Google Trará Compra de eBooks Pela Conta do Celular ao Brasil

07/05/2012
 / 
por da Redação
 / 

Enquanto a Apple fica empacada em suas vendas em dólares dentro do Brasil, há quem esteja correndo para resolver problemas de forma muito mais prática. Como é mais fácil você pagar por um livro, tirando notas de dinheiro do bolso e pagando pelo livro em uma livraria ou adquirindo o título com um clique, iniciando imediatamente a leitura e pagando pelo título na hora, a partir de créditos pré depositados ou em uma fatura posterior?

Uma notícia nO Globo informa que o Google venderá músicas, filmes e livros aqui no Brasil nos próximos meses, e está prestes a por em prática o pagamento pelo celular, descontado posteriormente na fatura do telefone. “O Google Play é um mercado de conteúdo digital. Vamos lançar todos os tipos de conteúdo. Livros chegam no Brasil em alguns meses. E, para isso, vamos ter uma nova forma de pagamento, na fatura dos telefones móveis. Isso vai abrir o conteúdo digital de uma forma incrível” afirma Hugo Barra, brasileiro que responde pela área móvel da Google em todo o mundo.

Segundo a reportagem, ao se cadastrar no Google Play o usuário terá de confirmar, via celular, o CEP. Após isso, as compras estão liberadas. O executivo ressaltou que as ativações de Android aumentaram 400% no Brasil no ano passado. E o potencial de crescimento em toda a América Latina é enorme.

Eis aí uma solução competente. Pagamentos pelo celular são o futuro, e essa é uma forma prática e fácil de começar essa onda por aqui. A maioria dos aparelhos no Brasil são pré-pagos, e permitir o pagamento com esses créditos é uma facilidade que o povo brasileiro vai aproveitar com certeza. Essa é uma estratégia tão boa quanto a compra por um clique da Amazon, e deve render um bom público ao Google Play, ainda mais por ter uma miríade de plataformas disponíveis e ser preferência de sistema operacional móvel no país.

Para publicar seu ebook ou livro impresso, nas principais livrarias online, conheça o serviço de publicação da Simplíssimo. Desde 2010 a Simplíssimo já comercializou mais de 1 milhão de exemplares, para mais de 1.500 autores e editoras. Veja como funciona.

 

07/05/2012
 / 
por da Redação
 / 

Enquanto a Apple fica empacada em suas vendas em dólares dentro do Brasil, há quem esteja correndo para resolver problemas de forma muito mais prática. Como é mais fácil você pagar por um livro, tirando notas de dinheiro do bolso e pagando pelo livro em uma livraria ou adquirindo o título com um clique, iniciando imediatamente a leitura e pagando pelo título na hora, a partir de créditos pré depositados ou em uma fatura posterior?

Uma notícia nO Globo informa que o Google venderá músicas, filmes e livros aqui no Brasil nos próximos meses, e está prestes a por em prática o pagamento pelo celular, descontado posteriormente na fatura do telefone. “O Google Play é um mercado de conteúdo digital. Vamos lançar todos os tipos de conteúdo. Livros chegam no Brasil em alguns meses. E, para isso, vamos ter uma nova forma de pagamento, na fatura dos telefones móveis. Isso vai abrir o conteúdo digital de uma forma incrível” afirma Hugo Barra, brasileiro que responde pela área móvel da Google em todo o mundo.

Segundo a reportagem, ao se cadastrar no Google Play o usuário terá de confirmar, via celular, o CEP. Após isso, as compras estão liberadas. O executivo ressaltou que as ativações de Android aumentaram 400% no Brasil no ano passado. E o potencial de crescimento em toda a América Latina é enorme.

Eis aí uma solução competente. Pagamentos pelo celular são o futuro, e essa é uma forma prática e fácil de começar essa onda por aqui. A maioria dos aparelhos no Brasil são pré-pagos, e permitir o pagamento com esses créditos é uma facilidade que o povo brasileiro vai aproveitar com certeza. Essa é uma estratégia tão boa quanto a compra por um clique da Amazon, e deve render um bom público ao Google Play, ainda mais por ter uma miríade de plataformas disponíveis e ser preferência de sistema operacional móvel no país.

Para publicar seu ebook ou livro impresso, nas principais livrarias online, conheça o serviço de publicação da Simplíssimo. Desde 2010 a Simplíssimo já comercializou mais de 1 milhão de exemplares, para mais de 1.500 autores e editoras. Veja como funciona.

 

Esta página ainda não tem comentários. Quer comentar primeiro?

Deixe um comentário