Prosa de quem goza…

Otávio Brito Deixe um comentário

Será que é possível pôr sexo e poesia no mesmo lugar?

Putaria e amor no mesmo balaio?

Comer um cu e uma buceta com a mesma ereção?

Será que é possível comer o genital sem comer o coração?

Será que é possível não comer para evitar a má digestão?

Se com putaria tu viestes

Com puaria tu retornarás

Então não traga o seu coração

Apenas a tua xoxana

Que quem quer amor, precisa estar pronto pra sofrer

Mas quem quer gozar

Vem! é só me deixar trabalhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *