A Cilada do Preço de Agência

da Redação Ebooks, Notícias Deixe um comentário

Nos Estados Unidos e na Europa acontecem nesse momento investigações do governo contra a Apple e outras cinco das Big Six. Por enquanto, nada foi decidido, e isso se deve ao beco sem saída em que se encontram os responsáveis pelo caso.

Saiba aqui o que é e como funciona o preço de agência.

Essa semana, a Federação dos Consumidores da América enviou uma carta ao subcomitê antitruste do Comitê Judiciário do Senado norte-americano, informando que a adoção do preço fixo pode custar US$200 milhões a mais para o consumidor final, em um acordo ilegal por parte da empresa de Cupertino e as editoras.

O problema nisso tudo tem a ver com a Amazon, que não está sendo sequer investigada. Ela está fora desse acordo porque o preço de agência é justamente uma tentativa de aplacar o poder da empresa de Jeff Bezos sobre o mercado editorial.

Exigindo preços de US$9,99 para eBooks, a Amazon estava deixando as grandes editoras irritadas, pois de acordo com elas esse valor torna o negócio inviável.

Assim, se o governo decidir a punição dos envolvidos e o fim do acordo e do preço de agência, a Amazon sairá fortalecida e com mais domínio sobre o mercado editorial digital. Se o acordo puder ser mantido, as grandes editoras continuarão com uma medida prejudicial ao consumidor.

Por isso, o processo está sendo arrastado, ninguém sabe para qual lado deve pender a balança.

Com informações do Good E-Reader.

Para publicar seu livro em ebook ou impresso, nas principais livrarias online, conheça o serviço de publicação da Simplíssimo. Nossos números são difíceis de bater: desde 2010, a Simplíssimo comercializou mais de 1 milhão de exemplares e publicou mais de 1.000 ebooks e livros impressos. Veja como funciona a publicação para seu livro, aqui.

 

SimplíssimoA Cilada do Preço de Agência

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *