Ebooks respondem por 17% da receita da Penguin em 2012

da Redação Mercado, Notícias Deixe um comentário

Quando um plano de negócios é bem feito, não tem erro: bons resultados virão. Essa mesma sentença vale para os eBooks. Na Cultura, por exemplo, 3% dos livros vendidos são digitais, número alcançado após a parceria com a Kobo. Já na Penguin, uma das maiores editoras do mundo, 17% da receita global é oriunda da venda de livros digitais, resultado expressivo contra os 12% de 2011.

Os dados foram divulgados pelo Grupo Pearson em um relatório com resultados financeiros preliminares de 2012. A receita global do conglomerado – que, além da Penguin, inclui o jornal Financial Times e outras empresas de educação – foi de US$ 9,2 bilhões, o que indica que o faturamento com eBooks não foi menos do que significativo. Já a receita geral teve crescimento de apenas 1%.

O relatório também informa a aquisição de 45% da Companhia das Letras no Brasil como parte da estratégia de expansão da Penguin. Mas o país onde as vendas de eBooks mais cresceram foi nos Estados Unidos: lá, os livros digitais contabilizaram 30% da receita da unidade local, contra 20% em 2012.

As vendas de aplicativos cresceram mais de 200%, com destaque para livros como “Anne Frank: The Diary of a Young Girl”, construídos e vendidos no formato de apps.

Todavia, a Penguin Books deixará de existir, depois que a transação envolvendo a Bertelsmann for concluída. As duas casas editoriais das companhias – Penguin e Random House – devem se tornar uma só, e a Pearson vai controlar 47% da nova empresa, enquanto a Bertelsmann irá deter os 53% restantes.

Com informações do GoodEreader

Para publicar seu ebook ou livro impresso, nas principais livrarias online, conheça o serviço de publicação da Simplíssimo. Desde 2010 a Simplíssimo já comercializou mais de 1 milhão de exemplares, para mais de 1.500 autores e editoras. Veja como funciona.

 

Sobre o autor

da Redação

Para entrar em contato com a redação do Revolução eBook, escreva para sac@simplissimo.com.br

SimplíssimoEbooks respondem por 17% da receita da Penguin em 2012

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Currently you have JavaScript disabled. In order to post comments, please make sure JavaScript and Cookies are enabled, and reload the page. Click here for instructions on how to enable JavaScript in your browser.