Ebooks não sentem crise e faturamento das editoras ultrapassa R$ 20 milhões

Eduardo Ebooks, Mercado, Notícias 9 Comments

Se a crise é sentida com força pelo mercado editorial, que experimenta retração consistente em quase todos os seus indicadores, o digital segue na direção oposta, registrando um faturamento crescente pelo terceiro ano seguido. Os dados podem ser conferidos na recente edição da pesquisa Produção e Vendas do Setor Editorial Brasileiro.

A pesquisa anual, realizada pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) sob encomenda da Câmara Brasileira do Livro (CBL) e do Sindicato Nacional dos Editores de Livros (SNEL), mostra que, no ano de 2015, 189 editoras venderam 1.264.517 ebooks, obtendo um faturamento de R$ 20,44 milhões. A quantidade de exemplares vendidos foi apenas 4,2% superior em relação ao ano [leia mais]

SimplíssimoEbooks não sentem crise e faturamento das editoras ultrapassa R$ 20 milhões

A saída para o mercado editorial: tentativas, erros e aprendizados

Eber Freitas Ebooks, Mercado Deixe um comentário

Como leremos em 2020? Se parar para pensar, é um intervalo muito curto de tempo, mas a revolução digital não pretende respeitar os 500 anos nos quais predominou a indústria editorial. As práticas de leitura e o mercado já enfrentam profundas transformações às quais muitos podem não resistir. Para responder à pergunta inicial, o pesquisador Sílvio Meira, fundador do C.E.S.A.R (Centro de Estudos e Sistemas Avançados do Recife) palestrou durante o 4º Congresso Internacional do Livro Digital, que ocorreu entre os dias 13 e 14 de junho.

As possibilidades não deixaram muitas pessoas felizes. Após uma contextualização histórica – desde [leia mais]

SimplíssimoA saída para o mercado editorial: tentativas, erros e aprendizados

Como foi Marcelo Tas no Congresso do Livro Digital

Eber Freitas Ebooks Deixe um comentário

Palestrante confirmado pouco antes do início do 4º Congresso internacional do Livro Digital, o ator e apresentador Marcelo Tas falou sobre sua experiência enquanto produtor de conteúdo tanto para a TV, onde é âncora do programa CQC, quanto na internet e seu blog, para o qual escreve há cerca de 10 anos. Filho de professores, Tas também palestrou sobre a evolução na educação e o impacto que o volume de informações e o desenvolvimento técnico têm provocado no crescimento intelectual dos estudantes, professores e escolas.

“Para entender essas mudanças, é necessário comparar o nosso primeiro dia de aula [leia mais]

SimplíssimoComo foi Marcelo Tas no Congresso do Livro Digital

Autores sempre precisarão de editores?

Eber Freitas Autores, Ebooks, Mercado Deixe um comentário

>>> Para o crítico literário Rainer Just, a estrutura administrativa necessária para a publicação de um livro dificilmente poderia ser assumida pelo autor. Ah, e ele também tem algo a dizer sobre pirataria

A onda do selfpublishing entrou com tudo no mercado editorial. Qualquer um pode ter uma conta no KDP ou na Kobo Writing Life, publicar por conta própria e obter um percentual dos ganhos que nenhuma editora jamais ofereceu. Parece muito promissor, mas a verdade é que esse novo universo literário está ficando povoado por obras, digamos, sem noção: erros gramaticais são os mais suaves.

[leia mais]

SimplíssimoAutores sempre precisarão de editores?

Microsoft vai entrar pesado no mercado de eBooks

Eber Freitas Ebooks, Mercado Deixe um comentário

A Microsoft tem desenvolvido produtos e serviços à altura de seus concorrentes no mercado tecnológico em geral, mas está agindo ao melhor estilo mineiro no mundo dos eBooks: comendo pelas beiradas. Enquanto a Apple e a Amazon lutam por fatia de mercado e brigam na Justiça para garantir o melhor modelo de negócios, a companhia de Bill Gates fez uma oferta de US$ 1 bilhão pela Nook Media, deficitária unidade da Barnes & Noble.

No ano passado, a Microsoft e a Pearson já haviam investido cerca de US$ 500 milhões na Nook Media [WSJ]. [leia mais]

SimplíssimoMicrosoft vai entrar pesado no mercado de eBooks

“Livros didáticos são recortes simplistas do conhecimento”, diz educadora

Eber Freitas Ebooks 5 Comments

Há até pouco tempo atrás, os livros didáticos e paradidáticos eram a principal ferramenta de estudo e aprendizagem nas escolas. De uma década para cá, as coisas têm mudado rapidamente: as informações filtradas, curadas e editadas dos livros estão disponíveis entre uma miscelânea de dados na internet. Com essa transformação, o papel do educador tem menos a ver com transmitir conhecimento do que com ensinar o estudante a lidar com as informações disponíveis.

Esse cenário também modifica o paradigma dos eBooks como fontes primárias de informação, e as formas de acesso ao conhecimento. “O mundo continua mudando, não apenas rapidamente, [leia mais]

Simplíssimo“Livros didáticos são recortes simplistas do conhecimento”, diz educadora