Logotipo E-Ink

E-Ink Relata Prejuízo no Trimestre – Amazon Pode Ter Vendido Menos Kindles do Que Esperava

da Redação Notícias 0 Comments

O clima não está muito bom em Taiwan, onde fica a sede da E-Ink, maior e melhor fabricante da tecnologia de papel eletrônico do mundo. Alguns dias atrás, a empresa registrou fortes perdas no primeiro trimestre de 2012, e medidas de austeridade estão sendo aplicadas para contornar os problemas. Alguns empregados estão sendo convidados a passar alguns dias sem pagamento em casa, enquanto o salário de diretores e executivos deverá sofrer uma queda de 10 a 20%.

Logotipo E-Ink

O motivo pode ser seu maior comprador, a Amazon. De acordo com o CEO da E-Ink, Scott Lui, a Amazon foi muito otimista no final do ano passado, e encomendou telas demais com a empresa. Por não ter vendido o suficiente e ainda possuir eReaders em seus estoques, quase nada foi encomendado à empresa taiwanesa nesse primeiro trimestre. Mas Liu está otimista. A Amazon não é sua única compradora, e o lançamento de novos aparelhos devem reaquecer o mercado – como o Nook Glow Light e até um Kindle com tela iluminada. A E-Ink também produz para sinalização, etiquetas eletrônicas, quadros brancos e outros monitores em que ter um display estável é mais importante do que o custo adicional da tela.

Com essa notícia, o que dizem por aí pode estar se confirmando: tablet menores e mais baratas, como o Kindle Fire, estão canibalizando as vendas de eReaders de tela monocromática.

Com informações do TeleRead e The Digital Reader.

SimplíssimoE-Ink Relata Prejuízo no Trimestre – Amazon Pode Ter Vendido Menos Kindles do Que Esperava

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *