Maioria dos escritores ganha menos de R$ 2.300 por ano, diz pesquisa do DBW

25/01/2014
 / 
por da Redação
 / 

Um pesquisa com mais de 9.000 escritores publicada esta semana na conferência Digital Book World —que acabou na quarta (15), em Nova York— indica que 54% de autores tradicionais e 77% dos auto-publicados ganham menos de US$ 1.000 (pouco mais de R$ 2.300) por ano. As informações são do jornal britânico “The Guardian”. A “2014 Digital Book World and Writer’s Digest Author Survey” dividiu os 9.210 participantes em quatro áreas: aspirante, auto-publicado, publicado tradicionalmente e híbrido (tanto auto-publicado quanto tradicional). Mais de 65% respondeu que era autor aspirante, com 18% de auto-publicados, 8% de tradicionais e 6% de híbridos. Uma parcela pequena —0,7% de auto-publicados, 1,3% de tradicionais e 5,7% dos híbridos— relatou ganhar mais de US% 100 mil por ano com suas publicações. O perfil do autor típico estabelecido na pesquisa foi de “um escritor de ficção comercial que também pode escrever não ficção e que está trabalhando em um projeto que logo estará pronto para a publicação”. Cerca de 20% dos auto-publicados e um quarto dos escritores tradicionais marcou o fator dinheiro como “extremamente importante”. No entanto, a publicação revela que a principal preocupação dos participantes está em “publicar um livro que as pessoas comprem”.

Fonte: Folha de SP

Para publicar seu ebook ou livro impresso, nas principais livrarias online, conheça o serviço de publicação da Simplíssimo. Desde 2010 a Simplíssimo já comercializou mais de 1 milhão de exemplares, para mais de 1.500 autores e editoras. Veja como funciona.

 

25/01/2014
 / 
por da Redação
 / 

Um pesquisa com mais de 9.000 escritores publicada esta semana na conferência Digital Book World —que acabou na quarta (15), em Nova York— indica que 54% de autores tradicionais e 77% dos auto-publicados ganham menos de US$ 1.000 (pouco mais de R$ 2.300) por ano. As informações são do jornal britânico “The Guardian”. A “2014 Digital Book World and Writer’s Digest Author Survey” dividiu os 9.210 participantes em quatro áreas: aspirante, auto-publicado, publicado tradicionalmente e híbrido (tanto auto-publicado quanto tradicional). Mais de 65% respondeu que era autor aspirante, com 18% de auto-publicados, 8% de tradicionais e 6% de híbridos. Uma parcela pequena —0,7% de auto-publicados, 1,3% de tradicionais e 5,7% dos híbridos— relatou ganhar mais de US% 100 mil por ano com suas publicações. O perfil do autor típico estabelecido na pesquisa foi de “um escritor de ficção comercial que também pode escrever não ficção e que está trabalhando em um projeto que logo estará pronto para a publicação”. Cerca de 20% dos auto-publicados e um quarto dos escritores tradicionais marcou o fator dinheiro como “extremamente importante”. No entanto, a publicação revela que a principal preocupação dos participantes está em “publicar um livro que as pessoas comprem”.

Fonte: Folha de SP

Para publicar seu ebook ou livro impresso, nas principais livrarias online, conheça o serviço de publicação da Simplíssimo. Desde 2010 a Simplíssimo já comercializou mais de 1 milhão de exemplares, para mais de 1.500 autores e editoras. Veja como funciona.