Paulo Coelho ataca a pirataria e revela processo contra pirata

eduardo Notícias 1 Comment

Cansado de ver seu livros pirateados na Internet, Paulo Coelho decidiu partir para o ataque. O escritor brasileiro mais vendido de todos os tempos, iniciou um processo contra o maior pirata de seus livros.

Aviso: este texto é uma piada do 1º de Abril de 2013. A “notícia” relatada aqui é uma invenção.

Detalhe: o maior pirata é ele mesmo.

O autor é conhecido em todo o mundo pela defesa do compartilhamento de arquivos e suas ações de auto-pirataria em diversas línguas e países. Inclusive, já fez parceria ano passado com o Pirate Bay, principal site de pirataria atualmente, para divulgar apoio às causas piratas.

O anúncio foi feito via Twitter, na madrugada de domingo para segunda: “Decidi processar a mim mesmo, para dar um exemplo aos piratas e ao mercado. Quer que as pessoas parem de piratear? Comece por você”.

Seguido por milhões de pessoas, a reação pública foi instantânea – e como sempre, com posições extremas de ambos os lados:

“O Paulo Coelho vai processar a si mesmo? Sempre desconfiei que ele tivesse um clone escrevendo por ele. Nunca li, mas sempre desconfiei”

“Não leio seus livros, mas acho ele um gênio. Namastê!”

“Como assim, processar a si próprio? É louco, escreve muito mal – nunca li, deus me livre.”

Atualizado às 7h23min:

Poucas horas após o anúncio de que processaria a si mesmo, já na manhã desta segunda-feira, o autor postou novamente no Twitter, confirmando que recebeu uma notificação de si mesmo, mas que não desistiria do direito de piratear a si próprio.

twitter paulo coelho 2

Dezenas de críticos literários brasileiros e internacionais torcem pelo sucesso da ação de Paulo Coelho contra ele mesmo, na esperança de que, com isso, caia o número de leitores do autor. O presidente da Associação dos Críticos que Odeiam o Paulo Coelho (AsCO-PC), o crítico literário inglês Sponge Bob, comentou rapidamente a notícia:

“Os defensores dos Cânones literários vibraram nesta madrugada, especialmente aqueles que recomeçavam Ulisses pela nonagésima vez, na esperança de concluir a leitura. Diante do fato, marcamos uma sessão extra da nossa terapia conjunta do grito primal, para espairecer e celebrar a notícia”.

O desfecho da ação é incerto, uma vez que é a primeira vez que um autor processa a si mesmo. A justiça francesa, que recebeu o pedido de Paulo Coelho, está reunindo uma equipe de constitucionalistas para analisar o caso. Com grande acolhida na França e na Europa em geral, é certo que o autor e seu inédito processo terão grande repercussão na mídia, pelas próximas semanas.

Para mais informações, visite este link.

Ok, um último aviso

O blog Ethic Alarms foi o balizador das notícias que publicamos hoje no Revolução eBook. Você pode conferir a abordagem do Ethic Alarms para os limites éticos para notícias fictícias no dia 1º de abril. Sim, hoje é 1º de abril… e as notícias acima não são verdadeiras!

Na notícia sobre o primeiro ebook a ultrapassar 100 mil vendas, Arturo Bandini e seu livro “O Cachorrinho Riu”, citados no texto, foram extraídos do  livro Pergunte ao Pó, de John Fante – o “consultor” que aparece na notícia.

Paulo Coelho, um grande apoiador do compartilhamento de arquivos e da pirataria em geral, jamais processaria a si próprio… nenhum gênio é  tão louco assim. Mas é verdade que ele já fez parceria com o Pirate Bay, como a notícia refere.

Jeff Bezos nunca concedeu entrevista a Al Bundy – porque Al Bundy não é um jornalista, mas um personagem do antigo seriado americano “Married with Children”. E por mais competitivo que seja, nada do que é dito sobre Jeff Bezos no texto é verdade. Exceto que ele realmente retirou do fundo do mar os motores de um foguete Apollo – só essa parte é verdade, como descrita na matéria citada da Forbes.

E por fim… a Adobe jamais lançaria um aplicativo com nome de cerveja, e que fizesse conversão de PDF para ePub em um clique, que fosse eficiente e funcionasse de forma “automágica”, inclusive para livros complexos. Com a tecnologia atual, isso está muito longe de ser viável.

Enfim… para rir e se divertir com outras notícias famosas do 1º de abril, veja esta lista com as 100 melhores piadas já feitas no dia da mentira, como a da “ilha de San Serrif”, a colheita de spaghetti na Suíça e os pinguins voadores.

Para publicar seu livro em ebook ou impresso, nas principais livrarias online, conheça o serviço de publicação da Simplíssimo. Nossos números são difíceis de bater: desde 2010, a Simplíssimo comercializou mais de 1 milhão de exemplares e publicou mais de 1.000 ebooks e livros impressos. Veja como funciona a publicação para seu livro, aqui.

 

SimplíssimoPaulo Coelho ataca a pirataria e revela processo contra pirata

Comments 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *