Os Livros Impressos São Eternos

Eduardo Artigos 3 Comments

Traduzimos e adaptamos aqui um artigo do blog de J.A. Konrath, autor independente conhecido por experimentar muito com a venda de e-books. Além de divertido, o texto é provocador e certamente vai provocar reações, contrárias e a favor. O que nos interessa é refletir serenamente sobre o futuro digital, que agora também bate à porta dos livros.

O artigo original pode ser lido aqui.

A impressão é eterna

Moderador – Bem-vindo Anônimos obsoletos! Eu chamei todos vocês aqui para dar o boas vindas ao nosso mais recente membro, a Indústria de impressão.
Indústria de impressão[leia mais]

SimplíssimoOs Livros Impressos São Eternos

Os Livros Impressos São Eternos – artigo

Colaboração do leitor Artigos 3 Comments

Traduzimos e adaptamos aqui um artigo do blog de J.A. Konrath, autor independente conhecido por experimentar muito com a venda de e-books. Além de divertido, o texto é provocador e certamente vai provocar reações, contrárias e a favor. O que nos interessa é refletir serenamente sobre o futuro digital, que agora também bate à porta dos livros.

O artigo original pode ser lido aqui.

A impressão é eterna

Moderador – Bem-vindo Anônimos obsoletos! Eu chamei todos vocês aqui para dar o boas vindas ao nosso mais recente membro, a Indústria de impressão.
Indústria de impressão[leia mais]

SimplíssimoOs Livros Impressos São Eternos – artigo

E-books: se a sua mãe consegue ler, você está no caminho certo – artigo

Colaboração do leitor Artigos Deixe um comentário

Um livro de papel é simples. Você pega ele com uma mão, abre com a outra e segundos depois, você está lendo.

E-books precisam ser, no mínimo, tão simples e fáceis de usar quanto livros de papel. Encontrou, baixou, leu. Ou como diria o Capitão Nascimento, em Tropa de Elite:

– Olhou, fatiou… passou!

O público que é fã de tecnologia, geralmente jovem, nativo digital, sabe se virar por conta própria. Formatos, softwares, aparelhos, nada disso atrapalha essa turma. O grande salto é a sua mãe ser capaz de ler um e-book.

Pensar na mãe, aqui, é algo puramente conceitual [leia mais]

SimplíssimoE-books: se a sua mãe consegue ler, você está no caminho certo – artigo

E-books: se a sua mãe consegue ler, você está no caminho certo

Eduardo Artigos Deixe um comentário

Um livro de papel é simples. Você pega ele com uma mão, abre com a outra e segundos depois, você está lendo.

E-books precisam ser, no mínimo, tão simples e fáceis de usar quanto livros de papel. Encontrou, baixou, leu. Ou como diria o Capitão Nascimento, em Tropa de Elite:

– Olhou, fatiou… passou!

O público que é fã de tecnologia, geralmente jovem, nativo digital, sabe se virar por conta própria. Formatos, softwares, aparelhos, nada disso atrapalha essa turma. O grande salto é a sua mãe ser capaz de ler um e-book.

Pensar na mãe, aqui, é algo puramente conceitual [leia mais]

SimplíssimoE-books: se a sua mãe consegue ler, você está no caminho certo

E-books que Respeitem o Leitor

da Redação Artigos Deixe um comentário

Esse artigo foi publicado na Revista do IDEC, do mês de abril. Reproduzimos aqui na íntegra.

Eduardo Melo*

A leitura eletrônica é tentadora. Os e-books tendem a custar menos que os livros impressos, é possível carregar centenas deles em um aparelho que pesa menos de 300 gramas, entre outras vantagens. Só que existem alguns poréns, que poucos vendedores e editoras discutem em público.

Quando você adquire um livro impresso, ele é uma propriedade sua e pode ser emprestado, revendido, copiado para uso pessoal, sem que você precise pedir permissão a ninguém. Com os e-books, a coisa não é tão [leia mais]

SimplíssimoE-books que Respeitem o Leitor

E-books que Respeitem o Leitor – artigo

Colaboração do leitor Artigos Deixe um comentário

Esse artigo foi publicado na Revista do IDEC, do mês de abril. Reproduzimos aqui na íntegra.

Eduardo Melo*

A leitura eletrônica é tentadora. Os e-books tendem a custar menos que os livros impressos, é possível carregar centenas deles em um aparelho que pesa menos de 300 gramas, entre outras vantagens. Só que existem alguns poréns, que poucos vendedores e editoras discutem em público.

Quando você adquire um livro impresso, ele é uma propriedade sua e pode ser emprestado, revendido, copiado para uso pessoal, sem que você precise pedir permissão a ninguém. Com os e-books, a coisa não é tão [leia mais]

SimplíssimoE-books que Respeitem o Leitor – artigo

68% dos leitores usam PC’s para ler e-books nos EUA. Imagine no Brasil… 90%?

Eduardo Notícias 6 Comments

Reproduzimos nota originalmente publicada pelo Teleread:

Isto é o que a Simba Information, uma empresa especializada em pesquisa de marketing em mercado editorial e mídia, está afirmando. De acordo com sua pesquisa, de quase 1.880 adultos entrevistados, 68% dos que lêem e-books usam seus computadores como o dispositivo mais frequente para fazer isso.

“Há uma idéia enganosa de que os consumidores são os mais interessados na leitura feita em dispositivos dedicados para isso (e-readers), isso não é verdade” disse Michael Norris, analista senior da Simba Information, comentando a pesquisa. “Sabendo que os leitores compram apenas um pequeno número [leia mais]

Simplíssimo68% dos leitores usam PC’s para ler e-books nos EUA. Imagine no Brasil… 90%?

Aumentar as opções para alcançar os leitores deve ser prioridade dos editores – artigo

Colaboração do leitor Notícias 1 Comment

Esse título resume a situação dos editores, diante do “futuro digital” que torna-se  cada vez mais presente em seus negócios. Quem traçou esse diagnóstico foi Juergen Boos, diretor da Feira do Livro de Frankfurt, na noite de abertura do I Congresso do Livro Digital, que está acontecendo no hotel Maksoud Plaza, em São Paulo.

Boos resumiu, em 40 minutos, quais as melhores estratégias para os editores aderirem e aproveitarem a transformação digital a seu favor.

1) Ampliar as opções dos leitores. Seguir oferecendo o livro impresso, abrindo a porta para os e-books;

2) Apostar em conteúdos flexíveis, que possam originar [leia mais]

SimplíssimoAumentar as opções para alcançar os leitores deve ser prioridade dos editores – artigo

Aumentar as opções para alcançar os leitores deve ser prioridade dos editores

da Redação Notícias 1 Comment

Esse título resume a situação dos editores, diante do “futuro digital” que torna-se  cada vez mais presente em seus negócios. Quem traçou esse diagnóstico foi Juergen Boos, diretor da Feira do Livro de Frankfurt, na noite de abertura do I Congresso do Livro Digital, que está acontecendo no hotel Maksoud Plaza, em São Paulo.

Boos resumiu, em 40 minutos, quais as melhores estratégias para os editores aderirem e aproveitarem a transformação digital a seu favor.

1) Ampliar as opções dos leitores. Seguir oferecendo o livro impresso, abrindo a porta para os e-books;

2) Apostar em conteúdos flexíveis, que possam originar [leia mais]

SimplíssimoAumentar as opções para alcançar os leitores deve ser prioridade dos editores