Conflito entre tecnologia e realidade: escola gaúcha teve 110 netbooks furtados

Eduardo Ebooks, Notícias 0 Comments

Em Porto Alegre (RS), ladrões furtaram 110 netbooks de uma escola pública estadual. Os aparelhos, utilizados por alunos do 1º ao 9º ano, foram furtados na madrugada de 08 de junho. Desde então, um policial civil foi preso, acusado de receptação qualificada, e somente 36 aparelhos foram recuperados.

A reportagem do site G1 entrevistou a diretora da escola furtada, que declarou a inexistência de câmeras ou alarmes.

Opinião

O uso da tecnologia nas escolas brasileiras é discutido há anos por educadores e profissionais do ramo no que toca à pedagogia, formatos, aparelhos, etc. Nestas discussões, é pouco frequente surgirem na pauta questões mais mundanas, como a violência que circunda muitas escolas. Já assisti vários eventos e até palestrei sobre o tema, então comento por experiência. De que adianta os governos aparelharem escolas com equipamentos eletrônicos, sem proporcionar a estrutura, absolutamente básica e necessária, para garantir a segurança deste caro patrimônio? Dispositivos de segurança não impedem furtos, nem mesmo em bancos, mas servem para dissuadir os bandidos e dificultar suas ações.

SimplíssimoConflito entre tecnologia e realidade: escola gaúcha teve 110 netbooks furtados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *