Kindle

O Kindle Vale a Pena, Garante Leitor

Leitor Notícias Deixe um comentário

Depoimento de Frankly Andrade, adaptado do site da Editora Plus:

Bem, pessoal! Depois de ficar uma semana e meia com o meu Kindle, resolvi postar aqui as primeiras impressões.

Antes de tudo, não consegui comprar o Kindel DX, pois sua entrega seria somente em janeiro e minha cunhada já veio de lá dos EUA, portanto, para aproveitar sua vinda comprei o Kindle, uma lâmpada (acessório indispensável), assim como a capa protetora para o aparelho também com a marca Amazon.

O aparelho é muito bonito. Ao plugar no notebook foi logo reconhecido como um novo drive denominado “KINDLE”. Como comprei no meu cartão de crédito, o meu já veio configurado para mim (Dear Frankly, etc.), assim como meu e mail para conversão de arquivos .doc, html ou txt (entre outros) pelo e-mail seunome@kindle.free.com (depois explico isso).

Arrastei um arquivo PDF de um livro de Richard Dawkins que estava terminando de ler em formato clássico mesmo. Primeiro problema: As letras ficaram muito pequenas em PDF e não funcionava a opção de aumentar a fonte, somente a de deixar no formato “paisagem” que “resolve” em parte. Torna as letras maiores, portantos, menos linhas e sua leitura exremamente dinâmica, pois a cada seis a sete linhas eu tinha que apertar a tecla “next page”. Uma droga.

Mas coloquei a cabeça pra pensar. Enviei um arquivo word para o e mail seunome@kindle.free.com e ele converteu em um fomato AZW, que é lido pelo Kindle. Após um minuto retornou o arquivo convertido na minha caixa de e-mail. Fiz o download, arrastei para o Kindle e “ECCO”, estava lá o arquivo e eu podia usar todas as opções entre aumentar a fonte, redimensionar o texto, enfim, podia usar todas as funções.

E os arquivos PDF? E agora?

Converti o livro de Dawkins de PDF para o formato PCR que é lido pelo Kindle utilizando o programa “Mobipocket Creator” disponível gratuitamente na internet. Arrastei o arquivo para o Kindle e “ECCO”. Resolvido o problema. Já estou com vários títulos que outrora estavam no formato PDF e que converti em PCR. Funciona uma beleza como se eu tivesse comprado na Amazon. Em suma, muito bom.

Creio que com o Kindle DX seja mais fácil ler os arquivos PDF em PDF (risos).

Ontem estava lendo “Libertação Animal”, de Peter Singer (inclusive aconselho aos colegas que lerem a mensagem a lerem esse livro). Livro de um lado e Kindle do outro. Há algumas discretas alterações no livro que baixei na internet e que estava agora no Kindle em relação ao que tinha em mãos, mas nada que mude o contexto do livro ou que faça o Kindle perder sua praticidade. Diferenças em algumas palavras tipo “mudanças” ao invés de “alterações”. Nada que nos façam ler os livros e ter uma idéia distorcida do que lá está escrito.

Aos saudosistas, passar a página realmente é uma sensação “gostosa” num bom sentido, porém creio que em alguns anos não lembremos mais disto. Cheirinho de livro novo? De repente lançam um eReeader com cheiro de livro, por que não?

Em suma, estou satisfeitíssimo e aconselho aos interessados a comprarem o Kindle. Resolve tudo e cabe muita coisa nele. Quem quiser gastar mais, compre o DX.

Para publicar seu livro em ebook ou impresso, nas principais livrarias online, conheça o serviço de publicação da Simplíssimo. Nossos números são difíceis de bater: desde 2010, a Simplíssimo comercializou mais de 1 milhão de exemplares e publicou mais de 1.000 ebooks e livros impressos. Veja como funciona a publicação para seu livro, aqui.

 

SimplíssimoO Kindle Vale a Pena, Garante Leitor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *