Universitários resistem à adoção de eBooks

da Redação Notícias Deixe um comentário

Para se firmar como um meio alternativo de acesso á leitura, o livro digital terá que conquistar um público em especial: os estudantes universitários, que parecem não ser grandes fãs de eBooks didáticos.

Pelo menos esse é o panorama no Canadá. Um estudo divulgado pela Escola de Administração Ted Rogers, da Universidade de Ryerson, mostra que os alunos se sentem mais à vontade e aprendem melhor com o material tradicional, impresso. Os resultados apontam que o aproveitamento nos estudos seria menor caso os estudantes fossem obrigados a usar somente livros digitais.

Os autores da pesquisa entrevistaram 386 estudantes de [leia mais]

SimplíssimoUniversitários resistem à adoção de eBooks

O que atrasa a adoção de livros didáticos digitais? Organização e domínio

Eduardo Melo Ebooks, Mercado, Notícias 3 Comments

Esta foi a pergunta feita pelo site Publishing Perspectives, poucos dias atrás, em relação ao mercado americano. Os leitores do PP disseram, basicamente, que os didáticos digitais são apenas versões digitalizadas dos livros impressos, até mesmo PDFs, custando o mesmo que o impresso. E para eles, habituados a revender livros didáticos para outros estudantes, após o término do período letivo, não faz nenhum sentido pagar a mesma coisa por uma versão meramente digitalizada, que não poderá ser revendida.

Nada muito diferente, afinal, do que o Brasil experimenta nesta área. É justamente a digitalização do conteúdo do livro digital, o que atrasa [leia mais]

SimplíssimoO que atrasa a adoção de livros didáticos digitais? Organização e domínio

Análise do edital do MEC para livros didáticos digitais

Eduardo Melo Ebooks, Mercado 2 Comments

Semana passada, o governo federal divulgou o edital de seleção de livros didáticos do Ensino Médio, para o ano letivo de 2015 – incluindo, pela primeira vez, a possibilidade de inscrição de livros didáticos digitais. A iniciativa é louvável e coerente – afinal, se o governo quer fornecer tablets aos alunos, precisa providenciar conteúdo adequado.

Não serão aceitos livros digitalizados – PDFs e ePubs simples, sem recurso multimídia, ficam fora da seleção. A ideia é que o livro digital traga o conteúdo dos livros impressos “integrados a objetos educacionais digitais”, como “vídeos, imagens, áudios, textos, gráficos, tabelas, tutoriais, aplicações, [leia mais]

SimplíssimoAnálise do edital do MEC para livros didáticos digitais
iPad educação

Infográfico – iPad versus Textbooks

da Redação Ebooks, Notícias Deixe um comentário

Confira essa infográfico enorme mas esclarecedor sobre o mercado dos livros didáticos digitais americanos. Lá, o governo também quer distribuir iPads a todos os alunos, e o custo desse equipamento mais os livros digitais necessários incorrem em um gasto maior do que se fossem distribuídos livros impressos novinhos.

Um iPad teria que custar US$350 a unidade para valer a pena. Se isso é quase impossível nos Estados Unidos, que diremos das nossas terras brasileiras, onde o imposto sobre os eletrônicos é alarmante?

SimplíssimoInfográfico – iPad versus Textbooks