Metadados e o Brasil

da Redação Notícias Deixe um comentário

É inegável que os metadados são itens essenciais não apenas para os livros digitais, mas também os impressos. Em um tempo em que as compras pela internet só aumentam, assim como o número de títulos disponibilizados, é importante que o livro possa ser visto, encontrado pelo leitor e também por ferramentas de sugestão, etc.

O Brasil está investindo bastante em metadados. O site da CBL publicou uma ótima matéria (republicada pelo Ednei) a respeito disso, falando também em como o país está lidando com isso. O nome do projeto é CANAL (Cadastro Nacional do Livro) e deverá abrigar os dados de todos os livros em língua portuguesa.

O Cadastro Nacional do Livro, CANAL-CBL, é uma plataforma baseada na internet que vai reunir todos os livros publicados no Brasil.
Com um novo padrão de cadastramento, o CANAL-CBL vai permitir a criação e manutenção de um catálogo online dinâmico e atualizado, um verdadeiro ecossistema de informações sobre as obras em língua portuguesa. A centralização segura e precisa dos dados, com normas e padrões reconhecidos internacionalmente, permitirá consultas imediatas por todos aqueles que comercializam, consultam ou adquirem livros para consumo, negócios e educação.

Veja esse trecho da matéria:

E tudo isto, graças à Onix for Books.

Onix for Books é um padrão de intercâmbio de dados. Não se trata apenas de uma tecnologia, mas, acima de tudo, é uma iniciativa que pretende padronizar os dados sobre os livros no mundo. Isto implica em dizer que os livros em língua portuguesa podem circular em bancos de dados em todo o planeta, utilizando uma interface comum: o CANAL. Amazon e Apple já utilizam este padrão.

A CBL é membro ativa do Grupo de Trabalho de Metadados do Centro Regional para o Fomento do Livro na América Latina e Caribe [CERLALC], órgão intergovernamental ligado à UNESCO, que definiu os dados bibliográficos mais importantes para indústria internacional do livro.

O Grupo de Trabalho de Metadados CERLALC também definiu, em setembro de 2011, entre outras diretrizes, a adoção da iniciativa Onix for Books como padrão para o intercâmbio de metadados na Região. A iniciativa Onix for Books, desenvolvido pela EDITEUR [www.editeur.org], grupo de coordenação de infraestrutura para comércio eletrônico, está se estabelecendo como padrão internacional para representar e comunicar as informações eletrônicas sobre o produto livro.

Mas os benefícios do padrão de dados Onix for Books, adotado pela Câmara Brasileira do Livro, são, principalmente, para refletir no trabalho diário de centenas de distribuidores, livreiros e bibliotecários que necessitam das informações sobre os livros para melhorar, ainda mais, a circulação, venda e comercialização das obras.

Confira o vídeo sobre o sistema e suas vantagens:

httpv://www.youtube.com/watch?v=Sd1FLwi-o1U

SimplíssimoMetadados e o Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *