O mercado de ebooks cresce mais, ou não cresce, eis a questão

15/01/2013
 / 
por Eduardo Melo
 / 

Enquanto o mercado de ebooks começa a decolar no Brasil, nos EUA se debate a respeito do crescimento mais lento das vendas do mercado digital – até 2011, cresceu a um ritmo de 3 dígitos anuais, em 2012 cresceu menos que isso. Alguns dizem que os livros digitais chegaram a um platô, outros pensam que seguirá crescendo lentamente daqui por diante.

De acordo com um painel de agentes que falavam com o consultor Mike Shatzkin, as vendas de ebooks para a ficção, “mais frequentemente do que não”, representam mais de 50% das vendas unitárias totais. Para o que Shatzkin chama de “não-ficção envolvente” (isto é, não-ficção com mais texto e menos ilustrações), as vendas unitárias de ebooks estão a cerca de 25% do total. Os títulos ilustrados estariam geralmente com menos de 10% das vendas unitárias totais no formato ebook – são os que ainda têm mais potencial para crescer.

Segundo o Digital Book World, os mesmos agentes que falavam com Shatzkin não acham que o mercado de ebooks parou seu crescimento, apesar das evidências no mercado de que esse crescimento tenha atingido um ponto de inflexão. Mais detalhes podem ser conferidos no blog do Mike Shatzkin.

Para publicar seu ebook ou livro impresso, nas principais livrarias online, conheça o serviço de publicação da Simplíssimo. Desde 2010 a Simplíssimo já comercializou mais de 1 milhão de exemplares, para mais de 1.500 autores e editoras. Veja como funciona.

 

15/01/2013
 / 
por Eduardo Melo
 / 

Enquanto o mercado de ebooks começa a decolar no Brasil, nos EUA se debate a respeito do crescimento mais lento das vendas do mercado digital – até 2011, cresceu a um ritmo de 3 dígitos anuais, em 2012 cresceu menos que isso. Alguns dizem que os livros digitais chegaram a um platô, outros pensam que seguirá crescendo lentamente daqui por diante.

De acordo com um painel de agentes que falavam com o consultor Mike Shatzkin, as vendas de ebooks para a ficção, “mais frequentemente do que não”, representam mais de 50% das vendas unitárias totais. Para o que Shatzkin chama de “não-ficção envolvente” (isto é, não-ficção com mais texto e menos ilustrações), as vendas unitárias de ebooks estão a cerca de 25% do total. Os títulos ilustrados estariam geralmente com menos de 10% das vendas unitárias totais no formato ebook – são os que ainda têm mais potencial para crescer.

Segundo o Digital Book World, os mesmos agentes que falavam com Shatzkin não acham que o mercado de ebooks parou seu crescimento, apesar das evidências no mercado de que esse crescimento tenha atingido um ponto de inflexão. Mais detalhes podem ser conferidos no blog do Mike Shatzkin.

Para publicar seu ebook ou livro impresso, nas principais livrarias online, conheça o serviço de publicação da Simplíssimo. Desde 2010 a Simplíssimo já comercializou mais de 1 milhão de exemplares, para mais de 1.500 autores e editoras. Veja como funciona.

 

Esta página ainda não tem comentários. Quer comentar primeiro?

Deixe um comentário