Simplíssimo12 passos para pedir um aumento salarial
logos

12 passos para pedir um aumento salarial

(e obtê-lo mesmo em tempos difíceis!)


Por Kian de Oliveira

R$ 20 - Livro digital, formato ePub2 (5.7 MB)

Bônus incluso
Guia salarial
Curso rápido Auto Confiança
Curso rápido Leitura Dinámica

Resumo

Neste e-book , apresento um roteiro passo a passo para você conseguir um aumento salarial. Mesmo em tempos economicamente difíceis! Como conteúdo bônus, você haverá acesso a... • Um guia salarial com valores por função e porte de empresa; • Um mini-curso completo sobre como aumentar a sua auto-confiança;
Publique seu ebook

Dados do Livro

  • Publicado em 20/04/2017
  • ISBN: 9788582454497
  • Língua: PT
  • Páginas: 31
  • Formato: ePub2
  • Tamanho: 5.7 MB

Como ler um ebook

Para ler no computador, instale um dos programas abaixo:
  • Adobe Digital Editions (Windows e Mac). Gratuito, é o programa mais usado para a leitura no computador.
  • Blue Fire Reader (Windows). Gratuito, tem os mesmos recursos do Adobe Digital Editions.
  • Calibre (Windows, Mac, Linux). Gratuito. Também converte arquivos, de Word para ePub, de ePub para Mobi, PDF, entre outros formatos.
Para tablets e smartphones, existe uma grande variedade de apps para leitura de ebooks. Quais nós recomendamos: Todos estes aplicativos reúnem certas características básicas: permitem aumentar o tamanho da fonte, trocar a cor de fundo da tela (modo noturno), marcar páginas. O iBooks permite consultar o significado de palavras, pois você pode instalar dicionários.
Para tablets e smartphones, existe uma grande variedade de apps para leitura de ebooks. Quais nós recomendamos: Todos estes aplicativos reúnem certas características básicas: permitem aumentar o tamanho da fonte, trocar a cor de fundo da tela (modo noturno), marcar páginas. O iBooks permite consultar o significado de palavras, pois você pode instalar dicionários.
Os ereaders têm telas em tons de cinza (sem cores) e não refletem a luminosidade ambiente, o que para muitas pessoas é bastante importante, para o conforto do leitura, ou para ler em ambientes muito iluminados (praia, piscina, etc). Existem várias opções disponíveis no Brasil, todas muito boas do ponto de vista técnico e bastante semelhantes. Sempre há opções com ou sem internet (para baixar os livros com mais facilidade), com ou sem luz embutida (para leitura noturna). Recomendamos que você faça uma pesquisa nas várias lojas, para encontrar o aparelho que combina melhor com você. Quem tem um Kindle, o mais famoso desses aparelhos, poderá ler nos formatos AZW (livro com proteção da Amazon), mobi, PDF e até em outros, desde que seja feita a conversão do arquivo. Quem adquirir um dos outros aparelhos, poderá ler no formato ePub, e também poderá converter de outros formatos para ePub - usando para isto o programa Calibre. Por expereriência, podemos afirmar com segurança que o ereader mais completo, e mais fácil de usar, certamente é o Kindle. Lembre-se, porém, que você sempre terá de ler seus ebooks usando o aparelho da Amazon, ou seus aplicativos. A Amazon tem apps para todas as plataformas e sistemas imagináveis, o que é vantajoso; porém, não poderá comprar ebooks em outras lojas e colocar no Kindle (você até consegue, mas terá bastante trabalho para fazer isso, o que prende a maior parte dos usuários à Amazon).
  • Kindle, da Amazon - há várias opções, começando geralmente em R$ 299.
  • Lev, da Saraiva - Aparelho muito bom, vale a pena conferir.
  • Kobo, na Livraria Cultura - Os aparelhos também são bons, há diversos modelos.

Comece a ler aqui!


Você trabalha duro, está sobrecarregado, se sente “explorado”, mas recebe um salário baixo? Certo – está na hora de pedir um aumento.

Todos nós cremos que merecemos um salário bem maior, mas existe coisas que devemos e coisas que não devemos fazer na hora de negociar um aumento salarial.

Não vai funcionar cair de paraquedas na sala do seu chefe e pedir mais “grana” – muito pelo contrário.

 

Neste e book quero apresentar um roteiro que aumenta, e muito, as suas chances de ter sucesso na negociação de salário mesmo em tempos difíceis e de crise econômica.

 

Além de mostrar, em caso que não dê certo agora, um plano B, C, D, E…..

 

Como material bônus, você ganhará um curso gratuito de Autoconfiança e um Guia Salarial.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Antes de iniciar as explicações sobre como conseguir um aumento de salário para você, teremos que entender um pouco COMO a Economia em Geral funciona!

COMO a Economia em Geral funciona

 

Segundo a “Economia clássica” existem 3 tipos de remuneração dos fatores de produção

Salários                     (remuneração do Fator TRABALHO)

Alugueis                    (remuneração do Fator TERRA) e

Juros + Lucros         (remuneração do Fator CAPITAL)

Em economia, fatores de produção são elementos indispensáveis ao processo produtivo de bens materiais. Tradicionalmente, consideram-se como fatores de produção, a terra, o trabalho e o capital.

 

 

 

Fatores naturais, trabalho e capital

 

Tradicionalmente, os economistas, e particularmente desde Jean Baptiste Say, os fatores de produção têm sido apontados em todo o processo produtivo como sendo: a terra (terras cultiváveis, floresta, minas), trabalho (o homem) e o capital (máquinas, equipamentos, instalações, matéria-prima).

 

Mas aqueles economistas, já incluíam no conceito econômico de terra, não apenas o solo, o que era arável, mas todos os fatores naturais de produção. Assim, para além do solo, incluíam o subsolo, a capacidade energética do mar, os cursos de água, do vento, da luz solar, etc. Por esta razão, alguns autores preferem referir-se aos fatores naturais de produção, abrangendo nesta noção a terra, o solo e também outras forças naturais.

O homem tem de empregar trabalho, com maior ou menor esforço, para aproveitamento dos fatores naturais, ou seja, é necessário revolver a terra, semeando, plantando, fertilizando, colhendo, e também caçando, pescando, domesticando animais, etc. Deste modo, o trabalho insere-se entre os fatores produtivos.

 

Para melhor aproveitar a natureza, o homem, tem de construir instrumentos, que embora não lhe ofereçam satisfações diretas, irão a breve trecho, facilitar o aproveitamento. Os instrumentos usados para um melhor aproveitamento da natureza constituem o capital. Assim, também este capital, verdadeiramente fundamental, se inclui entre os fatores produtivos.

 

Para quem não tira o seu sustento de Alugueis e Juros + Lucros, resta como fonte de renda apenas pedir esmola, viver com os Pais ou – trabalhar para receber um salário.

O salário portanto representa a única maneira de renda para contribuir no “Saldo de Entrada” no orçamento mensal de cada um.

As possibilidades para obter uma “sobra nesta equação contábil” => deixar $$$ sobrar no fim do mês, são apenas 3:

Reduzir os Gastos

Obter uma remuneração adicional (ou através de ALUGUEÌS, JUROS+LUCROS ou mais um TRABALHO EM PARALELO)

Ou, e esta opção tratarmos neste e book, obter um salário MAIOR.

 

 

 

 

 

 

 

 

O Conceito SALÀRIO

O conceito de salário refere-se à remuneração regular atribuída pelo exercício/desempenho das funções no âmbito de um emprego/trabalho. O termo deriva do latim salarĭum, que está relacionado com o “sal” (outrora, era a forma primária de pagamento).

Por vezes, há quem use o termo saldo (enquanto adjetivo), cuja origem deriva do termo latim solĭdus (“sólido”, que era o nome de uma antiga moeda romana), como sinônimo de conta paga/liquidada (conta está podendo ser o próprio salário).

Pode-se dizer que o empregado recebe o montante saldo (enquanto aditivo) em troca da sua força laboral, que coloca à disposição da entidade patronal, no âmbito de uma série de obrigações partilhadas que regem a relação contratual entre ambas as partes.

A contraprestação que implica o salário é abonada principalmente em dinheiro, ainda que possa ser liquidada uma percentagem noutra espécie desde que seja avaliável em termos monetários.

É importante ter em conta que, para além da responsabilidade social, os salários representam uma questão que diverge bastante para os empregadores em comparação com os empregados (trabalhadores). Para os primeiros, os salários fazem parte dos custos da empresa, ainda que também constituam um meio que incentiva os trabalhadores e, por conseguinte, que melhora a produtividade destes. Para o empregado, pela parte que lhe toca, o salário é a única forma que tem para satisfazer as suas necessidades materiais e alcançar um certo nível de vida.

Leia mais: Conceito de salário – O que é, Definição e Significado http://conceito.de/salario#ixzz4XdSLF4nn

Por qual motivo empregam Empresas pessoas?

Precisamos refletir um pouco sobre essa pergunta, porque sem dúvida a resposta nós levará a próxima: Por qual motivo iriam pagar mais?

Qual é o motivo pelo qual empresas contratam e empregam pessoas?

No fim do dia para

  • Produzir bens e serviços
  • Captar clientes
  • Gerar lucro
  • Resolver problemas

Estas são as expectativas das empresas – as necessidades. Para suprir tais necessidades, elas contratam pessoas e pagam os salários.

“Lógico” você deve pensar, “nada de novidade”. Concordo, mas é primordial de refletir um pouco sobre esse ponto.

Digo isso, porque durante os meus anos de trabalho como Gestor em Empresas, 99% dos funcionários pedindo um aumento alegaram “condições difíceis em casa”, motivos pessoais, acreditando que basta olhar meramente o lado “social da coisa” e o aumento já está garantido.

Nesta economia, considere-se como um dos sortudos se você tem um emprego.

Mas e se você tiver este emprego por algum tempo e você sente que está atrasado para um aumento? Como você vai convencer alguém a dar-lhe mais dinheiro quando há cinco outras pessoas na fila para tomar o seu trabalho e fazê-lo por menos, em um piscar de olhos? Primeiro, coloque-se no lugar de seu gerente. Você daria um aumento? Você realmente merece um, ou apenas quer um? Seja brutalmente honesto consigo mesmo e com você mesmo. Se você dirigisse a companhia, você daria seu dinheiro, seus lucros duros ganhados, a você? Se você puder dizer honestamente “sim”, então siga em frente. Caso tenha “dúvidas”, vamos voltar a olhar aquela segunda pergunta:

Por qual motivo as Empresas iriam pagar mais?

Com certeza você já sabe a resposta:

Porque você contribuiu mais do que a empresa esperava. Isto não significa que saiu sangue pelos seus dedos de tão duro trabalhou fisicamente.

Não. Mas você talvez foi ou é aquele colaborador que resolveu um problema (que deu muita dor de cabeça para o seu Gerente: aquele indicie de refugo, produtividade, reclamações de clientes……..) de maneira exemplar e inovadora, teve aquela ideia/sugestão daquele redução de custos enorme, conseguiu fechar um contrato com um novo cliente – etc.

 

 

Superando as Expectativas – esse é o Motivo pelo qual Empresas não gostariam de ver você sair onde está trabalhando e pagariam um aumento.

Não estamos a falar daquele aumento que compensa a inflação. Estamos falando DAQUELE AUMENTO SIGNIFICATIVO.

Mãos à obra, vamos agora entrar em ação!

Sabemos já do porque as empresas contratam e do porque elas de repente irão pagar um salário maior. Sim – por causa da superação das expectativas.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

1º Passo: Descobrir quais são as expectativas da Empresa?

 

Temos 3 possibilidades de obter essa informação:

Pesquisar sobre Descrições de Funções

 

Descrição de Cargos (Clique para seguir o link)

Esta pesquisa é a que menos promete! Afinal é uma informação externa que muito provavelmente não bate com aquela usada na sua empresa.

Porém – ela serve como base para muitas informações uteis: qual é a média salarial dessa função no Brasil, quais são os Estados com os maiores Salários para tal função e qual é o que se espera de tal função.

 

A sua Descrição de Função

Quando você iniciou na sua empresa atual, talvez a Moça do RH mostrou para você a descrição da sua vaga. Lembra? Ou de repente, tem no sistema interno uma coleção de todas as descrições de funções disponível. Pega essas, porque é 100% compatível com a sua empresa!

 

Uma conversa com o seu Chefe ou superior

 

Nada melhor, do que ouvir do seu superior O QUE a Empresa precisa, quais problemas deveriam ser resolvidos, quais projetos precisam de uma atenção especial etc.

Simplesmente peça um conversa, de preferência bem antes de qualquer avaliação de desempenho, e pergunte o que você poderia fazer para agregar mais valor para a empresa.

Aposto, que o seu Chefe vai amar essa pro atividade!

E você terá uma lista de pontos para poder comparar as suas contribuições “do passado” e mais importante: criar um portfólio de “realizações do futuro”.

 

Faça uma lista dos pontos que são importantes e priorize-os.

 

Exemplos:

A empresa precisa aumentar as vendas

A empresa precisa reduzir custos

……

 

 

 

 

 

 

 

 

2º Passo: Reflita sobre os argumentos e motivos “POR QUE MEREÇO UM AUMENTO?

 

Sem a menor sombra de uma dúvida: Você jamais será capaz de convencer alguém em ceder um aumento salarial dizendo que é merecedor, se você não conseguir colocar argumentos concretos na mesa!

O passo 1 no parágrafo anterior é muito importante. Leia a sua descrição de função novamente, cite os pontos da primeira conversa informal com o seu chefe sobre os problemas, necessidades, expectativas da empresa.

Lembra: o que as empresas normalmente precisam e buscam?

Vamos traçar um exemplo…:

Na grande maioria das vezes, as empresas buscam “soluções” para dificuldades/problemas de

– Custos

– Prazos

– Escopos

– Qualidade

E tem as expectativas que os funcionários resolvem ou desenvolvem soluções.

 

Durante a preparação do seu “projeto de conseguir um aumento”, faça um tipo de uma auto avaliação sincera e compara, onde e com qual intensidade você atende essas expectativas.

Um gráfico de “teia de aranha” facilita a visualização:

 

 

 

 

 

 

Azul:                                      expectativas da Empresa

Vermelho:                            o Grau da intensidade com qual você atende as   expectativas

 

Intensidade:

0 = muito baixo

5 = supera as expectativas

 

 

 

Áreas:

Custo:           redução de custos, despesas, melhorias etc.

Prazos:          tempo de entrega de um projeto, lead time de fornecedores

Etc.

Qualidade:   qualidade dos produtos, serviços, atendimento, etc.

Escopo:         as atividades da sua função.

 

Direcione as suas perguntas na hora de fazer aquela conversa com o seu superior de tal forma, que você consegue obter o máximo de informações para poder alimentar o seu gráfico….

Não esqueça: Não é para você puxar esse gráfico na HORA DE PEDIR O AUMENTO! Ele serve como preparação da lista dos seus Argumentos!

Se a sua contribuição para a empresa não seja mensurável em $$$, mencione tópicos que comprovam o que você fez para melhorar o negócio da sua empresa.

 

 

 

 

 

 

3º Passo: Conheça o seu valor de mercado!

 

Ponto interessante! É preciso saber o quanto a gente vale no mercado, sem precisar descobrir isso através de uma mudança de emprego ou contratar um serviço pago de avaliação salarial.

Porém – essa moeda também tem 2 lados. Preço de tabela não significa que receberemos exatamente isso. Pode ser menos, como também poderá ser mais.

Como Bônus, este e-book acompanha um Guia Salarial completo….

Dica importante:

Nunca mencione que você está pedindo um aumento, porque Fulano de Tal no seu Departamento ganha $$$ xxxxx, xx. Tiro na testa para os dois!

 

4º Passo: prepare o seu “case” por escrito!

 

Antes de se encontrar com seu chefe, pode ser uma boa idéia fornecer uma cópia escrita do seu case com antecedência para ele. Um documento escrito dará uma idéia clara dos seus argumentos, que seu chefe poderia então usar para defender o seu caso com a alta administração. Você precisa olhar para o assunto do ponto de vista do seu chefe, ele deve justificar dar-lhe dinheiro extra para seus superiores, por isso, se você dar-lhe algo por escrito que pode servir como base de ‘justificativa’ : é definitivamente uma vantagem.

5º Passo: não faça uma emboscada!

 

Nenhum empregador vai levar numa boa o fato de ser enconstado na parede, por isso certifique-se de seu chefe tem muitos “avisos” sobre as suas intenções.

Solicite uma revisão de desempenho e deixe claro que você gostaria de falar sobre pagamento.