Vendas de eReaders Não Param de Crescer – artigo

10/10/2011
 / 
por Colaboração do leitor
 / 

Revolução E-book

É certo que na Feira de Frankfurt as editoras e os especialistas em livros não estão muito animados com os eReaders, afirmando que estes custam muito caros se comparados com tablets, que podem ser “melhores”.

Mas a Amazon está aí para provar que não é bem assim, e que os aparelhos podem e ficarão mais barato em algum tempo.

Isso também está sendo mostrado em uma recente publicação de números fornecidos pela indústria, informando que as vendas de eReaders devem atingir entre 27 e 30 milhões de unidades em 2012. Isso é um número muito bom, que contraria os pessimistas, e se traduz em mais do que 100% de crescimento em relação ao esperado esse ano.

Como afirma o site DigiTimes, tablets e eReaders são produtos diferentes para públicos diferentes, e por isso podem coexisitir e crescer juntos. Mais uma vez, a Amazon prova isso com o lançamento de novos eReaders e da nova tablet Kindle Fire. A E-Ink Holdings, que fornece suprimentos para a Amazon, disse que os carregamentos em 2011 devem ficar entre 25 a 30 milhões de unidades. E isso é SÓ a Amazon.

Vendas de eReaders Não Param de Crescer

Para publicar seu ebook ou livro impresso, nas principais livrarias online, conheça o serviço de publicação da Simplíssimo. Desde 2010 a Simplíssimo já comercializou mais de 1 milhão de exemplares, para mais de 1.500 autores e editoras. Veja como funciona.

 

10/10/2011
 / 
por Colaboração do leitor
 / 

Revolução E-book

É certo que na Feira de Frankfurt as editoras e os especialistas em livros não estão muito animados com os eReaders, afirmando que estes custam muito caros se comparados com tablets, que podem ser “melhores”.

Mas a Amazon está aí para provar que não é bem assim, e que os aparelhos podem e ficarão mais barato em algum tempo.

Isso também está sendo mostrado em uma recente publicação de números fornecidos pela indústria, informando que as vendas de eReaders devem atingir entre 27 e 30 milhões de unidades em 2012. Isso é um número muito bom, que contraria os pessimistas, e se traduz em mais do que 100% de crescimento em relação ao esperado esse ano.

Como afirma o site DigiTimes, tablets e eReaders são produtos diferentes para públicos diferentes, e por isso podem coexisitir e crescer juntos. Mais uma vez, a Amazon prova isso com o lançamento de novos eReaders e da nova tablet Kindle Fire. A E-Ink Holdings, que fornece suprimentos para a Amazon, disse que os carregamentos em 2011 devem ficar entre 25 a 30 milhões de unidades. E isso é SÓ a Amazon.

Vendas de eReaders Não Param de Crescer

Para publicar seu ebook ou livro impresso, nas principais livrarias online, conheça o serviço de publicação da Simplíssimo. Desde 2010 a Simplíssimo já comercializou mais de 1 milhão de exemplares, para mais de 1.500 autores e editoras. Veja como funciona.

 

Esta página ainda não tem comentários. Quer comentar primeiro?

Deixe um comentário