Bom no papel, mas péssimo no digital

Daniel Pavani Ebooks Deixe um comentário

Um livro disponível na Kindle Store e na Amazon levantou novamente a discussão entre as diferenças entre versões digitais e impressas dos livros. A obra em questão é o Dead Inside: Do not enter: Notes from the Zombie Apocalipse.

O grande problema do livro sobre zumbis é a forma como a história foi contada, com base em imagens de notas, escritas a mão. Isso, no papel, funciona muito bem e o livro fica muito bonito (vide na pré-visualização da Amazon) porém, quando é no Kindle a coisa fica bem diferente.

Exemplo do tipo de bilhete encontrado nas páginas do livro.

Este livro mostra claramente a limitação do Kindle para exibir páginas com material gráfico com mais detalhes e a história do apocalipse zumbi é um exemplo de que a experiência de leitura pode ser muito prejudicada no eReader.

O TeleRead destaca comentários de clientes que compraram a versão para Kindle, afirmando que muitas das páginas – no geral, todas as que contêm os bilhetes – são ilegíveis na tela do dispositivo. O Dead Inside, então, é um bom exemplo do cuidado extra que se deve ter ao produzir um eBook, para não fazer dele apenas uma conversão, mas sim uma versão digital do livro.

Para publicar seu livro em ebook ou impresso, nas principais livrarias online, conheça o serviço de publicação da Simplíssimo. Nossos números são difíceis de bater: desde 2010, a Simplíssimo comercializou mais de 1 milhão de exemplares e publicou mais de 1.000 ebooks e livros impressos. Veja como funciona a publicação para seu livro, aqui.

 

SimplíssimoBom no papel, mas péssimo no digital

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *