Produzir um eBook Não é Barato – artigo

Colaboração do leitor Artigos, Ebooks, editora, epub, livro eletrônico Deixe um comentário

Revolução E-book

Essa é uma afirmação verdadeira. E promete ser um dos assuntos em discussão na próxima Feira do Livro de Frankfurt, como afirma Edward Nawotka em seu blog Publishing Perspectives.

No post, Nawotka inseriu o depoimento de Richard Charkin, diretor executivo da Bloomsbury no Reino Unido:

There is this contention that digital publishing is significantly cheaper than print publishing. Of course there are some savings, but there are additional costs too, and the core costs of selecting, acquiring, supporting an author, editing, designing, financing, selling, promoting, collecting cash and distributing it back to the author remain much the same.

E ele está certo. Ter um eBook, ainda mais quando ele não vier acompanhado mais da versão impressa, implicará em quase todos os mesmos custos do que um livro impresso. Notem que, mesmo concordando com isso, não concordo que o preço de um eBook no Brasil seja o que é hoje. Alguns títulos chegam a custar mais caro em eBook do que impresso, incluindo aí o frete. Assim já é demais. Concordo com preço justo, não abusivo.

Não é honesto cobrar preços absurdos apenas porque é um produto mais novo ou porque ainda há pouca demanda. Isso acaba sendo um círculo vicioso. E mais uma coisa. Nenhuma empresa ainda está trabalhando em divulgação massiva de seus eBooks, e por isso mesmo os custos com marketing ainda não podem ser incluídos.

Logicamente, uma editora pode recorrer a agências indianas ou de outras nacionalidades – até brasileiras – que cobram preços irrisórios por cada eBook. Entretanto, isso não significa que sairá barato, pois o preço será cobrado no futuro. Livros pobremente “convertidos” não prezam pela qualidade, não passam por revisão e não têm neles inserido qualquer melhora do arquivo físico para o digital, nenhuma vantagem.

O resultado disso é a venda ruim do título, já que o leitor não vai querer qualquer porcaria, e logo para de comprar. Então, quando todas as editoras estiverem com ePubs e eBooks de qualidade nas prateleiras virtuais, a editora que só pediu uma conversão irá ter de refazer todos os seus livros digitais para atender à demanda no futuro e conseguir competir com eBooks mais caprichados.

Produzir um eBook Não é Barato

Para publicar seu ebook ou livro impresso, nas principais livrarias online, conheça o serviço de publicação da Simplíssimo. Desde 2010 a Simplíssimo já comercializou mais de 1 milhão de exemplares, para mais de 1.500 autores e editoras. Veja como funciona.

 

Sobre o autor

Colaboração do leitor

SimplíssimoProduzir um eBook Não é Barato – artigo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *