, Reino Unido (mesmo após o fracasso das negociações com a Waterstones) e, quem sabe, o Brasil. Quais outros fica sendo um mistério.

A expansão internacional, antes uma oportunidade, é agora uma obrigatoriedade para a B&N. Em segundo lugar nos Estados Unidos (bem, beeem longe da Amazon), ela terá seu terreno muito ameaçado e começará a ficar muito atrás dos outros. Apple e Amazon já correram, Google veio logo atrás e a Kobo já se prepara para alçar voo. Só falta a Barnes & Noble.

Para publicar seu ebook ou livro impresso, nas principais livrarias online, conheça o serviço de publicação da Simplíssimo. Desde 2010 a Simplíssimo já comercializou mais de 1 milhão de exemplares, para mais de 1.500 autores e editoras. Veja como funciona.

 

Deixe um comentário