Livros digitais de culinária

Livros de Receitas Começam a Entrar no Mercado Digital

da Redação Ebooks, Notícias Deixe um comentário

Livros de culinária, os tradicionais livros de receitas de nossas avós e mães, sempre foram objetos preciosos e que são passados de geração a geração. Os livros que compramos em livrarias acabam também se tornando objetos bem pessoais, juntando manchas de gordura, anotações próprias, mudanças de ingredientes e todo um conjunto de lembranças.

Como passar esse “carinho” para o digital? Essa é a pergunta que muitas editoras estão se fazendo para inserir livros de receitas com sucesso no mercado dos eBooks. Atualmente o que se tem visto são os aplicativos para smartphones e tablets, além de sites especializados.

O site E-Commerce Times produziu um artigo a respeito, onde Charlie Ayers, chef e autor do livro Food 2.0: Secrets from the Chef Who Fed Google afirma que “no futuro, mais e mais livros estarão disponíveis com conteúdo digital. Muitas casas agora têm pequenos computadores na cozinha. Não é incomum para um cozinheiro de ter um computador na cozinha ou ter o laptop em cima do balcão.”

Aplicativos estão na moda

Apoiados no fator compartilhamento, muitos estão vendo oportunidades na internet e no mundo digital. Aplicativos para tablets transformam os aparelhos em livros de receita high tech, e adicionam funções que antes não eram possíveis. No aplicativo Jamie’s Recipes do chef Jamie Oliver você baixa um conjunto inicial de 11 receitas, e pode adquirir outros pacotes dentro do aplicativo. Outro aplicativo do chef, 20 minute meals, mostra as receitas e fotos, também possui vídeos que ensinam a escolher peixes, cortar alho e afiar facas. Há inclusive uma lista de compras onde você adiciona automaticamente os ingredientes de uma receita.

Jamie Oliver aplicativo para iPhone

Jamie Oliver e seu aplicativo para iPhone

“O livro é um meio arcaico que precisa ser reinventado”, disse o CEO da Cookstr Art Chang. “Um livro é estático, mas a tecnologia permite que as receitas ganhem vida. Ela permite que as pessoas se tornem uma parte intrínseca da vida de alguém. As receitas precisam romper com o formato de livro padrão e a tecnologia é o que vai permitir isso.”

Sites que inovam

O Cookstr é outro exemplo de inovação nessa área, sendo um site que traz receitas para o espaço digital. Ao contrário de alguns outros sites de culinária que confiam inteiramente no conteúdo gerado pelo usuário, o Cookstr conta com uma equipe de especialistas em alimentos que criam, editam e publicam receitas, bem como trazem parcerias com editoras de livro de receitas que dão acesso ao site com receitas de seus livros de receitas.

cookster

O site Cookstr também lançou uma coleção de eBooks

“Boas receitas precisam de controle de qualidade, testes e cuidadosos e edição”, explica Chang. “Acreditávamos que havia uma oportunidade na intersecção da tecnologia e dos alimento. As receitas são o conteúdo e os dados e a qualidade realmente importam. Concentramos as melhores receitas, e depois damos a elas o melhor tratamento que a tecnologia pode proporcionar.”

eBooks ainda são uma boa opção

Logicamente, ainda há espaço para os livros digitais, que são uma boa opção para quem ainda quer um pouco da tradição, da

Julia Child

Julia Child

linearidade de um livro. A 11ª edição do tradicional título Betty Crocker Cookbook foi lançada recentemente em versões impressa e digital, com a escolha do formato fixo de ePub exclusivo de iPads.

“Foi na 11ª edição que decidimos re-imaginar este livro e torná-lo diferente de qualquer livro de receitas já feito antes”, Jeff Nowak, diretor editorial para a Betty Crocker da empresa General Mills, disse ao E-Commerce Times. “Queríamos produzí-lo em elementos digitais e interativos.”

Outro tradicional volume que foi lançado recentemente foi Mastering the Art of French Cooking, de Julia Child. Na época do lançamento, em outubro desse ano, o site do The New York Times noticiou a dificuldade dos produtores em transformar o layout original do livro, composto por duas colunas, em um livro digital. Vale a pena ler a matéria para entender o delicado processo de produção.

“Mesmo neste momento de transformação, o lado cozinheiro de cada um parece estar aflorando”, disse Nowak. “Todo mundo precisa comer e livros de receitas sempre foram interativos; cozinhar é uma atividade interativa – impressa e digital – de pessoas que estão sempre procurando novas idéias.”

Para publicar seu ebook ou livro impresso, nas principais livrarias online, conheça o serviço de publicação da Simplíssimo. Desde 2010 a Simplíssimo já comercializou mais de 1 milhão de exemplares, para mais de 1.500 autores e editoras. Veja como funciona.

 

Sobre o autor

da Redação

Para entrar em contato com a redação do Revolução eBook, escreva para sac@simplissimo.com.br

SimplíssimoLivros de Receitas Começam a Entrar no Mercado Digital

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *