Entrevista com Jeff Bezos, CEO da Amazon: comentários sobre Kindle, tablets, PDFs e consumidores

Eduardo Melo (Simplíssimo) Ebooks, Notícias 1 Comment

Durante o final de semana, o blogueiro Len Edgerly publicou o áudio e o texto completo de uma entrevista de 18 minutos com Jeff Bezos, fundador e CEO da Amazon. Traduzimos aqui os trechos mais interessantes: os comentários de Jeff Bezos sobre seus hábitos de leitura, sua visão de como a mídia digital interfere na produção e no consumo de conteúdo (e o papel do Kindle nisto), e como a Amazon procura encarar seus clientes. O líder da Amazon revela que usa tanto o Kindle e-ink quanto o Kindle tablet, e explica como foi a experiência da Amazon tentar vender PDF’s nas primeiras tentativas da empresa no mercado de eBooks.

e-ink vs. Tablets

LE: Fiquei surpreso com o quanto eu leio no Fire, porque eu era um amante do E Ink. Qual é o seu volume de leitura no Fire, comparado ao e-ink.

JB: Bem, eu carrego os dois dispositivos, e realmente gosto de ler revistas no Fire. Então, para revistas e jornais, eu prefiro a experiência do Fire. Quando pego um livro de formato longo, lendo um romance, realmente prefiro o dispositivo com E Ink, acho que em parte porque pesa menos, é mais leve. É mais fácil nos meus olhos. Para as sessões de leitura longas e antes de dormir, eu gravito em torno do meu Kindle, e depois para muitas outras coisas eu uso o Fire.

LE: Comparado com Kindle Fire e os aplicativos do Kindle, o E Ink ainda mantém seu papel como uma espécie de Cadillac dos dispositivos dedicados só para leitura. Existem coisas que você pode fazer com os Kindles E Ink que você não pode fazer no Fire. Você acha que o apelo dos eReaders dedicados pode diminuir, à medida que os dispositivos que tem várias utilidades (tablets) ficam melhores e oferecem uma leitura melhor?

JB: Não. Eu acho que para os leitores sérios, sempre haverá lugar para um dispositivo dedicado só para leitura, porque eu acho que você vai ser capaz de construir um dispositivo que é mais leve, algo importante para muitas pessoas, tem melhor legibilidade, se o que você está fazendo é ler textos. Você sabe, assim que você precisa fazer um dispositivo que faça um monte de coisas, ele deixa de ser ótimo para fazer uma única coisa. E assim, enquanto eu acho que o tablet, os dispositivos de LCD como Kindle Fire vão ficar melhores e melhores e melhores, eu acho que os dispositivos construídos só para leitura, como o nosso Kindle com tinta eletrônica, também vão continuar a ficar melhores e melhores e melhores.

Você pode fazer alpinismo com tênis? Sim, mas se você é um alpinista de verdade, pode querer botas. E assim as duas coisas, eu acho, vão continuar a coexistir.

A missão da Amazon, PDFs e o conteúdo cada vez mais curto

LE: A missão da Amazon é oferecer todos os livros já publicados, em qualquer idioma, em até 60 segundos em qualquer parte do mundo. Como o mundo seria melhor, se você conseguisse isso?

JB: Em primeiro lugar, gostaria de tomar isso como um artigo de fé. Eu acho que se as pessoas lerem mais, isso é um mundo melhor. Então eu colocaria isso como um artigo de fé. Mas, você sabe, nós, seres humanos, nós co-evoluimos com nossas ferramentas. Nós mudamos as nossas ferramentas, e depois as ferramentas nos mudam. E se você olhar para a era digital, quase todo o tipo de mídia, à medida que é digitalizado, mais pessoas têm sido capazes de acessá-lo. E muito da digitalização do texto tem sido sob a forma curta. São artigos curtos, artigos de jornais curtos e assim por diante.

E realmente, até o Kindle chegar, nada na era digital tornava mais fácil ler o texto longo. As pessoas não querem ler texto longo em seu laptop. Tentamos isso, na verdade. Oferecemos livros para as pessoas comprarem, em PDFs e outras formas. Você precisava de um microscópio eletrônico para encontrar as vendas. Ninguém queria isso.

Nesse sentido em que estamos co-evoluindo com nossas ferramentas, uma das coisas que o Kindle faz é tornar mais fácil para as pessoas lerem textos longos. Eu acredito que isso também significa que as pessoas terão períodos mais longos de atenção. Você sabe, uma das razões para as pessoas sentirem que a concentração fica reduzida a períodos mais curtos, é porque muitas das mídias digitais estão diminuindo a escala dos meios de comunicação. Assim, os vídeos do YouTube têm oito minutos de duração, e posts em blogs são dois parágrafos longos. Portanto, não é surpreendente. Se é isso que você consome durante todo o dia, é isso que seu cérebro se acostuma a consumir. E o Kindle ajuda a empurrar na direcção oposta.

O consumidor

LE: Você acha que nunca vai chegar um momento em que 60 segundos vai parecer muito tempo para baixar um livro?

JB: Eu posso te dizer que a maioria dos downloads, agora, demoram menos do que isso. Nós anunciamos livros em 60 segundos, mas na verdade é muito mais rápido.

Eu também posso dizer-lhe que uma das coisas que me faz levantar de manhã é saber que as expectativas dos clientes estão sempre subindo, e eu acho isso muito excitante. Você sabe, esta é uma equipe de missionários, e nós gostamos de encarar esses tipos de desafios.

—-

Para ler a entrevista completa, veja a transcrição em inglês no site Kindle Nation Daily. Se você preferir, pode baixar o áudio completo da entrevista (em inglês).

Para publicar seu livro em ebook ou impresso, nas principais livrarias online, conheça o serviço de publicação da Simplíssimo. Nossos números são difíceis de bater: desde 2010, a Simplíssimo comercializou mais de 1 milhão de exemplares e publicou mais de 1.000 ebooks e livros impressos. Veja como funciona a publicação para seu livro, aqui.

 

SimplíssimoEntrevista com Jeff Bezos, CEO da Amazon: comentários sobre Kindle, tablets, PDFs e consumidores

Comments 1

  1. Gostei de ler esta entrevista e ver que a Amazon pensa no leitor, porque quem gosta de ler, gosta do e-ink, a leitura em tablet é muito desconfortável para uma leitura mais de uma hora. Vida longa ao e-reader contra muitas previsões para quem não gosta de leitura e por isso não gosta do e-reader.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *