twitter logo

Papo no Twitter: PDF ou ePub?

da Redação Ebooks 1 Comment

Perguntamos no Twitter e no Facebook “A pergunta dessa semana a todos: Vocês preferem ler eBooks em formato PDF ou ePub? Faz diferença?” para discutir nas redes sociais o depoimento abaixo, enviado por Kim Doria, que trabalha no mercado editorial. As respostas surgiram nas redes sociais, e vamos reproduzi-las abaixo:

Confiram o depoimento de Kim Doria:

Sou responsável pelo setor de ebooks de uma editora de pequeno porte. Tendo em vista a estratégia de algumas editoras de vender a maioria de seu catálogo eletrônico no formato PDF (possibilitando um grande catálogo de ebooks em pouco tempo e com ‘pouco esforço’), temos comercializado a maioria de nossos ebooks neste formato (deixando para ePub apenas livros de maior sucesso de vendas ou lançamentos – quando aproveitamos para incorporar a criação do ePub nos custos de produção da obra).

Com nossos modestos resultados de venda, não temos observado nenhuma preferência do consumidor por um formato em detrimento do outro (o que me surpreende, pois acredito que o PDF só pode ser lido de forma satisfatória em computadores – minha experiência com o formato em smartphones e tablets foi muito insatisfatória). Contudo, a vinda da loja da Apple e Amazon ao Brasil prevista para o ano que vem começa a  me preocupar (pois, de um dia para o outro, teremos pouquíssimos títulos para disponibilizar nessas lojas – que não comercializam PDF).

Certo mês, a segunda editora a mais vender na Livraria Cultura, lembro, foi justamente a Jorge Zahar, que conta com um catálogo de ebooks de mais de 300 títulos, algo em torno de 90% deles em PDF.

Vamos aos comentários dos participantes:

Guto Pinto ePub, sem dúvida… os que eu li em PDF foram muito ruins…

Manuel Rebelato Miramontes ePub é mais versátil, porém alguns livros que publicamos não funcionam bem nesse formato, principalmente por conta dos caracteres em línguas como grego e hebraico, e daqueles que tem notas remissivas nas laterais dos parágrafos. Aí vamos de PDF mesmo.

Felipe Santos Desktop – PDF; Tablet/eReader – ePub. Se respeitarmos as características de cada formato, teremos o melhor de cada um… Por que ler ePub em desktop, seja no ADE ou qualquer outro leitor, não vejo como as melhores das experiências de leitura, o mesmo vale pro inverso… ler PDF em eReaders (sendo que PDF em tablet funciona muito bem.)

Fabio Mascarenhas Em geral prefiro ler em ePub, acho que até o momento não existe experiência melhor, até porque leio principalmente no iPhone, apesar de ter um eReader e um iPad, mas não tenho paciência para sair por aí levando nada além do celular e normalmente leio quando estou fora de casa ou do escritório. Já li livros no eReader em PDF mas apesar do recurso Text Reflow achei que a maioria desses ficaram bem melhor no iPad.

Felipe Moreno Eu prefiro ePub, pela adequação do arquivo nos leitores eletrônicos.

Kátia Regina Silva ePub. Acho mais interativo.

Denis Job ePub, mil vezes!

Anatalia Saraiva Martins Ramos ePub, sure!

Camila Cabete ePub! Múltiplas plataformas… Mas o PDF fica bom no iPad… Mas PDF só em casos de emergência…

Heinar Maracy PDF só é bom pra quem publica, não pra quem lê.

Regina Azevedo PDF, às vezes, dá problemas de formatação, pelo menos no meu Nook. ePub é mais amigável…

Aylons Hazzud Como assim? ePub, claro. Quem gosta de PDF?

Rodrigo Pimentel ePub – Pelo menos no meu nook touch o PDF nunca fica lá essas coisas de formatação quando há necessidade de aumentar a fonte.

krysamon ePub é muito melhor que PDF, não tem nem como comparar.

ottafilho Prefiro ePub. Faz e muito… pela adaptação.

guasparibarreto ePub faz toda diferença! Muito melhor!

mauremk ePub bem diagramado e melhor que PDF.

ticseducacao ePub, usabilidade melhor que PDF.

fern_ribs No Nook faz… ePub é melhor.

rseiji ePub, faz toda diferença ter o formato certo pro device certo. Experiência de leitura adequada pro contexto.

Dá para perceber que o ePub tem uma grande aceitação. Porém, por mais que tenhamos espalhado a pergunta para várias pessoas de várias profissões, a maior parte das respostas é de profissionais ligados ao ramo editorial, e certamente a maioria prefere ePub, pois é mais versátil e maleável.

Por isso essa conversa não invalida o depoimento do Kim Doria, apenas mostra que não estamos ensinando corretamente o público que lê e está se aventurando no livro digital. Para leigos, PDF é mais conhecido e mais seguro, muito mais fácil de ler pois já possui o programa no computador. É preciso incentivar e ensinar os consumidores sobre o ePub, para que fique conhecido e suas vantagens sejam apreciadas.

A participação de todos foi muito interessante, e espero que possamos dar continuidade a esse debate aberto no Twitter. Se desejar participar dos debates posteriores, siga o twitter do Revolução (@revebook) e fique atento às próximas perguntas.

Para publicar seu livro em ebook ou impresso, nas principais livrarias online, conheça o serviço de publicação da Simplíssimo. Nossos números são difíceis de bater: desde 2010, a Simplíssimo comercializou mais de 1 milhão de exemplares e publicou mais de 1.000 ebooks e livros impressos. Veja como funciona a publicação para seu livro, aqui.

 

SimplíssimoPapo no Twitter: PDF ou ePub?

Comments 1

  1. Das tantas coisas interessantes, úteis e atuais que li aqui, a de que é preciso maior divulgação e disponibilização dos e-Pubs, tanto quanto os PDF’s, é, ao meu ver, o que pode dar o impulso necessário para tal questão.
    Todos sabem que existem dezenas de programas leitores e geradores de PDF’s, e alguns bastante eficientes. Mas e para os e-Pubs? Poucos e ainda não muito eficientes. Só de falar em HTML e CSS, muitos tremem e/ou evitam o assunto.
    No dia em que forem disponibilizados uma boa quantidade de livros digitais com qualidade na Web, e os E-Readers ficarem mais “acessíveis/compráveis”, e isso é cada vez mais evidente, até o mais “oculto vizinho” ficará sabendo que existem.
    Mas hoje?, hummm, dizer para a maioria das pessoas é “falar grego”!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *