pottermore

Sem DRM, Leitores Combatem a Pirataria de Harry Potter

da RedaçãoAtualizado em: Ebooks, Notícias 3 Comments

Em seu último artigo, Mike Shatzkin contou uma história interessante. Desde seu lançamento, os eBooks da série Harry Potter têm sido vendidos sem o tradicional DRM da Adobe, e sim com as informações de cada comprador na cópia do eBook, o conhecido Social DRM.

Era de se esperar que, uma vez que não há qualquer proteção, o eBook fosse largamente pirateado e distribuído aos quatro ventos em sites de torrent e compartilhamento de arquivos. Mas o contrário parece estar acontecendo.

Leitores e compradores dos eBooks estão defendendo a iniciativa de J. K. Rowling de vender os títulos sem proteção, e inibem a pirataria tentando dar uma dose de consciência aos ilegais:

Aparentemente, os arquivos de eBooks do Harry Potter começaram a aparecer em sites de compartilhamento de arquivo logo após a abertura do site Pottermore. Mas antes que pudessem receber quaisquer avisos de remoção, a comunidade de participantes reagiu. Eles disseram: “Qual é! Aqui temos uma editora que fez o que temos pedido, entregando conteúdo livre de DRM, através de dispositivos, a um preço razoável. E, por falar nisso, você não sabe que o arquivo lá em cima no site de compartilhamento possui marca d’água? Eles sabem quem você é!” E então o conteúdo pirata começou a ser retirado pela comunidade, antes que Pottermore pudesse reagir. E muito rapidamente, não havia menos cópias piratas do que antes.

Chris Meadows do TeleRead lembra que isso é exatamente a mesma coisa que acontece com a Baen Books desde sua criação. Os leitores e usuários respeitam a iniciativa das editoras que fornecem títulos sem o infernal DRM, que mais atrapalha o leitor do que ajuda a editora. Será que essa é uma tendência?

Para publicar seu ebook ou livro impresso, nas principais livrarias online, conheça o serviço de publicação da Simplíssimo. Desde 2010 a Simplíssimo já comercializou mais de 1 milhão de exemplares, para mais de 1.500 autores e editoras. Veja como funciona.

 

Sobre o autor

da Redação

Para entrar em contato com a redação do Revolução eBook, escreva para sac@simplissimo.com.br

SimplíssimoSem DRM, Leitores Combatem a Pirataria de Harry Potter

Comments 3

  1. Será que essa defesa dos consumidores pelo produto existiria no caso de os produtos não terem fãs desde antes de suas publicações? Me parece que o mercado na era da pirataria depende mais do que nunca do carisma dos produtores e da constituição de uma comunidade de consumidores “leais”.

    1. Com certeza isso só ocorre por conta dos leitores reverenciarem a autora; duvido que no caso de um livro jurídico, alguém fizesse a mesma coerção contra a pirataria../;

  2. Enfim, prevalece o respeito sobre o trabalho intelectual. E sem a mão punitiva da lei… partiu dos próprios leitores, fãs/usuários. Parabéns pela lição de civilidade!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Currently you have JavaScript disabled. In order to post comments, please make sure JavaScript and Cookies are enabled, and reload the page. Click here for instructions on how to enable JavaScript in your browser.