Paulo Coelho faz parceria com o principal site de pirataria

Paulo Coelho Venderá eBooks a 99 Centavos

da Redação Autores, Ebooks, Notícias 4 Comments

Custa menos do que um café! Foi assim que Paulo Coelho anunciou sua novidade: depois de oferecer seus livros gratuitamente em sites de torrent, pedindo ao público que os pirateasse, o autor best seller convenceu sua editora norte-americana HarperCollins a vender suas obras a US$0,99.

A ideia surgiu na London Book Fair, entre uma conversa com a agente de Paulo Coelho, Monica Antunes. Agora, todos títulos de Paulo Coelho (com a exceção de O Alquimista) são vendidos a menos de um dólar nos Estados Unidos e Canadá.

Esta é uma decisão crucial para mim. Há anos que tenho defendido que o conteúdo livre não é uma ameaça para o negócio do livro. Com a redução do preço de um livro e igualando-o ao preço de uma música no iTunes, o leitor será encorajado a pagar por isso, ao invés de baixá-lo gratuitamente.

Se você baixar todos os títulos com preços a US$0,99, gastará US$10,89 por 11 livros (ao invés de US$74,19, o preço normal).

É o meu (aberto) desejo secreto que os preços de eBooks sigam essa tendência. E eu conto com vocês para me ajudar a propagar esta mensagem. Isso pode criar um novo paradigma. Como eu twittei há pouco tempo: “A vida é alterada por meio de exemplos, e não por pareceres”.
Confira a lista dos mais vendidos:

1] The Alchemist (fora da promoção)
2] Eleven Minutes Kindle + Nook
3] The Pilgrimage Kindle + Nook
4] The Manual of the Warrior of Light Kindle Nook
5] By the River Piedra I sat down and wept Kindle + Nook
6] The Zahir Kindle Nook
7] Veronika decides to die Kindle + Nook
8] The Witch of Portobello Kindle + Nook
9] Brida Kindle Nook
10] The devil and Miss Prym Kindle + Nook
11] The winner stands alone Kindle + Nook

Carlos Pinheiro, blogueiro do site Ler ebooks, adiciona: Coelho está convencido de que só com eBooks ao preço de uma música no iTunes será possível combater a pirataria, opinião confortável de um autor de bestsellers que vendem milhões de exemplares, mas na realidade impraticável, a não ser que queiramos uma literatura reduzida a meia dúzia de autores e dominada pelas tendências de mercado, e a criatividade substituída por linhas de montagem de conteúdos.

Você concorda com isso?

Com informações do blog de Paulo Coelho.

Para publicar seu livro em ebook ou impresso, nas principais livrarias online, conheça o serviço de publicação da Simplíssimo. Nossos números são difíceis de bater: desde 2010, a Simplíssimo comercializou mais de 1 milhão de exemplares e publicou mais de 1.000 ebooks e livros impressos. Veja como funciona a publicação para seu livro, aqui.

 

SimplíssimoPaulo Coelho Venderá eBooks a 99 Centavos

Comments 4

  1. Esse preço é só para os Eua e Canadá?
    Para mim, na Amazon, o preço ainda é o mesmo.

  2. Concordo em parte.

    Para ele e outros autores que já ganharam (e muito) dinheiro com o seu livro é bem mais fácil. Em estratégia “similar” você mesmo noticiou o caso da Pottermore, que pode facilmente abaixar o preço do seu livro para ‘combater’ a pirataria, já que eles já renderam milhões a autora e milhares a vários outros na cadeia alimentar de publicação.

    Mas mesmo assim um livro digital a preços baixos (talvez nem tanto, mas podemos dizer bem menos do que 10reais) pode se pagar e lucrar aos interessados e envolvidos, e se isso não acontecer, é que seu trabalho não foi realmente digno de valer nem 1 real.

    Até hoje o que eu vi de justificativas para o alto preço dos livros digitais, são geralmente devido a custos para manter um mercado nos mesmos moldes do impresso, ou para azeitar uma máquina viciada, ou para “cobrir o custo da pirataria” (essa para mim é a mais estúpida, eu tenho que pagar pelo problema dos outros). Porque se analisar o custo do trabalho de revisão e diagramação, um livro não custa mais de 10mil reais (no muito), e tudo acima disso deveria ser lucro, que deveria ser do trabalho do autor. Se ele for vendido a esse preço, 10mil cópias pagam os custos, mas as ‘livrarias’ não ganharam nada. E convenhamos, por esse preço se ele não vender 10mil cópias em um mês, é sinal de que se você não é autor famoso, também não tem vida social (nem digitalmente), não sabe escrever um bom título, nem fazer um bom resumo do seu livro. Por que o livro pode ser uma porcaria, mas se o texto da ‘orelha’ for bom, eu pago U$0,99 só de curiosidade.

    No nosso mundinho besta, todo autor, editor, otrosor, imagina que sua obra é a mais perfeita obra de arte digna de valer milhões, e quanto mais eu ganhar melhor. É ego demais pro meu gosto, e alguém se valer de uma meia dúzia de anos de trabalho (ou menos) para ficar o resto da vida inteira só colhendo os louros disso, é o sonho de consumo de todo mundo, mas não deixa de ser coisa de vagabundo.

    Sei que aqui tem várias pessoas ligadas a editoras, mas está na hora de vocês reverem qual é o seu verdadeiro trabalho nos tempos atuais, e se vocês ainda são realmente necessários ou possuem essa valia toda que acreditam. Ainda são, por isso lutam contra a pirataria mais pela própria sobrevivência do que um bem comum a respeito da publicação, pois editoras, gravadoras e outros que vivem do trabalho alheio podem desaparecer mais rápido do que surgiram, mas a produção cultural só desaparecerá depois que extinguir a humanidade.

  3. Exercendo a “Opinalogia Pitacológica”, que é a arte de dar Pitacos, eu concordo plenamente com o que o “PC” disse, sonha e almeja. Afinal, ainda que muitos não o admirem e nem leiam teus livros, temos que convir que é algo no mínimo ousado e atrevido. Pra não dizer, é claro, o risco dessa atitude causar um “ebooksídio”. – Vamos ver no que vai dar!

  4. Paulo Coelho vai se beneficiar da cauda longa! Certíssimo ele. Outros livros/conteudos podem cobrar preços maiores. Eu tenho comprado ebooks na Amazon/Kindle por Us$ 9,99!! São livros de não ficção sobre assuntos que me interessam e vão demorar de vir para o Brasil, se é que virão! Paguei e fiquei satisfeita. Isso quer dizer que continuarei pagando.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *