Joshua Tallent

Joshua Tallent Não Acha que Tablets São os Melhores Meios Para eBooks

da Redação Ebooks, Notícias Deixe um comentário

Joshua Tallent é o fundador da empresa eBook Architects, e é uma das sumidades no assunto eBook no mundo. SUa empresa produz todos os formatos de eBooks, e sua experiência de 9 anos na área lhe deu um bom conhecimento do mercado. Traduzimos aqui sua entrevista dada ao site MediaBistro.

Uma vez que este é um negócio novo, potenciais empregados não têm a formatação de eBooks em seu currículo. Que tipo de habilidades você procura?
Exigimos que os desenvolvedores que contratamos tenham uma base de conhecimento de HTML, mas muitas das habilidades para a formatação de eBooks são aprendidas no trabalho. Eu prefiro contratar alguém que é mais uma mente moldável do que alguém que é fixo em seus caminhos. Temos pessoas das mais diversas origens.

Para autores e editores pensando em fazer um eBook, em que fase da produção de um livro que você gosta de se envolver?
Seria ótimo nos envolvermos cedo e às vezes isso acontece, mas para a maioria dos projetos que temos feito nós só recebemos os arquivos quando o livro está prestes a ser publicado ou um manuscrito está prestes a ser apresentado. Normalmente recebemos um arquivo PDF dos clientes, mas às vezes recebemos um documento do Word ou um arquivo HTML.

Uma vez que você tem os arquivos, quanto tempo leva para você fazer um eBook? E que formato terá esse eBook?
O maior problema que temos é a carga de trabalho, mas uma vez que o projeto entra em nosso sistema leva cerca de três semanas para criarmos. Fazemos sempre um ePub e um arquivo Kindle; esses são os padrões. Nós também podemos fazer layouts fixos para iBooks, enhanced eBooks e alguns livros formatados de modo especial, mas em geral os nossos clientes só querem o formato ePub e Kindle, para que possam vender nas principais lojas.

Editoras de livros nem sempre são conhecidas pela habilidade técnica. Não ajuda o fato de que os principais varejistas eBook não entram em conformidade com um formato de eBook padrão, e eles têm que criar arquivos diferentes para diferentes livrarias.
Não existe um formato único para dominar os outros. A maioria dos editores estão começando a descobrir que este é um grande negócio. Eles querem ter eBooks e não querem de frustrar com isso. Um consumidor diz “eu quero um eBook, vou na Amazon ou Barnes & Noble ou Apple e depois leio-o dessa maneira”. A Amazon representa 70% do mercado de eBooks porque eles fazem isso muito bem. Eles tornam tudo mais fácil para os consumidores. A Barnes & Noble detém o segundo lugar devido ao seu foco na experiência do cliente. Isso é o que vai vender eBooks. Kindle e ePub serão os principais formatos por causa disso. É só quando falamos em livros infantis e livros eletrônicos avançados que outros formatos entram em jogo.

Esses formatos especiais são lidos melhor em tablets. Como as tablets mudam o cenário para a experiência de leitura?
Há um monte de hype em torno dos tablets, mas eu ainda acho que um eReader com tela preto e branco é o melhor aparelho para se ler um livro. Não acho que exista uma comparação entre os eReaders e tablets. São coisas diferentes, eu não igualo os dois. Eu tenho um iPad, mas eu uso-o bem pouco para ler. Na maioria das vezes eu o utilizo para outros tipos de coisas como assistir vídeos, navegar na Web e jogar games. Tablets têm a vantagem de serem dispositivos multimídia, mas não são a melhor maneira de ler eBooks. Dispositivos dedicados à leitura são a melhor experiência de leitura, e eles levam a um maior consumo de eBooks.

O que você acha dos novos tablets dos vendedores de eBooks?
O Kindle Fire é uma boa ideia para a Amazon, porque eles têm a capacidade de vender esse conteúdo. Eles têm vídeos e música, por isso faz sentido para eles construir coisas fora desse ecossistema. As tablets da Barnes & Noble e Kobo fazer menos sentido para mim, uma vez que nenhum deles está focados em vender filmes, vídeos ou música. Há benefícios de ter uma tela de LCD para um vídeo em um livro, mas a maioria dos eBooks não tem vídeo e a Barnes & Noble mal tem uma loja de aplicativos. Quando a Barnes & Noble saiu com o Tablet Nook, a coisa toda foi amarrada ao Netflix e ao Hulu. Em certo sentido, não vejo motivo, pois sua experiência é toda ligada aos livros. A única ressalva seria conteúdo de revistas ou livros para crianças; as novas tablets criam uma melhor experiência de leitura para este tipo de conteúdo. E há muito mais conteúdo sendo lançado nessas áreas recentemente.

Tenho certeza que você tem uma série de eReaders para executar testes no escritório, mas qual é o seu dispositivo preferido para ler eBooks em casa?
Eu gosto do Kindle. Eu gosto do ecossistema deles. Sou capaz de ler no meu celular Android, ou em meu iPad ou em meu Kindle e em todos minha leitura é sincronizada em tempo real. Estou planejando usar o Kindle Fire. Acho que a Amazon tem a melhor experiência de dispositivo para o cliente. Algumas pessoas gostam de maldizer a Amazon, mas pessoalmente eu gosto deles. Tenho certeza de que vou ser capaz de ler os livros que eu comprar hoje em 10 anos. Só porque você vai a Barnes & Noble e comprar um eBook não significa que o conteúdo vai viver durante décadas.

Para publicar seu livro em ebook ou impresso, nas principais livrarias online, conheça o serviço de publicação da Simplíssimo. Nossos números são difíceis de bater: desde 2010, a Simplíssimo comercializou mais de 1 milhão de exemplares e publicou mais de 1.000 ebooks e livros impressos. Veja como funciona a publicação para seu livro, aqui.

 

SimplíssimoJoshua Tallent Não Acha que Tablets São os Melhores Meios Para eBooks

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *