Resumo das novidades da Amazon

Eduardo Melo Ebooks, Notícias Deixe um comentário

Veja também o novo Kindle Paperwhite e o Kindle na versão mais barata 

A Amazon lançou bastante coisa nova e interessante dia 06 de setembro, na Califórnia. Foram dois eReaders (um novo e outro, recauchutado) e quatro tablets (três novos, um recauchutado). Fazemos aqui um apanhado das principais novidades da Amazon e uma breve análise.

As novidades foram as seguintes:

eReaders e Livros

  • Tecnologia de iluminação proprietária no novo eReader Kindle Paperwhite, que ganhou elogios, inclusive na comparação com o Nook GlowLight;
  • Menos preço do Kindle nos EUA passa a ser US$ 69 (com publicidade, no Kindle sem iluminação). Internacionalmente, o menor preço será de US$ 89;
  • O Kindle 3G com teclado continua à venda;
  • Kindle Serials será a versão digital dos romances do século XIX, que eram publicados e lidos de episódio em episódio, ao longo de semanas ou meses. Mais detalhes no TheGuardian;

Tablets

  • O tablet mais barato da Amazon será o Kindle Fire (1ª versão), que custará US$ 159;
  • Os 4 tablets atendem vários segmentos de público e apresentam preços diferenciados de US$ 159 (Fire antigo), US$ 199 (Fire HD 7″), US$ 299 (Fire HD 8,9″) e US$ 499 (Fire HD 8,9″ 4G);
  • Todos os tablets terão preço subsidiado por publicidade, porém será possível para os usuários removerem a publicidade (via Engadget);
  • Whispersync for Voice – um recurso muito interessante, em que será possível alternar entre a leitura do eBook e a audição do audiobook de forma automática, continuando exatamente de onde parou – o exemplo de Jeff Bezos foi “ouvir no carro, ler em casa”;
  • A Amazon aperfeiçoou o sistema dos tablets, inclusive com recursos de controle parental, um “modo infantil” controlado por pais, e uma forte integração entre os serviços que vendem conteúdo da Amazon;
  • X-Ray para filmes: nas versões HD do Kindle Fire, permitirá que o usuário pause o filme e procure mais informações sobre um ator em uma cena, sua biografia, etc.

Ficou evidente que a empresa vê seu futuro nos tablets, ou melhor, no consumo de conteúdo através dos tablets, como Jeff Bezos enfatizou. A estratégia da Amazon é cristalina: comercializar todo tipo de conteúdo através dos tablets. Vídeos, músicas, audiobooks, jogos, aplicativos… e livros. Para a Amazon, não faz sentido privilegiar um aparelho que só permite consumir livros.

Um indicativo mais sutil dessa mudança em direção aos tablets: o novo Kindle Paperwhite não tem alto-falantes ou saíde para fones de ouvido. Foi eliminada, portanto, a função TTS (Text-to-Speech) que permitia ouvir os eBooks no Kindle e era extremamente útil para alguns consumidores, como portadores de deficiências visuais ou motoristas. Para ouvir um eBook, agora será preciso ter um Kindle Fire e ouvir os audiobooks da Audible… ou ficar com alguma das versões antigas do Kindle. Lamento pelos fetichistas apaixonados por eReaders, mas a empresa quer fornecer conteúdo em geral, para toda a família, e indo muito além dos livros… e o objetivo é fazer isso através dos tablets Fire.

Para publicar seu ebook ou livro impresso, nas principais livrarias online, conheça o serviço de publicação da Simplíssimo. Desde 2010 a Simplíssimo já comercializou mais de 1 milhão de exemplares, para mais de 1.500 autores e editoras. Veja como funciona.

 

Sobre o autor

Eduardo Melo

Eduardo Melo é fundador da Simplíssimo e seu diretor-executivo desde 2010. É licenciado em História e Mestre em Teoria da Literatura.

SimplíssimoResumo das novidades da Amazon

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Currently you have JavaScript disabled. In order to post comments, please make sure JavaScript and Cookies are enabled, and reload the page. Click here for instructions on how to enable JavaScript in your browser.