smashwords

CEO da Smashwords Comenta o Rumor da Apple

da Redação Ebooks, Notícias Deixe um comentário

Publicamos ontem a notícia de que é possível que a Apple esteja organizando para o final desse mês um evento que focará exclusivamente em publicação digital, e seria onde a empresa lançaria sua própria plataforma de auto-publicação, a exemplo de outras empresas como Amazon e Barnes & Noble.

Porém Mark Coker, CEO da empresa Smahwords – sistema de auto-publicação famoso nos EUA – duvida dessa afirmação. Segundo nota publicada no site eBookNewser, Coker disse:

“A Apple tem uma abordagem exclusiva (e na minha opinião, extremamente bem sucedida) para a aquisição de conteúdo em que eles mesmos complementam sua plataforma de auto-publicação com uma lista cuidadosamente selecionada de agregadores recomendados. O Smashwords está na lista desde o lançamento da iBookstore. Todos os agregadores são sujeitos a auditorias frequentes onde a Apple examina todos os aspectos de nosso negócio para a nossa capacidade de servir seus editores, e se algum de nós não fazer o corte, estamos excluídos do programa.”

Coker acredita que não exista nenhuma outra empresa que faça tal seleção como a Apple faz, e isso é verdade. Quase todo desenvolvedor de aplicativos para a plataforma iOS já passou pela rejeição de um produto por qualquer mínimo problema. E livros com pornografia ou assuntos parecidos são recusados também.

“Ao contrário de outros, a Apple incentiva autores e editoras a oferecer livros através de seus agregadores. A Apple percebe que vai ganhar uma comissão de 30% não importando se o livro venha de um agregador ou de sua própria plataforma, e os livros provenientes de agregadores são mais rentáveis ​​para a Apple, pois eles podem ser obtidos a baixo custo (sem necessidade de investir milhões de dólares a longo prazo para manter o pessoal de sua própria plataforma) e maior escalabilidade do que de uma plataforma própria.”
É, pode ser que ele esteja certo, mas na minha opinião a Apple tem um enorme gosto por controlar completamente todo o seu conteúdo. Não há agregadores para músicas e nem para aplicativos, porque manteria isso com os eBooks? Eu acredito nos rumores, e acho que a Apple irá lançar sim uma plataforma própria.

Smashwords divulga resultados de 2011

Enquanto o CEO está dando declarações sobre a Apple, a empresa também divulgou seus resultados de 2011. O grande artigo foi publicado no site TeleRead, e você pode acompanhá-lo na íntegra pelo link. O gráfico abaixo dá uma ideia geral do desempenho. O aumento tanto de eBooks como de autores/editoras foi bem significativo.

Dados Smashwords 2011

A meta para 2011 era de chegar a 75 mil eBooks, e esse número foi bem ultrapassado. Foram 92.500 livros publicados no sistema e um total de 34 mil autores ou editoras, esses comparados a 12.100 em 2010. “Lancei o Smashwords há quatro anos com a idéia louca de mudar a maneira como os livros eram publicados, comercializados e vendidos. Eu acreditava que autores deveriam ter a liberdade de publicar diretamente aos seus leitores sem a interferência de barreiras de publicação.” afirma Coker.

No artigo, o CEO da empresa também comenta a respeito dos autores independentes, e acha que se esse movimento fosse uma pessoa, estaria entrando na puberdade agora:

“Autores independentes, livre das práticas de herança e estruturas empresariais custosas das editoras de grande porte, estão começando a sentir que a coisa está andando. Se o movimento dos autores indies fosse uma pessoa, estaria entrando apenas agora na puberdade. Está nesse estágio inábil e espinhento da vida. Os participantes são preenchidos com desenfreado otimismo para o futuro, confiantes de que estão escrevendo as novas regras para o futuro (e estão!).
Isso mostra que a publicação independente é sim um caminho sólido e sem volta. Ainda ocorrerão mudanças, um filtro ainda é necessário,mas com certeza esse será um mercado em expansão em 2012.

Para publicar seu ebook ou livro impresso, nas principais livrarias online, conheça o serviço de publicação da Simplíssimo. Desde 2010 a Simplíssimo já comercializou mais de 1 milhão de exemplares, para mais de 1.500 autores e editoras. Veja como funciona.

 

Sobre o autor

da Redação

Para entrar em contato com a redação do Revolução eBook, escreva para sac@simplissimo.com.br

SimplíssimoCEO da Smashwords Comenta o Rumor da Apple

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *