Julgando pela capa

Julgando pela capa

Letícia Feres Dicas, Ebooks 1 Comment

O tamanho do livro mudou. Antes o design era planejado exclusivamente para a venda de um objeto impresso em formato 23 x 16 cm, para citar um padrão médio como exemplo. Agora o produto passa a ser comercializado também em versão menor, algo em torno de 4,5 x 2,5 cm – o tamanho regular encontrado em vitrines de livrarias virtuais e eBookstores.

Julgando pela capa

Isso equivale a dizer que o lindo exemplar de Dom Quixote, publicado pela Penguin-Companhia, que era assim…

1_Dom_Quixote

 

…. ou foi enviado da seguinte forma pela editora…

2_Dom_Quixote

 

… pode aparecer desta maneira no site da livraria virtual:

3_Dom_Quixote

Dando a cara à capa

Escolhi um livro da Penguin-Companhia, pois a identidade visual do selo é forte e as traduções são premiadas. Não encontrei pesquisa sobre reputação de marcas do mercado editorial brasileiro, mas, se alguma tivesse sido feito, sem dúvida a Companhia das Letras teria destaque.

Ainda que a marca Companhia-Penguin tenha ótima reputação, não dá para negar o baixo apelo da imagem na vitrine da livraria digital. Título e nome do autor não estão legíveis e não é possível ver com muita nitidez a bela ilustração da capa.

Esses são elementos importantíssimos, que ajudam o usuário a perceber o valor do produto. Esse valor não está necessariamente relacionado ao preço (e embora tenha papel importante, “preço” é uma conversa longa, para outro momento). O valor percebido tem mais ligação com a expectativa do consumidor sobre os benefícios que aquele produto pode trazer.

Especificidades

Depois que a editora entrega a capa para ser comercializada em ambiente digital, não tem mais controle sobre a forma como a imagem será utilizada. E, se sua editora tem projetos diferentes para impressão em formato regular e pocket, por que não pensar também em um novo para o formato digital?

Não estou dizendo que todo ebook deva ter a capa diferente do livro impresso – isso seria um luxo impensável neste momento. Mas é importante pensar que o mesmo projeto pode ser adequado para funcionar também em livrarias virtuais e ebookstores.

Ao mesmo tempo, estou afirmando que o projeto de capa de um ebook não deve seguir a mesma lógica do livro impresso.

Então, as dicas:

  • Evite usar tipologia com desenho mais frágil, como display e decorativa
    – Certifique-se de que título, autor (de acordo com a maior relevância) e logo da editora podem ser lidos clara e rapidamente.
  • Evite inserir textos além de título, nome do autor e logo da editora
    – A menos que você tenha uma informação relevante (autor premiado, frase de resenha publicada em revista de grande circulação nacional etc.), usar mais texto só vai poluir a imagem.
    – Pondere se vale a pena excluir o subtítulo, para melhorar a legibilidade.
  • Evite usar fundo branco ou preto
    – De acordo com pesquisa da empresa de consultoria Colorcom, 84,7% dos consumidores acreditam que a cor é mais importante do que outros fatores para escolher um produto. Então, por que você vai abrir mão deste recurso tão poderoso?
    – Capas brancas podem ter sua visualização prejudicada na estante da Amazon ou no e-mail marketing das livrarias. Para solucionar este problema, insira à imagem uma borda em escala de cinza.
  • Verifique a especificação da eBookstore ou livraria para a qual você está enviando a capa. Sim, isso quer dizer que você terá que gerar arquivos diferentes, se não quiser que sua capa pareça deformada.
  • Se o formato original do livro é largura maior do que altura, seria legal pedir para o designer enviar uma versão com altura maior que largura para o ebook. Esse pedido tem que vir do editorial
  • Não utilize imagens que você mesmo produziu, a menos que você seja um fotógrafo profissional ou designer
    – Você está se autopublicando, mas não vai querer parecer um amador. Vale a pena investir em imagem de qualidade.
    – Ao usar tipografia e imagem, certifique-se de ter direito para utilizá-las
    Você pode conseguir imagens em bancos gratuitos. Veja o post TechTudo sobre isso.
    Geralmente as fontes pré-instaladas no computador não funcionam bem para as capas. Há alguns sites onde você pode fazer o download desse material, gratuitamente. O Font Squirrel é um deles.
    – Para material protegido por copyright, você pode entrar em contato com a agência responsável pelos direitos ou diretamente com o autor. É possível que você consiga a autorização gratuitamente, mas, de forma geral, é necessário pagar.
    – Lembre-se: mesmo que você use apenas uma parte da imagem e faça alterações, você precisa da autorização do autor.

Tudo pronto? Se você acredita que seu usuário vai querer comprar o ebook imediatamente, não seria interessante você conversar com usuários reais? Algumas editoras têm postado uma versão semifinalizada da capa em suas redes sociais para receber feedback dos leitores. Talvez seja uma boa para afinar o resultado.

Não sei e tenho raiva de quem sabe

Se você não sabe como criar uma capa nem tem grana para investir nisso agora, você pode encontrar sites que oferecem templates gratuitos para sua capa.

Particularmente, não gosto do resultado, mas essa pode ser uma opção temporária. Para lembrar a máxima do metodologia Lean de projetos: “‘Pronto’ é melhor do que ‘perfeito’.”

A capa dos meus ebooks fui eu mesma que fiz, usando o app LetterPress, disponível para iOS. É um app bonito, que imita uma oficina tipográfica, e salva as imagens em alta resolução. Você pode ver as capas neste link (são os 3 primeiros ebooks da lista). Pesquisar aplicativos além do Illustrator pode ser uma boa.

Será mesmo verdade?

Não tenho dados do mercado brasileiro sobre como a capa pode alterar as vendas, mas encontrei no blog da Kobo Writing Life o post We’ve got you covered Friday: let’s talk numbers.

O artigo apresenta o resultado do redesenho da capa do ebook Welcome to the Fight: Silent Wars, do autor autopublicado Glen Romero. Basicamente, foram refeitas a ilustração da capa e tipografia. O resultado? No primeiro dia em que a capa foi atualizada, o ebook vendeu 30 unidades, depois de passar 6 meses sem qualquer venda.

Descubra

Há diversos sites em inglês com dicas valiosíssimas sobre capa de ebooks. Os meus favoritos:

No meio da semana teremos uma postagem-bônus, sobre benchmarking de capas para ebooks. Não perca!

E o que você tem pensado sobre capas de ebooks? Vamos conversar? Mande um e-mail para leticiaferes@gmail.com

Na próxima coluna, melhores práticas de webwriting. Até! =)

SimplíssimoJulgando pela capa

Comments 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *