Ler rápido ou ler melhor? Entenda o Spritz.

26/03/2014
 / 
por da Redação
 / 

Ler nem sempre é tarefa fácil. Muitas vezes, nos deparamos com leituras extensas e maçantes que tiram o prazer do ato. Ciente disso, uma empresa norte-americana chamada Spritz vem trabalhando há 3 anos em um aplicativo que acelera a leitura, possibilitando que ela se torne até 5 vezes mais rápida. O processo consiste no “empilhamento” de palavras na vertical, mostradas na tela uma de cada vez com o ponto de reconhecimento no centro, garantindo que a pessoa consiga acompanhar o texto sem ter que mover os olhos.

A velocidade de leitura proposta pelo Spritz vai de 250 até 1000 palavras por minuto. A princípio, é difícil ler com uma velocidade tão grande. Entretanto, com o tempo, a tendência é que o cérebro se acostume e se torne uma atividade natural.

Enquanto o aplicativo entusiasma aqueles que por muitas vezes desistem das leituras pela quantia excessiva de texto, também aflora certo ceticismo naqueles que primam pela interpretação textual sem prejuízos. Os adeptos ao slow reading (que virou até mesmo um movimento internacional) acreditam que a leitura rápida demais pode causar danos no que diz respeito ao entendimento do que está sendo lido, fazendo com que o leitor retenha pouco conteúdo.

Por isso, surge o questionamento: é melhor ler mais rápido correndo o risco de reter pouco, ou mais lentamente com uma maior chance de entender o texto? Vale a reflexão.

Fonte: Folha de S.Paulo – Tec – Principal

facebook-posts

Para publicar seu ebook ou livro impresso, nas principais livrarias online, conheça o serviço de publicação da Simplíssimo. Desde 2010 a Simplíssimo já comercializou mais de 1 milhão de exemplares, para mais de 1.500 autores e editoras. Veja como funciona.

 

26/03/2014
 / 
por da Redação
 / 

Ler nem sempre é tarefa fácil. Muitas vezes, nos deparamos com leituras extensas e maçantes que tiram o prazer do ato. Ciente disso, uma empresa norte-americana chamada Spritz vem trabalhando há 3 anos em um aplicativo que acelera a leitura, possibilitando que ela se torne até 5 vezes mais rápida. O processo consiste no “empilhamento” de palavras na vertical, mostradas na tela uma de cada vez com o ponto de reconhecimento no centro, garantindo que a pessoa consiga acompanhar o texto sem ter que mover os olhos.

A velocidade de leitura proposta pelo Spritz vai de 250 até 1000 palavras por minuto. A princípio, é difícil ler com uma velocidade tão grande. Entretanto, com o tempo, a tendência é que o cérebro se acostume e se torne uma atividade natural.

Enquanto o aplicativo entusiasma aqueles que por muitas vezes desistem das leituras pela quantia excessiva de texto, também aflora certo ceticismo naqueles que primam pela interpretação textual sem prejuízos. Os adeptos ao slow reading (que virou até mesmo um movimento internacional) acreditam que a leitura rápida demais pode causar danos no que diz respeito ao entendimento do que está sendo lido, fazendo com que o leitor retenha pouco conteúdo.

Por isso, surge o questionamento: é melhor ler mais rápido correndo o risco de reter pouco, ou mais lentamente com uma maior chance de entender o texto? Vale a reflexão.

Fonte: Folha de S.Paulo – Tec – Principal

facebook-posts

Para publicar seu ebook ou livro impresso, nas principais livrarias online, conheça o serviço de publicação da Simplíssimo. Desde 2010 a Simplíssimo já comercializou mais de 1 milhão de exemplares, para mais de 1.500 autores e editoras. Veja como funciona.