10 editoras vendem um terço dos eBooks em português; concentração prejudica consumidores (atualizada)

Eduardo Melo - Simplíssimo Notícias 2 Comments

Quando olhamos com atenção para os volumes publicados por cada editora brasileira, encontramos dois padrões distintos. De um lado, há um pequeno grupo de editoras que incorporou o eBook, definitivamente, aos seus negócios. De outro, um vasto contingente de editoras que só agora começaram a explorar o novo produto.

Quase 300 editoras brasileiras oferecem, juntas, cerca de 11 dos 16 mil eBooks em português disponíveis atualmente, ou 70% dos eBooks. Os 30% restantes são títulos de domínio público (15%) e os outros 15%, autores auto-publicados.

[leia mais]

Simplíssimo10 editoras vendem um terço dos eBooks em português; concentração prejudica consumidores (atualizada)

Amazon tem apenas 6 mil eBooks em português e segue atrás das livrarias brasileiras

Eduardo Melo - Simplíssimo Notícias 2 Comments

Enquanto o número total de eBooks em português aumenta rapidamente, nenhuma livraria consegue concentrar sozinha esse crescimento. A Amazon que o diga. No início de 2012, ela estava atrás das livrarias brasileiras. Seis meses depois, segue na rabeira. E as livrarias brasileiras não perdem tempo, como veremos.

Desde 2011 negociando com as editoras brasileiras, o catálogo online da Amazon continua minúsculo, abaixo de 6 mil títulos. Considerando que algumas editoras já assinaram contratos para vender na futura Kindle Store brasileira, pode ser que a Amazon esteja aguardando o lançamento para disponibilizar eBooks das editoras parceiras. Outra especulação que faz sentido, [leia mais]

SimplíssimoAmazon tem apenas 6 mil eBooks em português e segue atrás das livrarias brasileiras

Em 6 meses, catálogo de eBooks em português salta de 11 para 16 mil títulos

Eduardo Melo - Simplíssimo Notícias 2 Comments

See english version here.

Em fevereiro de 2012, publicamos no Revolução eBook os resultados da pesquisa realizada pela Simplíssimo, analisando a situação dos eBooks no Brasil até então – quantos estavam à venda, em quais livrarias, publicados por quais editoras, etc. Seis meses depois, a pesquisa foi refeita, para avaliar o ritmo da evolução do mercado digital no Brasil. Para isso, foram pesquisados metodicamente todos os eBooks publicamente oferecidos nos sites das 3 [leia mais]

SimplíssimoEm 6 meses, catálogo de eBooks em português salta de 11 para 16 mil títulos

Bom no papel, mas péssimo no digital

Daniel Pavani Ebooks Deixe um comentário

Um livro disponível na Kindle Store e na Amazon levantou novamente a discussão entre as diferenças entre versões digitais e impressas dos livros. A obra em questão é o Dead Inside: Do not enter: Notes from the Zombie Apocalipse.

O grande problema do livro sobre zumbis é a forma como a história foi contada, com base em imagens de notas, escritas a mão. Isso, no papel, funciona muito bem e o livro fica muito bonito (vide na pré-visualização da Amazon) porém, quando é no Kindle a coisa fica bem diferente.

Este livro mostra claramente a limitação do Kindle [leia mais]

SimplíssimoBom no papel, mas péssimo no digital

Estudantes Ingleses Usam o Digital, Mas Ainda Preferem o Impresso

da Redação Ebooks, Notícias Deixe um comentário

Um estudo realizado em dezembro de 2011 pela Bowker mostrou que o número de estudantes que está aderindo ao digital vêm crescendo, porém eles ainda não deixaram de lado o impresso como fonte principal e confiável de conhecimento.

“Essa pesquisa é particularmente importante uma vez que o setor do ensino superior no Reino Unido sofre uma mudança radical, com um aumento do número de alunos, bem como alterações importantes nos modelos de financiamento e das perspectivas tecnológicas”, disse Jo Henry, diretor da BML Bowker. “Nosso objetivo é permitir que os editores fiquem à frente das tendências e tomem decisões [leia mais]

SimplíssimoEstudantes Ingleses Usam o Digital, Mas Ainda Preferem o Impresso

Mercado de eBooks Americano Encerra 2011 Com Crescimento de 117%

da Redação Ebooks, Notícias Deixe um comentário

A Associação dos Editores Americanos (AAP) divulgou os números gerais do mercado de livros em 2011. Como já vimos em outros meses, houve uma queda na venda de impressos de quase todas as categorias, enquanto que os eBooks e áudiobooks tiveram crescimento expressivo.

Em relação a 2010, o crescimento da venda geral de eBooks foi de 117%, mais do que o dobro. Além dos áudiobooks via download, que tiveram crescimento de 25,5%, o único outro setor que viu um número positivo foi o religioso, que engloba todos os formatos e registrou 8,4%.

O mercado adulto de massa viu uma [leia mais]

SimplíssimoMercado de eBooks Americano Encerra 2011 Com Crescimento de 117%

Pesquisa Revela Situação Atual dos eBooks no Brasil

Eduardo Melo - Simplíssimo Ebooks, Notícias Deixe um comentário

Desde que a venda comercial de eBooks começou no Brasil, em fins de 2009, o número de livros digitais em português sempre foi escasso – nunca passando de alguns milhares. Ao que parece, a situação está mudando.

Simplíssimo realizou uma pesquisa, durante o mês de janeiro, para apurar dados atuais sobre a oferta de eBooks em português, a composição dos catálogos, formatos disponibilizados, principais gêneros disponíveis, entre outras informações. Foram consultados os sites das principais livrarias que oferecem eBooks em português (Gato Sabido, Saraiva, Cultura e Amazon) no dia 20 de janeiro, e relacionados os títulos efetivamente disponíveis aos consumidores. [leia mais]

SimplíssimoPesquisa Revela Situação Atual dos eBooks no Brasil

Proprietários de Tablets e eReaders Praticamente Dobrou nos EUA

da Redação Ebooks, Notícias Deixe um comentário

Os números são da empresa Pew Reasearch e foram coletados entre o Natal de 2011 e janeiro de 2012. Os resultados mostram que o número de proprietários tanto de tablets como de eReaders quase dobrou no período de apenas um mês.

Enquanto que em dezembro de 2011 — antes do Natal — os proprietários desses gadgets eram de 10% cada, em janeiro desse ano a porcentagem atingiu os 19% de americanos adultos que possuem tanto um tablet quanto um eReader. A pesquisa também mostrou que 29% dos americanos possui ao menos um dos aparelhos (aumento de 11% no mesmo período [leia mais]

SimplíssimoProprietários de Tablets e eReaders Praticamente Dobrou nos EUA