Do PDF para ePub em apenas um clique, com o novo software da Adobe

Eduardo Melo - Simplíssimo Notícias 4 Comments

Em release enviado à imprensa, a Adobe anunciou o lançamento do mais eficiente software de conversão de eBooks para o formato ePub. Batizado de EPUBeer, junção das palavras EPUB e Beer (cerveja), o nome representa de forma inequívoca a proposta do novo software, ser um conversor fácil, simples e que desce redondo do PDF para o formato ePub. Neste primeiro momento, o programa será lançado somente no Brasil, de acordo com Jonh Prank, diretor de Marketing da Adobe:

Aviso: este texto é uma piada do 1º de Abril de 2013. A “notícia” relatada aqui é uma invenção.

“O nome do software é uma homenagem ao mercado brasileiro, por representar o futuro das publicações. Editores e produtores podem agora converter todo seu conteúdo com máxima facilidade, até mesmo enquanto tomam uma cervejinha gelada.”

Nos testes conduzidos, o software surpreendeu! Mesmo o PDF mais complexo, pôde ser convertido apenas apertando um botão, obtendo um resultado muito fiel ao conteúdo e ao design original. Para usar o programa, basta selecionar o arquivo a ser convertido e clicar no botão “Convert to ePub“, e estará pronto.

O software está disponível gratuitamente para download, graças à publicidade das cervejas nacionais – isso foi possível, pelo conceito de facilidade e vida mansa embutidos no projeto do software. Isto não agradou nem um pouco as empresas que, até agora, vinham produzindo ebooks em ePub para as editoras brasileiras. O diretor do projeto de desenvolvimento do EPUBeer, Kant Careless, respondeu aos críticos:

“Esta história de repensar o conteúdo e o design, para novos formatos digitais, é uma estratégia de empresas que querem ganhar dinheiro fácil. Com o EPUBeer, acabamos com essa história. Todo editor pode simplesmente ter o próprio conteúdo em formato digital, sem ser necessário nenhum tipo de adaptação, sem treinar diagramadores, sem precisar aprender HTML e CSS, enfim… algo bem parecido com o sistema de slides que criamos para digitalizar as revistas. Com o EPUBEeer. tudo vira imagem e facilita a vida de todo mundo. Viramos o jogo.”

Opiniões contrárias à filosofia do software surgiram na rede, mas esporádicas. A sensação geral é de embriaguez satisfação com o novo sistema. Para muitos usuários, o EPUBeer é uma revolução que facilitará a vida de todos que trabalham com a produção de ebooks. João Fichinha, designer de apostilas para site piratas, comemora:

“Sempre achei a maior chatice ter que aprender linguagens como XHTML para fazer um ePub. Agora vou poder fazer as coisas de maneira fácil, sem ter que aprender nada de novo, deixando tudo nas mãos do software.”

Gérson Boavitta, diretor de uma empresa especialista em vencer licitações do governo, também celebra:

“Agora vai ser moleza ganhar dinheiro fácil. Com um sistema assim, coloco minha mãe para converter os arquivos, enquanto jogo Angry Birds. E o governo irá me pagar rios de dinheiro por isso. Um brinde ao EPUBeer! “

Análise

Acredito que seja relevante e fundamental a opinião de João Batista, profeta que trabalha com a defesa dos padrões e com a divulgação de formatos como o ePub3 e o Html5:

O mundo se encaminha para uma mudança de paradigmas, onde não teremos mais “telas” e sim devices com um modo de interação totalmente diferente. Precisaremos de conteúdos pensados para o digital, que respeitem padrões e que não sejam amarrados a um design oriundo do impresso. Precisamos começar a pensar com categorias diferentes, respeitando a semântica do conteúdo. Os editores, quem realmente quer ter um conteúdo que seja transversal  às plataformas, precisa repensar a forma como publica seus livros. Uma ferramenta automática, nunca irá resolver isto.

Creio que com esta voz que clama no deserto posso só afirmar que continuo acreditando que somente com conhecimento sério e muito trabalho, é possível criar um conteúdo que esteja pronto para as futuras revoluções que a tecnologia nos reserva.

Em todo caso, não deixe de testar o novo software EPUBeer. Ele com certeza vai trazer muita satisfação e surpresa! Para baixar a versão gratuita do software, visite este link.

Ok, um último aviso

O blog Ethic Alarms foi o balizador das notícias que publicamos hoje no Revolução eBook. Você pode conferir a abordagem do Ethic Alarms para os limites éticos para notícias fictícias no dia 1º de abril. Sim, hoje é 1º de abril… e as notícias acima não são verdadeiras!

Na notícia sobre o primeiro ebook a ultrapassar 100 mil vendas, Arturo Bandini e seu livro “O Cachorrinho Riu”, citados no texto, foram extraídos do  livro Pergunte ao Pó, de John Fante – o “consultor” que aparece na notícia.

Paulo Coelho, um grande apoiador do compartilhamento de arquivos e da pirataria em geral, jamais processaria a si próprio… nenhum gênio é  tão louco assim. Mas é verdade que ele já fez parceria com o Pirate Bay, como a notícia refere.

Jeff Bezos nunca concedeu entrevista a Al Bundy – porque Al Bundy não é um jornalista, mas um personagem do antigo seriado americano “Married with Children”. E por mais competitivo que seja, nada do que é dito sobre Jeff Bezos no texto é verdade. Exceto que ele realmente retirou do fundo do mar os motores de um foguete Apollo – só essa parte é verdade, como descrita na matéria citada da Forbes.

E por fim… a Adobe jamais lançaria um aplicativo com nome de cerveja, e que fizesse conversão de PDF para ePub em um clique, que fosse eficiente e funcionasse de forma “automágica”, inclusive para livros complexos. Com a tecnologia atual, isso está muito longe de ser viável.

Enfim… para rir e se divertir com outras notícias famosas do 1º de abril, veja esta lista com as 100 melhores piadas já feitas no dia da mentira, como a da “ilha de San Serrif”, a colheita de spaghetti na Suíça e os pinguins voadores.

Para publicar seu livro em ebook ou impresso, nas principais livrarias online, conheça o serviço de publicação da Simplíssimo. Desde 2010 a Simplíssimo já comercializou mais de 1 milhão de exemplares, para mais de 1.000 autores e editoras. Veja como funciona a publicação para seu livro, aqui.

 

SimplíssimoDo PDF para ePub em apenas um clique, com o novo software da Adobe

Comments 4

  1. Este software com certeza facilitará muito nossas vidas, porém, de acordo com a publicação, ele converte o PDF em imagens. Talvez isto não seja tão bom, pois o epub perderá a fluidez, mas preciso confirmar se realmente funciona desta maneira.
    Não encontrei o link para fazer o download do software. Onde posso encontrar?

  2. Não foi possível acessar o site de vocês por alguns dias e acho que ainda não perdi a piada ahahahahahaha. Esse software vai me ajudar muito. Eu já achava “chato” essa história de aprender XHTML. Pensar que um ebook moderno será igual a uma montanha de pedra, dura, imóvel, é o máximo, afinal, sempre gostei daquelas pinturas… como se diz… natureza morta… ahahahahahaha. Quem não achar o link para esse software, basta usar o “printscreen”, copiar e colar no “paintbrush”, enumerar os “jpgs” e pronto, tá feito o ePUB…ahahahahaha 😛

    Adorei o comentário do “Gérson Boavitta”… “coloco minha mãe para converter os arquivos” KKKKKKKKKK!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Currently you have JavaScript disabled. In order to post comments, please make sure JavaScript and Cookies are enabled, and reload the page. Click here for instructions on how to enable JavaScript in your browser.