Fenômenos da autopublicação nos EUA chegam ao mercado brasileiro

Eduardo Melo (Simplíssimo) Ebooks, Mercado, Notícias Deixe um comentário

Saiba mais sobre as trajetórias de Amanda Hocking, Elle Casey e Jessica Sorensen, que ficaram famosas vendendo e-books.

Em um passado não muito distante, o principal alavancador de carreiras literárias na internet eram os blogs. Dessa plataforma saiu uma geração inteira de novos autores quase independentes. Quase, porque muitos precisaram ser encontrados por editoras de renome para que pudessem fazer da literatura profissão. Com a popularização de leitores digitais e a venda de e-books por sites como a Amazon e a loja da Apple, uma etapa pôde ser pulada. Escritores anônimos passaram a disponibilizar suas obras digitalmente, sempre a preços módicos, diretamente nas lojas on-line. Desse método nasceram fenômenos da chamada autopublicação. Embora o meio ainda não tenha se popularizado no Brasil, estrelas de diferentes grandezas, dedicadas à literatura jovem-adulta nos EUA, começam a publicar por aqui. Desta vez por intermédio de editoras tradicionais. Entre os nomes selecionados estão Amanda Hocking (Rocco), Jessica Sorensen e Elle Casey (Geração Editorial) e Colleen Hoover (Galera Record). Sem falar no autor de ficção científica Hugh Howey, da série “Wool” (Intrínseca). Amanda foi publicada em março. As outras autoras serão lançadas em junho. E Howey, em setembro.

Para publicar seu livro em ebook ou impresso, nas principais livrarias online, conheça o serviço de publicação da Simplíssimo. Nossos números são difíceis de bater: desde 2010, a Simplíssimo comercializou mais de 1 milhão de exemplares e publicou mais de 1.000 ebooks e livros impressos. Veja como funciona a publicação para seu livro, aqui.

 

SimplíssimoFenômenos da autopublicação nos EUA chegam ao mercado brasileiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *