Designer de eBooks: Uma Nova Profissão?

07/10/2011
 / 
por da Redação
 / 

Tenho acompanhado o Fernando Tavares (um dos sócios-fundadores da Simplíssimo) em diversas turmas do workshop Como produzir eBooks no formato ePub. Assim, tenho observado as dúvidas das mais de 60 pessoas que já passaram por lá.

A grande maioria trabalha no mercado editorial, seja com design, produção, coordenação, etc. As questões são muitas, mas uma das que mais chamou a minha atenção foi a questão sobre a profissão do designer de eBooks.
Afinal, essa ocupação é um designer gráfico que adquire conhecimentos de CSS e HTML ou um programador que se volta para o mercado editorial?

Dou minha opinião de designer gráfico que estuda o mercado editorial digital: estamos vendo aqui o nascimento de uma nova profissão, o designer de livros digitais.

Apesar de um designer de livros digitais possuir muitas das características de ambas as profissões que eu citei, não há como negar que essa é uma profissão única e nova.

 

Quais os requisitos dessa profissão?

Tanto um designer gráfico quanto um webdesigner ou programador podem entrar nesse campo, mas para os dois casos uma especialização será exigida. Listemos aqui as exigências para essa carreira:

  • Bons conhecimentos em InDesign CS5.5, incluindo tabulação, estilização, diagramação e fechamento em ePub;
  • Tratamento de imagens básico para que o profissional possa saber como salvar imagens nos formatos e tamanhos corretos;
  • Bons conhecimentos em CSS3 e XHTML para o refinamento do arquivo. Nada muito complexo, mas quanto maior o conhecimento, mais valorizado é o profissional;
  • Conhecimentos em formatos de arquivo, para saber diferenças entre ePub, PDF, mobi e outros, sugerindo a melhor aplicação em cada caso;
  • Conhecimentos das plataformas disponíveis para conhecer suas limitações e aplicações (ADE, iPad, Kindle, PD, Alfa, etc…);
  • Atualização constante de todas as novidades do mercado, seja em relação aos formatos como em relação às plataformas, já que esse é um mercado em plena expansão e mudança.

É tão importante assim contratar esse profissional?

Editoras serão altamente recomendadas a possuírem uma equipe específica para a produção dos livros digitais, pois ao contrário do que muitos pensam a conversão (ou produção) de eBooks de qualidade requer tempo. Isso não poderá ser feito entre um trabalho e outro do designer gráfico ou do webdesigner da editora.

Será necessário possuir expertise no assunto para que a qualidade dos arquivos possa ser garantida. Só alguém que possui as características que eu citei acima poderá garantir um bom produto a uma editora.

 

Como é possível se especializar?

Na internet é possível encontrar toneladas de materiais ensinando tudo a respeito de livros digitais. Mas aqui vão algumas dicas:

Boa sorte!

Para publicar seu ebook ou livro impresso, nas principais livrarias online, conheça o serviço de publicação da Simplíssimo. Desde 2010 a Simplíssimo já comercializou mais de 1 milhão de exemplares, para mais de 1.500 autores e editoras. Veja como funciona.

 

07/10/2011
 / 
por da Redação
 / 

Tenho acompanhado o Fernando Tavares (um dos sócios-fundadores da Simplíssimo) em diversas turmas do workshop Como produzir eBooks no formato ePub. Assim, tenho observado as dúvidas das mais de 60 pessoas que já passaram por lá.

A grande maioria trabalha no mercado editorial, seja com design, produção, coordenação, etc. As questões são muitas, mas uma das que mais chamou a minha atenção foi a questão sobre a profissão do designer de eBooks.
Afinal, essa ocupação é um designer gráfico que adquire conhecimentos de CSS e HTML ou um programador que se volta para o mercado editorial?

Dou minha opinião de designer gráfico que estuda o mercado editorial digital: estamos vendo aqui o nascimento de uma nova profissão, o designer de livros digitais.

Apesar de um designer de livros digitais possuir muitas das características de ambas as profissões que eu citei, não há como negar que essa é uma profissão única e nova.

 

Quais os requisitos dessa profissão?

Tanto um designer gráfico quanto um webdesigner ou programador podem entrar nesse campo, mas para os dois casos uma especialização será exigida. Listemos aqui as exigências para essa carreira:

  • Bons conhecimentos em InDesign CS5.5, incluindo tabulação, estilização, diagramação e fechamento em ePub;
  • Tratamento de imagens básico para que o profissional possa saber como salvar imagens nos formatos e tamanhos corretos;
  • Bons conhecimentos em CSS3 e XHTML para o refinamento do arquivo. Nada muito complexo, mas quanto maior o conhecimento, mais valorizado é o profissional;
  • Conhecimentos em formatos de arquivo, para saber diferenças entre ePub, PDF, mobi e outros, sugerindo a melhor aplicação em cada caso;
  • Conhecimentos das plataformas disponíveis para conhecer suas limitações e aplicações (ADE, iPad, Kindle, PD, Alfa, etc…);
  • Atualização constante de todas as novidades do mercado, seja em relação aos formatos como em relação às plataformas, já que esse é um mercado em plena expansão e mudança.

É tão importante assim contratar esse profissional?

Editoras serão altamente recomendadas a possuírem uma equipe específica para a produção dos livros digitais, pois ao contrário do que muitos pensam a conversão (ou produção) de eBooks de qualidade requer tempo. Isso não poderá ser feito entre um trabalho e outro do designer gráfico ou do webdesigner da editora.

Será necessário possuir expertise no assunto para que a qualidade dos arquivos possa ser garantida. Só alguém que possui as características que eu citei acima poderá garantir um bom produto a uma editora.

 

Como é possível se especializar?

Na internet é possível encontrar toneladas de materiais ensinando tudo a respeito de livros digitais. Mas aqui vão algumas dicas:

Boa sorte!

Para publicar seu ebook ou livro impresso, nas principais livrarias online, conheça o serviço de publicação da Simplíssimo. Desde 2010 a Simplíssimo já comercializou mais de 1 milhão de exemplares, para mais de 1.500 autores e editoras. Veja como funciona.

 

  1. É, felizmente tuas palavras, colocações e visão, me fizeram colocar “os pés no chão”! Acho que “agora” consegui separar o “joio do trigo”.

    E, ao menos eu, vou precisar de muito mais do que ‘sorte’.

    Preciso de uma vez por todas tomar vergonha na cara, e triplicar os estudos, leituras, cursos e práticas sobre como me tornar um “Designer de E-books”.

    Muitos se encaixam nesse perfil, mas, como ensinam o mais adiantados que, se queremos atingir metas e alcançarmos objetivos para os quais nos propomos, que nos preparemos de forma adequada para tal. Caso contrário, além de não “chegarmos lá”, iremos nos sentir frustrados.

    Sabemos de várias histórias de vidas, ‘raras é verdade’, de pessoas que de tanto persistirem, resistirem e acreditarem que podiam, que se mantivessem “o foco”, “a meta”, conseguiriam realizar tal feito, e conseguiram!

    Creio que o “caminho das pedras”, o “mapa da mina”, “as setas no caminho”, após leitura deste artigo, e outros deste espaço, me foram dadas.

    Todos nós podemos ‘chegar lá’, é verdade, mas se não houver MUITO mais do que o simples desejo, certamente ou nos perderemos ou ficaremos no meio do caminho!

    Parabéns e obrigado pela postagem!

    1. Que bom que te ajudou! Boa sorte com esse novo caminho! Tente o livro ePub straight to the point, da Liz Castro. Dá pra começar. E a Simplíssimo também tem cursos teóricos e práticos na áera.

Deixe um comentário