Imagem - efeito dominó

O Efeito Amazon

Eduardo Melo (Simplíssimo) Ebooks, Mercado 3 Comments

Ontem, com a notícia do lançamento do Kindle Paperwhite se espalhando, os consumidores de ebooks no Brasil foram brindados com propagandas por email da Livraria Cultura, Google e IBA.

Imagem - efeito dominó

A Cultura fechou uma parceria com a Companhia das Letras, oferecendo alguns livros selecionados da editora com 50% de desconto. Uma boa promoção, sem dúvida. Além disso, colocou o preço do Kobo Glo no programa de descontos da Livraria e está oferecendo um desconto de R$ 50 no preço normal do aparelho, que caiu de R$ 449 para R$ 399.

O Google não ofereceu descontos, nem nada, mas perguntou aos usuários do Gmail se eles já leram um livro da Google Play, a loja de conteúdo da empresa.

A IBA, que nos últimos tempos está recebendo bastante divulgação nos veículos do seu controlador (Editora Abril), enviou um email com alguns “descontos” nos ebooks – se é que se pode chamar de “desconto” um abatimento de apenas 5% nos preços. Uma antologia de poemas de Fernando Pessoa, por R$ 3, mostra uma boa intenção.

A intensidade destas reações, embora diversas, mostra o quanto as livrarias (à exceção, notadamente, da Saraiva) estão preocupadas com os movimentos da Amazon. É muito interessante, divertido mesmo, observar que existe um “efeito Amazon”, uma reação imediata do mercado após o lançamento de qualquer produto ou serviço relacionado ao Kindle. A Amazon dá um espirro, todos correm para espirrar também, mais alto e com o lenço mais bonito. Sorte dos leitores, que neste ambiente mais competitivo colhem mais vantagens e promoções, do que até bem pouco tempo atrás. Bem que a Amazon poderia lançar um serviço novo por semana…

SimplíssimoO Efeito Amazon

Comments 3

  1. Todos os livros dessa “promoção” da Cultura estão com o mesmo preço ou menos (20 centavos num caso) no site da amazon.com.br. Já a promoção do aparelho Kobo foi uma boa jogada. Só um alerta, quem compra na livraria não tem direito a trocar o aparelho se se arrepender e quiser trocar por exemplo o kobo touch pelo glo. Sei disso pelo relato de uma colega de trabalho.

    1. A promoção de e-books está mesmo em várias livrarias, assim como aquela promoção de 9,90 que a Amazon divulga toda semana está sempre nas outras também. Vai da vontade de cada loja de investir na divulgação.

  2. Pena que a Amazon Brasil ainda não aceite cartões de crédito nacionais na compra dos ebooks… a transação só completa se usar cartão internacional, que é uma pena pois essa politica da empresa acaba limitando o numero de consumidores comprando no site. Menos consumidores aptos a comprar, menos pressão no resto do mercado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *