Sátira de “Cinquenta tons de cinza” chega ao top 10 da iBookstore

Nina Sarti Ebooks, Notícias Deixe um comentário

Diante do enorme sucesso da trilogia dos “Cinquenta tons” lá fora, Brian Brushwood e Justin Robert Young, os dois comediantes do The NSFW Show, decidiram testar se conseguiriam tirar vantagem do boom dos romances eróticos. A ideia, como eles mesmos explicam neste vídeo, foi simples: eles reuniram uma série de trechos enviados por ouvintes de seu podcast sob o título “The Diamond Club”, da autora fictícia Patricia Harkins-Bradley. O único requisito para entrar no livro era incluir os personagens principais na história – ou seja, nada precisava fazer sentido, nem ter qualquer tipo de coesão com os outros capítulos. “Nosso livro foi completamente escrito pela internet, ninguém leu a coisa toda, mas ele tem três coisas: uma capa que parece Fifty Shades of Grey; muito, mas muito sexo; e personagens com empregos que achamos que estão na moda”, explica Brushwood.

O livro foi então publicado na iBookstore por US$0.99, e os leitores do site foram conclamados a comprá-lo e postar uma resenha positiva na livraria. “Isto é um teste”, dizem os “autores”. “Uma vez que estivermos no top 10, é possível que um livro muito mal escrito que não faz sentido e só tem muito sexo possa ganhar os corações de donas de casa solitárias por toda a parte?”

Aparentemente, sim. Ou isso, ou os fãs do NSFW Show são suficientes para colocar um livro em quarto lugar no ranking da iBookstore em três dias, atrás apenas da própria trilogia de E. L. James. Até o momento, o livro tem 1458 resenhas, sendo que apenas 16 parecem ser de leitores desapontados com a falta de coesão da história. Brincadeiras à parte, no mínimo o caso serve para mostrar o impacto do marketing na venda de um e-book – afinal, no mundo das livrarias digitais, estar na lista de mais vendidos é mais importante do que nunca.

Por fim, uma curiosidade: a Apple, famosa pela vigilância que exerce sobre o conteúdo de sua loja, se preocupa em retirar da iBookstore um e-book simplesmente porque fazia referência à Amazon, mas não faz restrição nenhuma a um livro cujo objetivo declarado é se aproveitar dos leitores de um gênero?

Para publicar seu livro em ebook ou impresso, nas principais livrarias online, conheça o serviço de publicação da Simplíssimo. Nossos números são difíceis de bater: desde 2010, a Simplíssimo comercializou mais de 1 milhão de exemplares e publicou mais de 1.000 ebooks e livros impressos. Veja como funciona a publicação para seu livro, aqui.

 

SimplíssimoSátira de “Cinquenta tons de cinza” chega ao top 10 da iBookstore

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *