Kindle Fire 2 deve abandonar a estratégia do ‘básico e barato’ e adotar recursos de ponta

Eber Freitas Ebooks Deixe um comentário

A segunda versão do tablet da Amazon, o Kindle Fire 2, pode ser bem diferente em relação ao seu antecessor, inclusive no que concerne à sua estratégia de vendas. Em vez do básico e barato, sem câmeras nem muita preocupação com o design, a nova geração pode vir com uma resolução de tela bem maior, medidas mais discretas e uma câmera integrada.

No começo a aposta era principalmente no conteúdo que seria comercializado através do tablet, terreno que a Amazon já domina, e não no produto em si – que é barato em relação ao iPad, custa apenas US$ 199. Mas as alterações previstas devem aumentar esse valor e colocar o gadget da Amazon em outro patamar de concorrência. O aparelho deve desembarcar no mercado (norte-americano) até o final de setembro.

A tela do Kindle Fire 2 contaria com uma resolução de 1280×800 pixels – semelhante ao iPad 2, mas muito inferior aos 2048×1536 pixels do Novo iPad. A atual versão do Fire tem uma resolução de 1024×600 pixels. Com o incremento, a densidade de pixels na tela seria de 216 pixels por polegada. Além disso, o aspecto da tela do aparelho também deve mudar: de 1,71 de altura, seria reduzida para 1,60.

Outra informação relevante é que não seria apenas um novo tablet, mas dois – uma versão com 7 polegadas, apelidada de Coyote, e outra de 10 polegadas, que teria um processador quad-core embutido.

Com a expectativa de lançamentos como o iPad Mini, da Apple, e o bem cotado tablet Nexus 7, anunciado pelo Google no final de junho – sem mencionar outros fabricantes, como a Acer, Asus e Motorola – vai ser difícil para a Amazon ganhar terreno nesse mercado. O conteúdo – incluindo livros digitais – pode ser um diferencial para a companhia de Bezos? Deixe sua opinião nos comentários.

Com informações do Mashable

Para publicar seu ebook ou livro impresso, nas principais livrarias online, conheça o serviço de publicação da Simplíssimo. Desde 2010 a Simplíssimo já comercializou mais de 1 milhão de exemplares, para mais de 1.500 autores e editoras. Veja como funciona.

 

Sobre o autor

Eber Freitas

SimplíssimoKindle Fire 2 deve abandonar a estratégia do ‘básico e barato’ e adotar recursos de ponta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *