Vale a pena testar os apps da Kobo para iOS e Android, que substituem os apps da Livraria Cultura

Eduardo MeloAtualizado em: Dicas, Ebooks, Notícias 6 Comments

Alguns dias atrás, comentamos aqui sobre a avaliação ruim dos usuários aos apps de leitura da Livraria Cultura. Porém, desde o dia 05/12, os ebooks vendidos pela Cultura já são conectados diretamente na plataforma da Kobo, o que inclui os apps Android e iOS – muito melhores, segundo a avaliação dos próprios usuários da App Store e Google Play.

É uma ótima notícia para os leitores que estavam insatisfeitos com os antigos aplicativos. E é possível experimentar os novos apps sem desembolsar nada, já que alguns ebooks gratuitos estão disponíveis.

O Revolução eBook perguntou para a assessoria da Livraria Cultura se havia planos de descontinuar os apps antigos, em prol dos apps da Kobo. Os planos existem, mas até os ebooks vendidos antes de 05/12 serem migrados para a plataforma da Kobo, os apps antigos seguirão disponíveis, para permitir o acesso aos livros.

Veja a posição oficial da Livraria Cultura:

“Em respeito aos clientes que adquiriam ebooks antes do dia 5/12 e que ainda não os baixaram, manteremos os eReaders antigos, até que façamos a migração, para a plataforma Kobo Livraria Cultura, de todos os ebooks de todos os clientes conforme compromissado no lançamento do nosso eReader.

A Livraria Cultura, mantendo o seu perfil inovador, oferecerá uma plataforma Mobile para compras em nosso Site. Além disto, através dos Apps de sua parceria com a Kobo oferecerá leitores digitais nas plataformas iOS e Android e, também, de venda de ebooks na plataforma Android, já disponíveis em suas respectivas lojas virtuais.”

 

Para publicar seu ebook ou livro impresso, nas principais livrarias online, conheça o serviço de publicação da Simplíssimo. Desde 2010 a Simplíssimo já comercializou mais de 1 milhão de exemplares, para mais de 1.500 autores e editoras. Veja como funciona.

 

Sobre o autor

Eduardo Melo

Eduardo Melo é fundador da Simplíssimo e seu diretor-executivo desde 2010. É licenciado em História e Mestre em Teoria da Literatura.

SimplíssimoVale a pena testar os apps da Kobo para iOS e Android, que substituem os apps da Livraria Cultura

Comments 6

  1. Existe um problema extremamente chato entre Kobo e Cultura. Eu possuo conta nas duas empresas com o mesmo email (já havia estas contas muito antes da junção), por conta disso, eu simplesmente NÃO consigo logar na Kobo com minha conta da Cultura. Toda vez que tento, o sistema informa que meu email está cadastrado na Kobo (e realmente está) e me impede e logar na Cultura. Ou seja, só posso ser cliente de uma delas! oO

    O pior, não encontrei nenhuma forma de cancelar a conta Kobo para ficar com a da Cultura (onde possuo alguns livros comprados e gostaria de ter acesso a eles na plataforma Kobo). Entrei em contato com a central de atendimento da Cultura/Kobo, mas como sempre, o pessoal perece que não entendeu o fato e me deram informações inúteis…

    Enfim, como já sou cliente e fã da Amazon… bye =] (Apesar de continuar na Amazon americana… ainda não vi motivos para migrar para a brasileira que só tem desvantagens…)

    1. Interessante teu relato, e absurdo! Quanto à migração da Amazon, a única coisa que a pessoa perde é acesso a publicações. Os livros do audible continuam acessíveis, já fiz o teste e peguei um audiobook gratuito sem problemas depois da migração. Como até hoje não vi nenhum livro faltando na amazon brasileira que esteja disponível na americana para nós e o preço é igual/similar ou até menor, além de ser mais prático pagar e naõ ter de esperar a fatura pra saber o valor, não vejo vantagens em usar a amazon americana para e-books. Além disso, dá pra continuar usando a amazon.com pra comprar outras coisas e é possível reverter para a amazon.com quando quiser.

    2. Olá Luis, eu acredito que o problema não seja de você possuir conta na Cultura e no Kobo com mesmo email e sim do próprio aplicativo.
      Eu nunca tinha acessado o Kobo e estou tendo o mesmo problema de não conseguir logar e ter acesso ao ebook que adiquiri na Livraria Cultura.
      Já me irritei o que podia com isto e o atendimento da Cultura e do Kobo dão respostas vagas, como se o problema fosse meu, que não sei digitar meu login e senha corretos. Cansei e pedi o reembolso do que gastei no ebook, agora quero ver receber… :/

      1. Vixe…

        Pois é, por estas e outras coisas, que mesmo com formato de arquivos fechado, entre outros pontos negativos que o pessoal relata sobre a Amazon, eu prefiro o Kindle. Até hoje nunca tive dificuldades para comprar ou ler algum livro. Sempre é tudo muito simples e funcional, além disso, geralmente é o menor ou mesmo preço…

        Outra ótima experiência que tive com a Amazon americana foi quando meu Kindle quebrou. ACREDITEM, era umas 23:00h quando eu entrei em contato com a Amazon através do chat online e antes de 23:10h o atendente já havia solicitado o envio SEM CUSTOS de um novo Kindle para mim. Detalhe: o primeiro foi comprado nos EUA e mesmo assim eles enviaram o novo aqui para o Brasil e sem burocracia, sem stress, sem “brasilidade”…

  2. Achei muito desagradável a obrigatoriedade de ter o aplicativo kobo para baixar as compras. Algo que já exisita na saraiva com o seu aplicativo e me fez desistir de comprar por lá….

    1. Oi Maurem
      Não é necessário baixar o aplicativo. No site da Kobo, na sua biblioteca você pode baixar diretamente o arquivo e abrir ele no Adobe Digital Edition (caso tenha DRM), no seu eReader ou em outro aplicativo que queria.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Currently you have JavaScript disabled. In order to post comments, please make sure JavaScript and Cookies are enabled, and reload the page. Click here for instructions on how to enable JavaScript in your browser.