Livrarias Saraiva e Cultura estão inadimplentes – saiba como isto afeta você

Eduardo Melo Artigos, Destaque, Notícias Deixe um comentário

Conforme noticiado na Folha de São Paulo e Revista Época, Saraiva e Cultura estão inadimplentes com editoras e distribuidoras há vários meses, relutando inclusive em renegociar suas dívidas. A dívida total da Saraiva (incluindo empréstimos), levaria 12 anos para ser integralmente paga, mantidas as condições atuais da empresa.

Agora que o assunto se tornou público, fico mais à vontade para comentar isto publicamente.

Para a Simplíssimo, a notícia acima não é nenhuma novidade — em 2016 e 2017, foram inúmeros os episódios de atraso, alguns com duração de vários meses. Após insistentes cobranças, ameaças, etc., as livrarias eventualmente quitaram seus [leia mais]

SimplíssimoLivrarias Saraiva e Cultura estão inadimplentes – saiba como isto afeta você

Título X Imagem – Evitando o Conflito

da Redação Autores, Dicas, Ebooks, Notícias Deixe um comentário

Em uma de suas palestras o designer gráfico Chip Kidd cita uma de suas primeiras lições como aluno, um exemplo bastante recorrente nos projetos gráficos gerenciados por autores ou designers desatentos.

Uma capa de livro ou ebook, não deve necessáriamente resumir o conteúdo do livro, não precisa conter todos os personagens, nem os principais eventos. Como dito no texto anterior, o primeiro contato do seu leitor em potêncial com o livro acontece numa fração de segundos. Nesse instante é interessante que o leitor encontre um “recorte” da história do livro que o instigue, que seja claro mas também misterioso.

É importante que o autor tenha em mente algumas coisas na hora de aprovar o projeto gráfico de seu livro, ou ainda que este mesmo faça tal projeto, os conselhos servem da mesma forma.

SimplíssimoTítulo X Imagem – Evitando o Conflito

Idosos internautas compõem grupo que mais cresce nas redes

Eduardo Melo Ebooks Deixe um comentário

Excelente texto de “O Globo” sobre o público que mais cresce nas redes – os idosos internautas. A inclusão digital da melhor idade está trazendo um público novo para o ambiente digital, que tende a ter mais tempo livre para lazer e, claro, para a leitura digital!

Aqui vão os melhores trechos:

Zezé Teixeira não consegue ficar um dia sem entrar no “Face”, como chama a maior rede social do mundo. Se vai a uma festa, registra o evento no ato pelo site. Se algo diferente acontece na sua rotina, é lá que conta ao mundo. Quando precisa conversar com amigas [leia mais]

SimplíssimoIdosos internautas compõem grupo que mais cresce nas redes

A Maioria dos Livros Não Vai Vender Bem

Roberto Tostes Autores, Ebooks, Mercado 1 Comment

Não importa a maneira que você irá publicar ou publicou. É fato, a grande maioria dos livros não venderá bem.

Ou seja, não importa quem seja ou o esforço dedicado,  grande parte dos autores também não será um sucesso de vendas.

Mesmo assim, certo tipo de pessoas passará muitos e muitos anos pensando se devem e merecem publicar seus escritos.

Outros tantos ficarão pensando porque seus escritos ainda não foram publicados.

Haverá aqueles que simplesmente ainda não decidiram se isso é tão importante em suas vidas.

O fundamental nesta história é que existe algo de mágico quando você escreve e [leia mais]

SimplíssimoA Maioria dos Livros Não Vai Vender Bem

ePub3 para eBooks Avançados

Eduardo MeloAtualizado em: Ebooks Deixe um comentário

A tendência do livro digital é trilhar um caminho onde áudio, vídeo e animações irão fundir-se ao texto impresso, provocando uma experiência de leitura nova e inovadora. Produzir este livro digital rico, avançado, inovador, não é tarefa fácil. É preciso conhecimento, e principalmente, prática.

Nos dias 21 e 22 de novembro, São Paulo recebe a última turma 2013 do curso ePub3 para eBooks Avançados, o principal treinamento do país dedicado a formar profissionais capacitados na produção de ebooks avançados. Com apenas 9 vagas, ele é ministrado por José Fernando Tavares, diretor da Simplíssimo e curador da Conferência Revolução eBook.

Inscrições podem [leia mais]

SimplíssimoePub3 para eBooks Avançados

Livro se compra só na livraria?

Eduardo Melo Ebooks, Mercado, Notícias Deixe um comentário

“Livro se compra na livraria, não na escola”, é o título de um anúncio publicado pela Associação Estadual de Livrarias do Rio de Janeiro, em março, no jornal O Globo. De todo modo, vale a pena conferir. Escrito no estilo “manifesto”, o texto tem valor histórico, pois mostra como as livrarias tentam resistir a uma das tantas transformações que o seu mercado atravessa atualmente. Será mesmo que é possível defender, em 2013, que livros só podem ser comprados nas livrarias? O tempo dirá.

O texto é requentado de uma campanha semelhante, de 2011, o que demonstra a pouca influência das livrarias para interferir nesta [leia mais]

SimplíssimoLivro se compra só na livraria?

Tecnologia permite manusear livros medievais digitalizados em 3D

RedaçãoAtualizado em: Dicas, Ebooks 1 Comment

>> Sistema foi apresentado na CeBIT, feira de tecnologia que acontece anualmente em Hannover, na Alemanha

O que você vai ver adiante não é ficção científica. Um sistema desenvolvido pelo Instituto Fraunhofer, da Alemanha, permite que qualquer pessoa possa manusear livros medievais raros sem sequer tocá-los, o que evita a depreciação de artefatos históricos. Ao mesmo tempo, torna acessíveis documentos que guardam as memórias do país e da Europa.

O invento foi apresentado na CeBIT, feira de tecnologia que acontece na Alemanha até o dia 9 de março. Vários livros podem ser acessados, inclusive textos em latim e iluminuras, desenhos [leia mais]

SimplíssimoTecnologia permite manusear livros medievais digitalizados em 3D

Nos EUA, o Kindle se paga após a compra de 6 livros. Já no Brasil…

Eduardo MeloAtualizado em: Ebooks, Mercado, Notícias 11 Comments

Um cálculo comparativo publicado pelo jornal Zero Hora, no último domingo, mostra como o brasileiro sofre com os impostos que incidem sobre produtos eletrônicos – e consequentemente, sobre os ereaders. O jornalista Marcelo Sarkis preparou inclusive uma apresentação, muito bem bolada (veja a seguir).

Segundo o cálculo de ZH, quem adquire um Kindle na terra do Tio Sam (por US$ 69) paga o aparelho comprando a versão digital dos primeiros seis livros mais vendidos por lá.

Aqui no Brasil, onde o Kindle é vendido a R$ 299 e o Kobo a R$ 399, as variações de preço entre a versão digital [leia mais]

SimplíssimoNos EUA, o Kindle se paga após a compra de 6 livros. Já no Brasil…

Lei de Direitos Autorais

Eduardo Melo Autores, Ebooks, Notícias 3 Comments

Várias pessoas trabalham com livros e vivem às voltas com contratos de edição. Será que todas já leram a Lei de Direitos Autorais? Semana passada, durante o curso “Entenda o Livro Digital & Questões Práticas do Mercado“, a turma concluiu que pouca gente deve ter lido.

Para ajudar quem nunca leu, reproduzimos abaixo o texto da lei. Os artigos mais relevantes para quem trabalha com livros vão do 53 ao 67. Agradecimentos ao advogado Gustavo Martins de Almeida, que trabalha no SNEL (e assina uma coluna no Publishnews), e à Gisela Abad, por terem levantado o assunto durante o curso.

SimplíssimoLei de Direitos Autorais

“Efeito eBook”: ler e comprar mais livros

Juliana Ferreira Ebooks 14 Comments

Um fenômeno tem se tornado cada vez mais comum entre os usuários de ereaders – o que o autor do blog An American Editor chama de “Efeito eBook”. Aqueles que entram para o mundo digital passam a ler e comprar mais títulos do que quando consumiam apenas livros impressos. Ele relata sua própria experiência para exemplificar como seus hábitos mudaram:

“Considerando apenas três livrarias virtuais – Samshwords, B&N e Sony –, baixei 722 ebooks (o que inclui títulos gratuitos e aqueles pelos quais paguei). Somando os ebooks que baixei no Kobo, Baen e outras diversas livrarias virtuais, a quantidade sobe [leia mais]

Simplíssimo“Efeito eBook”: ler e comprar mais livros
Amazon Kindle Fire

Por que um agente decide publicar eBooks de seus autores

Daniel Pavani Autores, Ebooks Deixe um comentário

Há muitas décadas já, o negócio envolvendo editoras, autores, livros e leitores é basicamente o mesmo. À parte suas especificidades, os modelos constituem na editora adquirir, editar e produzir o livro; as livrarias o venderem; os leitores o comprarem (e o lerem, na maioria das vezes); e os autores ficarem com os royalties. Por mais que as coisas mudem, a cadeia autor-agente-editora-livraria-consumidor fica praticamente inalterada.

Na opinião de Ed Victor, escrevendo para o The Telegraph, porém, isso só vale até poucos anos atrás. Isso porque em 2005 “tudo mudou, e está mudando desde então”. Basicamente, este modelo de negócio mudou, [leia mais]

SimplíssimoPor que um agente decide publicar eBooks de seus autores

Novo Código Penal Descriminaliza Cópias, mas Aumenta Pena para Sites como o Livro de Humanas

Leitor Ebooks, Notícias 7 Comments

Os mais de 6,5 milhões de universitários e pós-graduandos do Brasil poderão efetuar fotocópias dos livros com menos peso na consciência. A comissão de juristas responsável pela elaboração do novo Código Penal, aprovou proposta prevendo a inocência para quem fizer cópias de livros ou CDs para uso pessoal, sem fins lucrativos. Porém, o anteprojeto ainda precisa ser aprovado pela Câmara e pelo Senado.

Atualmente o infrator pode pegar entre dois meses e um ano de prisão por violação de direito autoral. Pelo novo texto,

“Não há crime quando se tratar de cópia integral de obra intelectual ou fonograma ou videofonograma, [leia mais]

SimplíssimoNovo Código Penal Descriminaliza Cópias, mas Aumenta Pena para Sites como o Livro de Humanas

Pirataria em números: o que revela uma análise de 100 obras do site Livros de Humanas

Eduardo MeloAtualizado em: Autores, Ebooks, Notícias 37 Comments

Uma discussão baseada quase exclusivamente em opiniões, não em dados, tem sido a tônica do debate entre defensores e críticos da pirataria, após o fechamento do site Livros de Humanas. Para tentar mudar o cenário, o Revolução Ebook analisou uma amostragem de 100 livros oferecidos pelo site, e com estes dados vamos discutir três dos argumentos mais frequentes usados a favor do Livros de Humanas, e dos sites de pirataria de livros em geral:

“Muitos dos livros oferecidos estão indisponíveis no mercado”; “Os livros são muito caros e inacessíveis”; “É preciso dar acesso aos livros, pelo bem da cultura”.

Sobre a [leia mais]

SimplíssimoPirataria em números: o que revela uma análise de 100 obras do site Livros de Humanas

A Chance de Vender e Publicar Mais Livros

Leitor Ebooks Deixe um comentário

Artigo enviado por Roberto Tostes.

Os livros de papel continuam. Eles não impedem a venda de edições digitais, assim como essas mídias não vão acabar com o tradicional circuito autor-editora-livraria-leitor.

Nunca houve tanta informação na web. A força das mídias sociais na web pode ser positiva para quem quer escrever e publicar, autores, editoras e empresas do setor.

Com o sucesso dos iPhones e dos iPads, a Apple vem marcando sua força também neste mercado. A Amazon ainda é líder de vendas e com o novo leitor a cores, Kindle Fire, que também acessa a web, mantém forte a briga [leia mais]

SimplíssimoA Chance de Vender e Publicar Mais Livros
Brandeira Brasil

Especialistas Brasileiros e o eBook

da Redação Ebooks, Notícias Deixe um comentário

Uma série de vídeos da Empresa Brasil de Comunicação pede depoimentos de especialistas em livros e tecnologia, explicando um pouco mais a situação do mercado editorial digital brasileiro e seu futuro. Confira:

 

 

 

httpv://www.youtube.com/watch?v=EOzEIvs_noA

O editor especializado em livros digitais Julio Silveira fala que hoje existe um falso debate sobre o que é melhor: o livro digital ou o livro de papel. Na visão dele, os dois se complementam e ele não acredita que um possa causar a extinção do outro.

httpv://www.youtube.com/watch?v=_Nfxe3EsCWU

O sócio-diretor da editora Contexto Daniel Pinsky explica como as [leia mais]

SimplíssimoEspecialistas Brasileiros e o eBook
Livro digital

Como Escolher o Formato Das Publicações Digitais Para Dispositivos Móveis – Parte 2

Felipe Santos Ebooks Deixe um comentário

Confira a primeira parte do artigo aqui.

Aplicativo – app

Este item merece uma introdução mais detalhada. O conceito de app foi trazido para o mercado pela Apple, com o lançamento do iPhone 3G, que trouxe consigo a Apple App Store e revolucionou o mercado de celulares.

Produzidos com linguagem orientada ao objeto – Objective C–, até então a participação dos designers na produção de app era no desenho da interface. Contudo, este cenário mudou com a chegada do iPad (ele, novamente). Esse dispositivo de 9,7″ abriu as portas das app stores para o mercado editorial.

Através da integração [leia mais]

SimplíssimoComo Escolher o Formato Das Publicações Digitais Para Dispositivos Móveis – Parte 2
Livro digital

Como Escolher o Formato Das Publicações Digitais Para Dispositivos Móveis – Parte 1

Felipe Santos Ebooks 2 Comments

Após o boom da internet que aterrorizou a indústria gráfica/editorial no inicio dos anos 2000, propagando o fim (ou melhor, uma intensa redução) da utilização do papel na comunicação, o mercado gráfico/editorial viveu anos de reestruturação, devido à queda das tiragens e anunciantes. Mas estavam aliviados, pois se conseguiu certo equilíbrio entre web e impresso. Este cenário se manteve até dezembro de 2009, com o lançamento, no Brasil, do tablet iPad.

Neste momento, cabe uma reflexão: porque só  jornais, revistas e livros continuariam analógicos, sendo produzidos e distribuídos da mesma forma há décadas, enquanto todas as demais mídias migraram para [leia mais]

SimplíssimoComo Escolher o Formato Das Publicações Digitais Para Dispositivos Móveis – Parte 1
iPad educação

Infográfico – De Que Outra Forma Poderia Ser Investido o Dinheiro dos Tablets na Educação

da Redação Ebooks, Notícias Deixe um comentário

Em 2012 começaram a circular projetos para a compra de tablets para as escolas públicas brasileiras. Só que, antes de comprar o hardware, seria necessário pensar o conteúdo especialmente para o tablet, capacitar professores para saber lidar com a nova mídia e estudar a inserção do equipamento nas salas de aula. Nada disso foi feito, e por isso especialistas dizem que o projeto é um desperdício de dinheiro.

O infográfico abaixo, feito por Bianca Bárbaro do R7, mostra de quais outras formas a fortuna de R$150 milhões gasta na compra de tablets poderia ser melhor utilizada na educação brasileira. Daria [leia mais]

SimplíssimoInfográfico – De Que Outra Forma Poderia Ser Investido o Dinheiro dos Tablets na Educação

Confira a Lista Completa dos 1300 eBooks Pirateados

Eduardo MeloAtualizado em: Notícias 12 Comments

Semana passada noticiamos a distribuição ilegal de um arquivo com 1300 ebooks em portugues. Os piratas que reuniram os ebooks fizeram a gentileza de organizar uma lista detalhada, separada inclusive de acordo com o formato (ePub, PDF e Mobi). E essa lista se presta a algumas análises.

A proporção dos arquivos piratas revela que 41% dos arquivos estão em formato ePub, 33% em PDF e 26% em Mobi (o formato do Kindle). Porém, vários ebooks estão duplicados, o mesmo ebook aparece disponível em mais de um [leia mais]

SimplíssimoConfira a Lista Completa dos 1300 eBooks Pirateados
Editora Intrínseca

Lista de Mais Vendidos da Editora Intrínseca em Ritmo de Samba

camilacabete Ebooks, Notícias Deixe um comentário

Olha que legal! Recebi hoje da Intrínseca a lista de eBooks mais vendidos. Ela é considerada uma editora bem ativa neste setor. Em média, colocam 3 livros digitais por semana nas principais eBookstores brasileiras. Entre eles, livros já lançados em papel e lançamentos simultâneos (papel e eBook).

O livro Os Arquivos Perdidos, recentemente lançado, foi um case somente para digital com preço de R$4,90. Confira aqui.

Acho muito importante noticiar estas empresas empenhadas em fazer o mercado acontecer. Se tiverem novos cases, por favor não hesitem em nos enviar.

Segue a lista:

1. Um Dia
2. A Visita [leia mais]

SimplíssimoLista de Mais Vendidos da Editora Intrínseca em Ritmo de Samba