Novo Código Penal Descriminaliza Cópias, mas Aumenta Pena para Sites como o Livro de Humanas

Leitor Ebooks, Notícias 7 Comments

Os mais de 6,5 milhões de universitários e pós-graduandos do Brasil poderão efetuar fotocópias dos livros com menos peso na consciência. A comissão de juristas responsável pela elaboração do novo Código Penal, aprovou proposta prevendo a inocência para quem fizer cópias de livros ou CDs para uso pessoal, sem fins lucrativos. Porém, o anteprojeto ainda precisa ser aprovado pela Câmara e pelo Senado.

Atualmente o infrator pode pegar entre dois meses e um ano de prisão por violação de direito autoral. Pelo novo texto,

“Não há crime quando se tratar de cópia integral de obra intelectual ou fonograma ou videofonograma, [leia mais]

SimplíssimoNovo Código Penal Descriminaliza Cópias, mas Aumenta Pena para Sites como o Livro de Humanas

Pirataria em números: o que revela uma análise de 100 obras do site Livros de Humanas

Eduardo Melo - Simplíssimo Autores, Ebooks, Notícias 37 Comments

Uma discussão baseada quase exclusivamente em opiniões, não em dados, tem sido a tônica do debate entre defensores e críticos da pirataria, após o fechamento do site Livros de Humanas. Para tentar mudar o cenário, o Revolução Ebook analisou uma amostragem de 100 livros oferecidos pelo site, e com estes dados vamos discutir três dos argumentos mais frequentes usados a favor do Livros de Humanas, e dos sites de pirataria de livros em geral:

“Muitos dos livros oferecidos estão indisponíveis no mercado”; “Os livros são muito caros e inacessíveis”; “É preciso dar acesso aos livros, pelo bem da cultura”.

Sobre a [leia mais]

SimplíssimoPirataria em números: o que revela uma análise de 100 obras do site Livros de Humanas

“É tudo mais complexo do que a gritaria da ABDR faz parecer”, diz Thiago, do Livros de Humanas

Eduardo Melo - Simplíssimo Autores, Ebooks, Notícias 1 Comment

A jornalista da Folha de SP Josélia Aguiar publicou entrevista (por email) feita com o moderador do site Livros de Humanas. Entre outras coisas, Thiago, moderador do site, enxerga uma imensa “perda de credibilidade” das editoras perante o público que consome livros, acredita que não desrespeita nenhuma legislação vigente e afirma não conhecer “estudo sério e independente que confirma que a cópia digital de livros (…) prejudique as vendas”.

Alguns trechos:

A medida da ABDR surpreendeu? “Um pouco. Apesar de algumas ameaças da ABDR, nunca imaginei que editoras que publicam livros utilizados basicamente por universitários adotariam estas medidas. Pela movimentação [leia mais]

Simplíssimo“É tudo mais complexo do que a gritaria da ABDR faz parecer”, diz Thiago, do Livros de Humanas

Primeiras Repercussões do Fechamento do Site Livros de Humanas

Eduardo Melo - Simplíssimo Autores, Ebooks, Notícias 10 Comments

Para entender o caso, veja o texto “Pirataria Sofre Novo Golpe: 3 Sites Fechados Após Ações da ABDR“. O site Opinião e Notícia expõe a posição dos estudantes e pesquisadores – comentários após a citação:

Diversos livros esgotados podiam ser baixados de graça em formato PDF ou Epub pelo Livros de Humanas, site de compartilhamento de publicações de ciências humanas. Para o público da área, era a chance de ter contato com obras teóricas raras sobre filosofia, antropologia, literatura e psicanálise, muitas vezes impossíveis de serem encontradas.

Os [leia mais]

SimplíssimoPrimeiras Repercussões do Fechamento do Site Livros de Humanas

IDPF Pede Ideias Para um DRM Mais Leve

da Redação Ebooks, Notícias 2 Comments

O DRM e a proteção dos eBooks são um dos principais (se não os mais importantes) entraves para a popularização dos livros digitais. A solução usada atualmente está longe de levar esse adjetivo, e as propostas alternativas ainda não agradaram aqueles que precisam proteger seu conteúdo de pessoas mal intencionadas.

E é por isso que esse é um tema em discussão constante. O IDPF – órgão que regula o padrão ePub, entre outras coisas – está chamando seus associados a compartilharem ideias sobre um “lightweight” DRM, ou seja, um DRM mais leve que o utilizado atualmente, mas que não seja [leia mais]

SimplíssimoIDPF Pede Ideias Para um DRM Mais Leve

Pirataria é o Capeta. Compartilhamento é o quê?

Eduardo Melo - Simplíssimo Ebooks, Notícias 1 Comment

Pirataria a gente reconhece num instante, para quem vive de livros, é o próprio Capeta. Compartilhamento é algo mais complexo. Parece pirataria,  provoca calafrios, mas estudando bem de perto se vê que é algo diferente. O legítimo patinho feio da história.

Saiu hoje no Publishing Perspectives um artigo muito interessante do Edward Nawotka, com o provocativo título Does E-book Sharing Create Economic Damage?. E logo na primeira linha, ele fez a distinção fundamental, que frequentemente passa batida entre o pessoal do setor editorial:

“Medo da pirataria é uma coisa, mas medo de compartilhamento?”

Conceitualmente, pirataria significa vender ou distribuir [leia mais]

SimplíssimoPirataria é o Capeta. Compartilhamento é o quê?

Dúvida: O que é um Torrent?

da Redação Notícias 1 Comment

É preciso entender o que é um arquivo torrent para interpretarmos melhor a notícia. Quando baixamos um arquivo de sites de download como MediaFire, 4shared ou (antigamente d)o falecido Megaupload, baixamos apenas um arquivo, aquele que está hospedado nesse site.

Se por algum motivo algum desses sites deleta o arquivo, não é mais possível acessá-lo e nem descarregá-lo para sua máquina.

Já os torrents são a solução para grandes arquivos e também para esses problemas com sites de um único arquivo. O torrent (ou BitTorrent) é [leia mais]

SimplíssimoDúvida: O que é um Torrent?

[Atualizado] Piratas Financiam Cópias iIlegais Com Doações de Leitores

Eduardo Melo - Simplíssimo Autores, Ebooks 6 Comments

Publicamos recentemente uma lista dos eBooks mais pirateados no mundo, que me fez pensar: quais seriam os livros mais pirateados no Brasil? A nossa editora, Stella Dauer, abraçou a missão de descobrir. Ela entrou em contato com os sites brasileiros que distribuem livros ilegalmente… e foi muito, muito além de uma lista dos livros brasileiros mais pirateados. Stella publicou uma matéria reveladora, após entrevistar dois responsáveis por sites de pirataria de livros digitais do Brasil, que [leia mais]

Simplíssimo[Atualizado] Piratas Financiam Cópias iIlegais Com Doações de Leitores

Leitura Digital se Tornou Mais Social em 2011

da Redação Ebooks, Notícias Deixe um comentário

O colunista do site ReadWriteWeb Richard MacManus escreve todo ano a respeito de como a leitura digital mudou. No artigo desse ano, MacManus afirma que a forma de leitura nas telas e pela internet se tornou muito mais social.

De acordo com ele, funções como os botões “Like” do Facebook e “Tweet” do Twitter permitiram que as pessoas mostrassem muito mais às outras quais leituras lhe agradaram e desagradaram. Além disso, com o boom de popularização das tablets, a leitura se tornou móvel, mais fácil de se discutir em diversas plataformas diferentes.

A maior parte das pessoas que se [leia mais]

SimplíssimoLeitura Digital se Tornou Mais Social em 2011