iPad

Virando a Página: Livros Digitais São o Futuro? (vídeo)

da Redação Ebooks, livro eletrônico, Tecnologia Deixe um comentário

O canal europeu Euronews produziu uma reportagem sobre o livro digital na França e no Qatar (em português de Portugal). Ele fala a respeito do uso de iPads em sala de aula, das opiniões de professores e alunos e consulta também o diretor de umabiblioteca no Qatar, sobre livros digitais e países em desenvolvimento. A história final, sobre o projeto Biblioburro, é muito bonita.

 

 

httpv://www.youtube.com/watch?v=Q0Mg0r7rOmY

O vídeo mostrou alguns pontos interessantes que eu gostaria de comentar:

  • Observe as crianças que deram depoimentos. Nenhuma delas disse que utiliza o iPad dado pela escola em sala de aula. Não usam para trabalhos escolares, deveres de casa e nem para ler. Utilizam com internet, jogos e mensageiros instantâneos. Consideram um “brinquedo dado pela escola”. Isso mostra como a adoção do iPad pelas escolas pode não ser a melhor escolha. Porquê não um eReader? Um iPad distrai a atenção das crianças, é caro e tem funções muito além do que é necessário para a escola e o aluno;
  • Professores acreditam que o tablet seja uma boa ferramenta de apoio, mas não que deva substituir os livros. Principalmente no Brasil, professores podem não gostar de trabalhar com tablets em sala de aula, por não terem conhecimento da ferramenta. E, como já sabemos, os jovens de hoje aprendem muito rápido, e logo passariam o professor. Nada bom;
  • Tablets são mais resistentes e mais duráveis do que os computadores portáteis;
  • O governo francês distribuiu os iPads, mas não produziu nenhum conteúdo relevante o suficiente para ser usado em tablets. Os livros são normais, não possuem vídeos, animações ou áudio. Então, porquê não um eReader;
  • Até mesmo o diretor da biblioteca do Qatar, que nem sabe nada sobre países em desenvolvimento, crê que o livro digital ainda está no começo, e que ainda precisa se desenvolver muito. Aqui no Brasil isso também é verdadeiro;
  • Mesmo não sabendo sobre países em desenvolvimento, ele crê que o livro digital pode ajudar esses países, levando mais livros a quem não tem acesso, principalmente pela internet;
  • E o mais importante: ele ressalta que além do conteúdo à disposição, também é importante termos professores treinados e boas escolas. Sem isso, não adianta ter uma tablet por aluno.

E uma mostra de que isso também é verdade aqui no Brasil é a notícia publicada recentemente pelo Estado de S.Paulo. Essa notícia fala a respeito de uma pesquisa que o colégio paulistano Humboldt realizou com seus alunos e professores. Eles descobriram que 84% dos alunos ainda preferem os livros de papel a leitura em tablets, e alguns até se animam ao olhar uma prateleira cheia de livros. Mas, assim como mostra o vídeo, professores brasileiros também querem trabalhar em projetos que possam trazer esses produtos às escolas. Também foi anunciado que Fernando Haddad, ministro da educação, deverá coordenar a distribuição de tablets em escolas públicas em 2012. Será que, depois de nos depararmos com essas notícias, isso vai dar certo?

Para publicar seu livro em ebook ou impresso, nas principais livrarias online, conheça o serviço de publicação da Simplíssimo. Nossos números são difíceis de bater: desde 2010, a Simplíssimo comercializou mais de 1 milhão de exemplares e publicou mais de 1.000 ebooks e livros impressos. Veja como funciona a publicação para seu livro, aqui.

 

SimplíssimoVirando a Página: Livros Digitais São o Futuro? (vídeo)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *