Gráficos

Nos EUA, Vendas de Livros Impressos Caem, de eBooks Dobram

da Redação Ebooks, Notícias Deixe um comentário

A notícia para o mercado de livros digitais é fantástica. Os números de vendas de eBooks nos Estados Unidos dobrou, de US$40 milhões para US$80, de um ano para cá, chegando a um aumento de 137%. Esses números foram publicados pela Association of American Publishers.

Números oferecidos pela Association of American Publishers (clique para ampliar)

O site eBookNewser lembra que, entretanto, as vendas de eBooks caíram em relação ao mês de agosto, quando atingiram US$89 milhões. Mas nada se compara à queda dos livros físicos. Os mesmos US$40 milhões ganhos pelos eBooks foram perdidos pelas edições adultas de capa dura.

O mercado adulto em geral caiu de US$67 milhões para US$31 milhões, assim como o infantil capa mole, que foi de US$52,3 milhões para US$44,7 milhões.

Previsões para 2016

Ao mesmo tempo em que foi divulgada essa nota, o site Digital Book World divulgou os dados de uma pesquisa da Juniper que mostram que até 2016 as vendas de eBooks em dispositivos portáteis – tablets, eReaders e smartphones – devem alcançar os US$10 bilhões. A pesquisa também informou que as livrarias que não tiverem se adequado ao digital até lá podem ser extintas.

As vendas de eBooks por dispositivos já alcançarem US$3,2 bilhões no mundo todo, e devem crescer mais US$9,7 bilhões até 2016. O estudo também prediz que a forma como as pessoas compram livros também deve mudar. Segundo eles, cerca de 30% dos eBooks serão comprados em tabletes, 15% serão comprados em smartphones e cerca de 55% serão comprados de eReaders em 2016.

Enquanto o Dr. Windsor Holden, diretor de pesquisa da Juniper Research e um dos autores do relatório, prevê que ainda haverá a necessidade de lojas físicas em 2016, ele acha que vão sobreviver aquelas que aproveitarem métodos promocionais tanto digitais quanto físicos, como a Barnes & Noble, que vende livros através de lojas, através de seus dispositivos Nook e através de outros dispositivos, como tablets e desktops.

Algumas das questões que as editoras terão de enfrentar nos próximos cinco anos, de acordo com o relatório, são os desafios legais para o modelo de precificação de agência, a Apple e outros livreiros em potencial que levam a interoperabilidade entre as plataformas e dispositivos de leitura, o aumento da auto-publicação e a perda de receita com a pirataria.

Com informações do TeleRead.

Para publicar seu ebook ou livro impresso, nas principais livrarias online, conheça o serviço de publicação da Simplíssimo. Desde 2010 a Simplíssimo já comercializou mais de 1 milhão de exemplares, para mais de 1.500 autores e editoras. Veja como funciona.

 

Sobre o autor

da Redação

Para entrar em contato com a redação do Revolução eBook, escreva para sac@simplissimo.com.br

SimplíssimoNos EUA, Vendas de Livros Impressos Caem, de eBooks Dobram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Currently you have JavaScript disabled. In order to post comments, please make sure JavaScript and Cookies are enabled, and reload the page. Click here for instructions on how to enable JavaScript in your browser.