Arquivo

Dados São Importantes, Mas as Editoras Não os Detém

da Redação Notícias Deixe um comentário

Algumas coisas são mais importantes do que podemos perceber. Além do conteúdo que as editoras preparam e publicam, além do público que devem atingir e tantas outras coisas, estão os dados. Antes dos eBooks eles já eram importantes, mas não existiam na quantidade em que estão disponíveis hoje.

São esses preciosos dados que ajudam a definir as publicações seguintes, o preço das obras, onde um título deve ser vendido e qual o verdadeiro público de um volume. Atualmente, com a profusão de aplicativos e compras pela internet, é possível definir, inclusive, onde está seu leitor, que horas ele lê, quando lê mais, quais capítulos interessaram mais, quais partes do eBook foram mais grifadas, entre milhares de outros dados riquíssimos.

Entretanto, se formos parar para pensar, quem detém esses dados de grande valia para as editoras? Não são elas, infelizmente. Esses dados ficam nas mãos de lojas virtuais e aplicativos, ambos geralmente muito fechados com o que conseguem, uma vez que são informações valiosas. Pense em qual tipo de dado qualificado tem a Amazon, o Google ou o Facebook. Mais do que você pode imaginar.

A propriedade desses dados faz com que o Facebook saiba tudo o que seus usuários querem, faz com que o atendimento da Amazon seja visto como um dos mais eficientes do mundo. Esses dados nas mãos de editoras trariam conteúdo mais seguro de publicação e vendas, e que agradaria mais o leitor. É necessário e possível conhecer cada detalhe do que seu leitor faz ou lê, compra ou quer, tanto para editoras como para autores.

Mas não é impossível obter dados de seus leitores. Aplicativos proprietários podem fazer isso, assim como serviços de leitura na nuvem, venda pelo site da editora, etc. Mas isso causa fragmentação, dificulta a vida do leitor. É preciso pensar em novas soluções para que tenhamos dados precisos e preciosos à mão sem perder leitores por causa da confusão.

Com informações do Digital Book World.

Para publicar seu livro em ebook ou impresso, nas principais livrarias online, conheça o serviço de publicação da Simplíssimo. Nossos números são difíceis de bater: desde 2010, a Simplíssimo comercializou mais de 1 milhão de exemplares e publicou mais de 1.000 ebooks e livros impressos. Veja como funciona a publicação para seu livro, aqui.

 

SimplíssimoDados São Importantes, Mas as Editoras Não os Detém

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *