tablet education school

Situação Nas Escolas é Péssima e Governo Compra 900 Mil Tablets ao Acaso

da Redação Ebooks, Notícias 1 Comment

Falamos bastante sobre educação por aqui. E sabemos também que tablets nas escolas ainda é um sonho meio que distante para todos. Mas não para o Governo. Quando tanto discutimos aqui que é preciso antes preparar o conteúdo e também as pessoas, presenciamos justamente o contrário por parte de nossos representantes.

Duas notícias na Folha refletem isso. A primeira:

Sem alarde, o Ministério da Educação concluiu na semana passada o primeiro estágio de um pregão eletrônico para a compra de até 900 mil computadores do tipo tablet. O objetivo é distribuir os equipamentos para alunos do ensino médio e fundamental.

A compra dos tablets será feita por meio do “Um Computador Por Aluno”, programa que prevê que os governos possam adquirir equipamentos a um custo mais baixo para a rede pública.

O MEC afirma que o objetivo não é comprar os tablets para todos os alunos (estimados em 53 milhões), mas sim “criar pequenos núcleos de aplicação e desenvolvimento da tecnologia, que depois vão disseminar o conhecimento”.

A compra é polêmica. Alguns educadores consideram que ela só deveria ocorrer após elaboração de conteúdo pedagógico específico.

A segunda, apenas um dia depois:

O MEC (Ministério da Educação) vai gastar sozinho cerca de R$ 110 milhões na compra de tablets para serem usados em sala de aula sem ter produzido um estudo definitivo sobre o uso pedagógico dos aparelhos.

A compra total será de, ao menos, R$ 330 milhões, valor mínimo estimado em leilão. Só um terço dos aparelhos ficará com o MEC. O restante deverá ser adquirido por Estados e municípios.

Questionada, a pasta afirmou que o desenvolvimento do método pedagógico vai acontecer na prática, após a aquisição das máquinas.

Os equipamentos serão usados na formação de núcleos, como parte de um plano piloto, em que professores e alunos trabalharão com os tablets para depois disseminarem o aprendizado.

Para efeitos de comparação, o programa Um Computador Por Aluno, do qual a compra dos tablets faz parte, teve um início diferente. Na ocasião, foram fechadas parcerias com universidades que trabalharam no desenvolvimento de conteúdo e na avaliação da nova tecnologia.

Coordenadora do programa ministerial no Sul e no Amazonas, a pesquisadora da UFRGS (Federal do Rio Grande do Sul) Léa Fagundes é favorável ao uso do tablet, mas diz que a discussão sobre a compra do aparelho não passou por pedagogos.

A única audiência pública realizada pelo MEC para subsidiar a compra, em agosto, envolveu só aspectos técnicos, como sistema operacional e tamanho de tela, e não as questões educacionais.

Não é lindo? Vamos jogar tablets nas escolas para “aprender na prática”, sem plano pedagógico e sem conteúdo apropriado. Fica fácil sair em todos os noticiários do mundo anunciando que nossas escolas – apesar da taxa preocupante de crianças fora da escola e até sem comida – estão munidas com tablets de última geração.

Apenas para finalizar, fica a notícia que saiu hoje nO Globo. Nela, Rodrigo Gomes informa que 14% das crianças das escolas do Rio – aquele mesmo estado das Olimpíadas, da Copa – não leram um livro sequer em cinco anos. Será que elas lerão alguma coisa em tablets?

Para publicar seu ebook ou livro impresso, nas principais livrarias online, conheça o serviço de publicação da Simplíssimo. Desde 2010 a Simplíssimo já comercializou mais de 1 milhão de exemplares, para mais de 1.500 autores e editoras. Veja como funciona.

 

Sobre o autor

da Redação

Para entrar em contato com a redação do Revolução eBook, escreva para sac@simplissimo.com.br

SimplíssimoSituação Nas Escolas é Péssima e Governo Compra 900 Mil Tablets ao Acaso

Comments 1

  1. Pingback: Governo Americano Desafia Editoras a Digitalizar Didáticos em Cinco Anos | Revolução E-book

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Currently you have JavaScript disabled. In order to post comments, please make sure JavaScript and Cookies are enabled, and reload the page. Click here for instructions on how to enable JavaScript in your browser.