Pearson compra empresa de autopublicação

Nina Sarti Autores, Ebooks, Notícias Deixe um comentário

O grupo editorial britânico Pearson, dono da editora Penguin, investiu US$116 milhões na compra da Author Solutions Inc., uma das maiores empresas de autopublicação do mundo. Segundo o CEO da Penguin, John Makinson, a compra permitirá à editora ter acesso a dados e expertise no campo da autopublicação, além de permitir que alguns autores independentes tenham oportunidades de crescimento e distribuição global por canais tradicionais.

O interesse da Penguin pelos autores independentes já estava claro desde o ano passado, quando a editora lançou o Book Country, site que permite a autopublicação de livros pertencentes a alguns gêneros de ficção (mistério, thriller, ficção científica, fantasia e eróticos). No início do ano, uma das escritoras que havia postado capítulos de seu livro no site, Kelly Schafer, chegou a conseguir um contrato tradicional com a Penguin. Agora, a editora terá ainda mais material para explorar: a Author Solutions já publicou quase 200 mil livros de cerca de 150 mil autores, tanto no formato digital quanto no impresso. A matéria do Publishers Weekly dá mais detalhes:

Citando o lançamento do Book Country, Makinson disse que a Penguin tem olhado para o mercado da autopublicação “com crescente respeito e admiração”, notando que “nós tentamos acompanhar o jogo”. Makinson disse, “[O mercado] se tornou mais profissional e adicionou mais valor para autores e leitores”. Makinson destacou o número crescente de autores independentes como E.L. James e Amanda Hocking: “A autopublicação está crescendo e convergindo com a publicação tradicional. É um mercado importante e não é incomum que um título autopublicado chegue à lista de mais vendidos.”

(…)

Perguntado se havia alguma preocupação a respeito da aquisição de uma empresa de autopublicação danificar a reputação da Penguin de seletividade editorial, Makinson disse: “Não temos preocupações. A Penguin é associada a seleção editorial e padrões e, ainda que a Author Solutions use filtros diferentes, eles estão permitindo que mais autores encontrem mais leitores. Nós vamos trabalhar para ter certeza de que nosso público saiba o que está recebendo.”

Apesar da compra, a Author Solutions – que teve faturamento de quase US$100 milhões no ano passado – vai manter sua marca e as parcerias que já tem com outras editoras, como Thomas Nelson e Hay House. Segundo Makinson, os cerca de 1600 funcionários da empresa também serão mantidos: “Nós passamos um tempo conhecendo as pessoas da Author Solutions e seu trabalho sofisticado. Eles têm habilidades que podem nos ajudar na Penguin. Eles estão trabalhando globalmente e nós podemos apoiar isso. É uma convergência natural e está ampliando nossos serviços de publicação e oferecendo mais opções para os leitores. Como Kevin [Weiss, CEO da Author Solutions] disse, este é o melhor momento de todos os tempos para ser um autor.”

Para publicar seu ebook ou livro impresso, nas principais livrarias online, conheça o serviço de publicação da Simplíssimo. Desde 2010 a Simplíssimo já comercializou mais de 1 milhão de exemplares, para mais de 1.500 autores e editoras. Veja como funciona.

 

Sobre o autor

Nina Sarti

Nina Sarti é aspirante a jornalista e apaixonada por literatura – no papel desde sempre, e na tela desde o seu primeiro e-reader, que leva por aí para mostrar às pessoas que e-book não é nenhum bicho de sete cabeças.

SimplíssimoPearson compra empresa de autopublicação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Currently you have JavaScript disabled. In order to post comments, please make sure JavaScript and Cookies are enabled, and reload the page. Click here for instructions on how to enable JavaScript in your browser.