Universitários resistem à adoção de eBooks

da Redação Notícias Deixe um comentário

Para se firmar como um meio alternativo de acesso á leitura, o livro digital terá que conquistar um público em especial: os estudantes universitários, que parecem não ser grandes fãs de eBooks didáticos.

Pelo menos esse é o panorama no Canadá. Um estudo divulgado pela Escola de Administração Ted Rogers, da Universidade de Ryerson, mostra que os alunos se sentem mais à vontade e aprendem melhor com o material tradicional, impresso. Os resultados apontam que o aproveitamento nos estudos seria menor caso os estudantes fossem obrigados a usar somente livros digitais.

Os autores da pesquisa entrevistaram 386 estudantes de uma universidade canadense, que passou a utilizar textos em formato digital para dar suporte às aulas. Eles responderam sobre a facilidade (ou dificuldade) de aprendizado, e também foram questionados se trocariam os títulos digitais por papel. E nesse caso, o clamor geral foi “sim”.

Entre os motivos apontados, dificuldade de concentração no estudo, e também dificuldades na adoção da tecnologia: 30,7% dos alunos afirma que a possibilidade de redigir anotações, e grifar o próprio material, é uma vantagem dos livros em papel. Isso também pode ser feito em um leitor simples de PDF ou aplicativos para tablets e smartphones. Uma indicação de que o problema não é o livro digital, por si próprio, mas aquele livro didático digital que é pobre em recursos, simplesmente uma cópia digitalizada do impresso – uma questão problemática para editoras, e que impede a adoção geral do livro digital nas universidades.

Outras razões, como facilidade de “navegação” e possibilidade de ler por mais tempo sem cansar a vista (10,6%) também favorecem o material em papel. O estudo conclui que:

A natureza fluida e dinâmica do conteúdo digital, comparada à natureza mais consistente e previsível da informação em papel parece ser uma barreira para a aquisição de conhecimento para fins de avaliação. Os estudantes percebem os textos em papel como o melhor formato para leituras extensas, estudos e localização de informações.

Com informações do Education News

Para publicar seu livro em ebook ou impresso, nas principais livrarias online, conheça o serviço de publicação da Simplíssimo. Desde 2010 a Simplíssimo já comercializou mais de 1 milhão de exemplares, para mais de 1.000 autores e editoras. Veja como funciona a publicação para seu livro, aqui.

 

SimplíssimoUniversitários resistem à adoção de eBooks

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Currently you have JavaScript disabled. In order to post comments, please make sure JavaScript and Cookies are enabled, and reload the page. Click here for instructions on how to enable JavaScript in your browser.