Será que agora vai, mesmo? Apple já teria assinado com as grandes editoras brasileiras

Eduardo Melo (Simplíssimo) Ebooks 1 Comment

Pelo menos uma parte da informação confere com o que já noticiamos antes. Para Lauro Jardim, no Radar On-line da Veja, a Apple já teria assinado contrato com as editoras Sextante, Intrínseca, Objetiva, Rocco e Record. O colunista não informou se cada editora assinou por conta própria, ou se foi via DLD – o que incluiria também as editoras Planeta e Novo Conceito.

Seja como for, estas editoras, juntas, já viabilizam o início do negócio da Apple.

Ainda segundo a coluna, a Apple abriria a iBookstore latino-americana tendo como “sede fiscal” os Estados Unidos, para escapar das burocracias locais, com os livros vendidos em dólares. O Revolução eBook noticiou essa mesma história no final de julho, apenas com um ou outro detalhe diferente. Isso facilita a vida da Apple, certamente, mas irá encarecer em 6,38% os eBooks para os leitores brasileiros, pois as compras “no exterior” via cartão de crédito pagam esta alíquota de IOF (Imposto sobre Operações Financeiras). Nenhuma novidade para os brasileiros que já fazem compras de eBooks na Amazon, e outras livrarias internacionais. Há muita conversa sobre isenção tributária para eBooks, mas ninguém lembra da mordida que aparece na fatura do cartão internacional…

Veja a nota do Radar Online aqui.

Para publicar seu livro em ebook ou impresso, nas principais livrarias online, conheça o serviço de publicação da Simplíssimo. Nossos números são difíceis de bater: desde 2010, a Simplíssimo comercializou mais de 1 milhão de exemplares e publicou mais de 1.000 ebooks e livros impressos. Veja como funciona a publicação para seu livro, aqui.

 

SimplíssimoSerá que agora vai, mesmo? Apple já teria assinado com as grandes editoras brasileiras

Comments 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *